Follow by Email

segunda-feira, 26 de março de 2018

AÇÃO DE FORMAÇÃO, Guarda



socializARTE – Oficinas de Teatro para a Inclusão Social

Esta formação não pretende assumir nem garantir um estatuto de ensino formal, nem a criação de um grupo de teatro, mas sim um local de encontro, convívio e sensibilização, estimulando o trabalho de grupo, criando dinâmicas para um melhor conhecimento das artes cénicas e contribuir para usufruto de uma melhor cidadania, espírito crítico e uma maior intervenção social e cultural.


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

1. Domínio corporal – técnicas de descontração e de concentração; treino de jogos de mímica e de habilidades motoras e expressivas; jogos sensoriais (relação com o espaço, com os objetos e com estímulos diferenciados);
2. Domínio vocal – exercícios de respiração individual e de grupo; exercícios de técnica de voz (preparação /aquecimento, postura, dicção e articulação);
3. Jogos com mímica, sons, palavras; improvisação individual e em grupo



OBJETIVO GERAL // OBJETIVOS ESPECÍFICOS
- Praticar as capacidades corporais e vocais nas vertentes técnica e expressiva;
- Desenvolver competências comunicativas, reconhecendo-as como essenciais no plano profissional, reconhecendo as potencialidades da prática teatral no contexto da animação sociocultural.
- Desenvolver competências para aplicar o Teatro em grupos desfavorecidos.
- Desenvolver uma atitude reflexiva e crítica em relação a si próprio e ao meio circundante, essencial no percurso de formação do profissional.
- Abordagem inicial sobre o conhecimento do teatro, relativo à História e Estética Teatral e às práticas artísticas, de modo a expandir e fundamentar as opções criativas.
- Todos os conteúdos e metodologias serão adaptados ao grupo de participantes, com o objetivo de estes poderem por em prática os conhecimentos adquiridos.

METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO E AVALIAÇÃO
Recorrer à memória sensorial como estímulo para a criação teatral; Desenvolver, comportamentos cénicos; Relacionar e gerir os Planos de Expressão; Explorar a capacidade de construir figuras a partir de indutores associados ao Plano da Corporalidade e da Oralidade.

DIAS 10, 17 e 24 abril de 2018
HORÁRIO 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h00
DURAÇÃO 18 horas
LOCAL Guarda
INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal: 45€ // Não Associados: 75€
PÚBLICO-ALVO Técnicos que intervêm diretamente com públicos desfavorecidos (técnicos da área social e comportamental, professores, educadores e monitores).
ÁREA DE FORMAÇÃO 762 - Trabalho Social e Orientação
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Formação presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação e aproveitamento no final da formação.
FORMADORA Maria do Carmo Teixeira.
Iniciou os seus estudos musicais no Conservatório de Música da Covilhã, estudou Clarinete, Piano, Canto, integrou vários grupos de câmara e o coro. Em 1998 iniciou o seu trajeto no teatro como atriz. Frequentou vários cursos, workshops e ações de formação ligados ao teatro, performance, dança contemporânea e à música e ações de Formação ao nível da Gestão de Competências Emocionais. Fez cursos de Produção Cultural e Gestão e Marketing em Serviço Educativo e Avaliação de Projetos Culturais. No seu percurso tem assumido a produção de vários projetos artísticos


INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES Ficha de Inscrição em anexo // A Ficha de Inscrição pode ser fotocopiada
Após confirmação da sua inscrição, o pagamento deverá ser efetuado por transferência bancária, numerário ou cheque (à ordem de EAPN – Rede Europeia Anti-Pobreza/Portugal, Associação).
As inscrições são limitadas a 20 participantes e devem ser realizadas até ao próximo dia 6 abril para:
EAPN Portugal / Núcleo Distrital da Guarda
Rua Dr. Francisco dos Prazeres, N.º 3, 2º Esq. | 6300-690 Guarda
Tlf: 271 227 506

Sem comentários:

Enviar um comentário