Follow by Email

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Abril, mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância é assinalado em Beja, com uma Exposição de Rua



"As estagiárias de Serviço Social do Instituto Politécnico de Beja do Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal associam-se ao mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância com uma Exposição de Rua, que aborda a Campanha do Laço Azul promovida da CPCJ de Beja durante o mês de Abril.

A  Campanha  do  Laço  Azul nasceu  em  1989,  nos  E.U.A., quando uma avó, Bonnie W. Finney, amarrou uma fita azul à antena  do  seu  carro  “para  fazer  com  que  as  pessoas  se questionassem”.
A história que ela contou à comunidade foi trágica, sobre os maus-tratos à sua neta e a morte do seu neto de forma brutal por espancamento pela mãe e namorado. E porquê azul? Porque  apesar  de  ser  uma  cor  bonita,  Bonnie  Finney  não queria esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos seus dois netos. O azul, que simboliza a cor das lesões, servir-lhe-ia como um lembrete constante para a sua luta na proteção das crianças contra os maus-tratos.

Esta campanha, que começou como uma homenagem desta avó ao neto, expandiu-se a muitos países que usam as fitas azuis como forma de apoiar as famílias e fortalecer as comu- nidades nos esforços necessários para combate a este drama real.
As  fitas  azuis  lembram-nos  da  nossa  responsabilidade coletiva e comunitária para a prevenção dos maus tratos.

Em Portugal, o número de crianças vitimas de maus tratos é enorme, estima-se que mais de doze mil crianças são diaria- mente expostas a comportamentos de risco como a violência doméstica.
Só em 2016, eram diariamente referenciadas sete crianças por  serem  vitimas  de  maus  tratos,  muitas  dessas  foram espancadas com cabos elétricos, cintos, chicotes ou colheres de pau.
Vamos contribuir para acabar com este flagelo". Anselmo Prudêncio

 + info:
Anselmo Prudêncio 

Técnico do Núcleo Distrital de Beja
EAPN Portugal/ Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua do Jornal Ala Esquerda 20
7800-301 Beja
Tel. 965920741 + 00351 284 325 744 Fax: + 00351 284 325 745



Sem comentários:

Enviar um comentário