Follow by Email

segunda-feira, 25 de julho de 2016

As sanções a Espanha e a Portugal atrasam a recuperação económica

Press Release
     Porto, 25 de julho, 2016       
                                                                                                                                  
SOBRE AS FUTURAS MULTAS A ESPANHA E PORTUGAL POR PARTE DO CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA

As sanções a Espanha e a Portugal atrasam a recuperação económica,
geram mais pobreza e descontentamento face à União Europeia.
Não às sanções, não às multas.

No dia 12 de julho o Conselho Europeu considerou que Portugal e Espanha não tomaram as medidas necessárias para responder às recomendações para corrigir o deficit excessivo. Confirmou-se que os dois países não reduziram o seu deficit abaixo dos 3% do Produto Interno Bruto (PIB), valor de referência da União Europeia (UE) dentro do prazo recomendado. Em ambos os casos, a UE considerou que o esforço fiscal estava significativamente abaixo do recomendado.
O Conselho decidiu adotar sanções em conformidade com o procedimento por deficit excessivo, baseado no artigo 126 (8) do Tratado de Funcionamento da UE. A Comissão Europeia recomenda posteriores decisões do Conselho para a imposição de multas. Essas multas deveriam ascender a 0,2% do PIB, e poderiam materializar-se através de cortes em parte dos Fundos Estruturais.
A Rede Europeia Anti-Pobreza, a maior organização de redes nacionais, regionais e locais, integrando ONG’s de luta contra a pobreza, grupos de base, bem como outras organizações europeias, presente nos 28 estados-membros e com um perfil particularmente forte em Portugal e em Espanha, afirma que estas sanções e multas são contraproducentes para a recuperação económica, geram mais pobreza e exclusão social e um maior descontentamento relativamente à UE. Nenhuma destas consequências é desejável na atual situação económica e política.
Por outro lado, estamos particularmente preocupados relativamente ao impacto da proposta de cortes nos Fundos Estruturais já que tais cortes seriam prejudiciais para os programas sociais que promovem a inserção profissional e a inclusão social das pessoas mais vulneráveis. Em última instancia, as sanções do Conselho castigariam os desempregados de longa duração e todas as pessoas que vivem em situação de pobreza e exclusão social que, claramente, não são responsáveis pelas ações dos seus governos. “Este tipo de castigo cego, e que não é capaz de contemplar o caso especifico de cada estado-membro, reprova o esforço feito e desmobiliza”, afirma o Presidente da EAPN Portugal, Pe. Agostinho Jardim Moreira.
Aos olhos de milhões de europeus, a UE converteu-se numa instituição distante e irrelevante que parece ter pouco ou nenhum impacto positivo nas suas vidas. Se a UE pretende sobreviver e desenvolver-se, isto terá que mudar.
“Este tipo de atitude ignora e destrói os fundamentos de uma Europa que se pretende dos cidadãos, e manifesta uma cultura europeia perversa. Uma Europa que não tem em consideração os fatores externos que nos conduziram a esta situação, que não respeita a capacidade de cada estado-membro e as suas circunstâncias, e que, ao invés de solidariedade, promove a pobreza, é uma Europa que está muito distante dos seus fundamentos originais”, sublinha o Presidente da EAPN Portugal.
O enfoque principal não deve estar na “preservação de finanças públicas responsáveis” a qualquer preço. Uma compreensão mais integrada da situação dos dois países, com o objetivo de cumprir os objetivos macroeconómicos deveria – pelo menos – ter em consideração os três factos seguintes:
Em primeiro lugar, o crescimento económico está a melhorar, mas Espanha e Portugal devem ser considerados “casos excecionais” onde deveriam ser permitidos “excessos temporários”, como está contemplado no Tratado da União Europeia. Em poucas palavras, estes países necessitam de mais tempo.
Em segundo lugar, se a Comissão Europeia tiver em conta o deficit “primário” (ou seja o deficit geral menos os juros da dívida pública, tal como propõe o Fundo Monetário Internacional), as objeções a França, Itália e Espanha não seriam necessárias. Esta outra fórmula de cálculo é possível e mais conveniente para os estados-membros que a metodologia atualmente utlizada.
Em terceiro lugar (e a razão mais importante): impor mais medidas de austeridade em Portugal e Espanha que afetem os gastos sociais não é social nem politicamente viável. Neste sentido, o que necessitamos é de mais “crescimento inclusivo” com o fim de cumprir o deficit público e não mais receitas através do aumento da pressão fiscal indireta e / ou da redução nos investimentos sociais.
Neste sentido, estamos de acordo com a Comissão Europeia quando afirma que é importante fortalecer a dimensão social da UE e o seu compromisso com os direitos sociais em todas as suas dimensões. A UE deveria dar prioridade à luta contra a pobreza e a exclusão social (pobreza infantil incluída) em linha com o objetivo da Estratégia Europa 2020, sendo coerente com o seu compromisso com um novo Pilar Europeu de Direitos Sociais e através de uma estratégia integrada e de carácter geral de luta contra a pobreza.
Necessitamos de uma Europa mais Social.
Não às sanções. Não às multas.

+ info:
Departamento de Comunicação da EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua Costa Cabral, 2368
4200-218 Porto
Tel: 225420800// 96 669 8549








segunda-feira, 18 de julho de 2016

Campanha “Despir os preconceitos. Vestir a Inclusão”


No seguimento do trabalho realizado pelos Núcleos Distritais do Núcleo Regional do Centro da EAPN Portugal (Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu), juntamente com os Conselhos Locais de Cidadãos desses mesmos distritos, constituídos por pessoas que experienciam ou experienciaram situações de pobreza e/ou exclusão social, surgiu a necessidade de sensibilizar para a desconstrução de preconceitos e estereót...ipos. Pessoas com deficiência e incapacidades, idosos, desempregados, minorias étnicas e migrantes, famílias em situação de pobreza, pessoas sem abrigo, ex-toxicodependentes e ex-reclusos são alguns dos grupos socialmente vulneráveis ainda sujeitos a preconceitos e estereótipos pela sociedade, impedindo a sua plena inclusão.
Assim surgiu a Campanha “Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão”, apresentada no passado dia 17 de junho, em Coimbra, por todos os que diretamente estiveram envolvidos neste processo. A dinamização desta Campanha consiste na distribuição de materiais (cartazes, crachás, sacos e canetas) junto de entidades e organismos que trabalham diretamente com estes grupos, assim como escolas e outras instituições, no sentido de sensibilizar para o combate deste tipo de estereótipos e preconceitos, contribuindo, desta forma, para a inclusão social.


A DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAIS DA CAMPANHA É GRATUÍTA
PARA SABER COMO OS PODE OBTER CONTACTAR, POR FAVOR,
Os seguintes Núcleos Distritais da EAPN Portugal
Castelo Branco; Coimbra; Guarda; Leiria; Santarém e Viseu - os contactos encontram-se em www.eapn.pt

ACONTECEU NO NÚCLEO DISTRITAL DA GUARDA






No passado dia 22 de junho realizou-se o II Encontro de Associados da EAPN Portugal do Distrito da Guarda. Neste Encontro, que contou com a presença dos Associados locais, partilharam-se ideias interessante sobre os desafios que se colocam às organizações sociais para contrariar os obstáculos e dificuldades que enfrentam diariamente.
+ INFO:
Cátia Azevedo...
Técnica do Núcleo Distrital da Guarda
guarda@eapn.pt
EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
Largo Paço do Biu, N.º 19
6300-592 Guarda
Telemóvel: 964 764 067
Telf: 00351 271 227 506 | Fax: 00351 271 227 507
www.eapn.pt

Ver Mais

quarta-feira, 6 de julho de 2016

AÇÃO DE FORMAÇÃO, Setúbal



MEDIAÇÃO FAMILIAR - CONTRIBUTOS DA MEDIAÇÃO FAMILIAR PARA A ABORDAGEM DOS CONFLITOS DE NATUREZA FAMILIAR
 A aquisição de competências no âmbito da gestão de conflitos familiares assume uma importância primacial no trabalho junto das famílias. Detetar os problemas e as causas dos conflitos é um primeiro passo para desenvolver uma abordagem adequada e centrada nos recursos específicos de cada família. Para tal, é fundamental dotar os profissionais de estratégias de Mediação Familiar que lhes permitam desenvolver contextos colaborativos, criativos e construtivos com e para as famílias, nos quais, os técnicos possam aprender com as famílias e as famílias possam aprender com os técnicos. Assim, a Mediação Familiar visa fornecer, por um lado, as estratégias necessárias e específicas (emocionais e comunicacionais) para a abordagem adequada do conflito familiar e, por outro, visa a promoção da dignidade da pessoa e da família como um todo.


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
1. Especificidades dos conflitos familiares
2. Conceito e princípios da Mediação Familiar
3. Estratégias de Mediação Familiar
4. Processo de Mediação Familiar

OBJETIVO GERAL
Facultar aos/às formandos/as conhecimentos sobre resolução de conflitos através de Mediação Familiar

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
- Compreender as especificidades dos conflitos familiares
- Conhecer estratégias de Mediação Familiar
- Gerir/resolver conflitos em contexto colaborativo
- Desenvolver competências de resolução de conflitos através da Mediação Familiar

METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO E AVALIAÇÃO
Métodos ativos e de descoberta por forma a promover a participação e o envolvimento dos formandos em casos práticos. Avaliação contínua dos formandos e realização de exercícios.


DIAS 29 e 30 de setembro de 2016
HORÁRIO: 9h30 às12h30 e das 14h00 às 17h00
DURAÇÃO 12h
LOCAL: Auditório da Biblioteca José Saramago: Rua da Alembrança – Feijó, 2800-648 Almada
INSCRIÇÃO Associados/as da EAPN Portugal: 30€ // Não associados/as: 50€
PÚBLICO-ALVO: Dirigentes, Profissionais e Voluntários/as de ONG’s e Organismos Públicos e qualquer pessoa interessada.
ÁREA DE FORMAÇÃO: 090 – Desenvolvimento Pessoal
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Formação presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados/as da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação e aproveitamento no final da formação
FORMADORA Lucinda Gomes - Mediadora no SMF e nos Julgados de Paz e, Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios - GRAL; Formadora em Mediação Familiar e em Direito da Família


INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES Ficha de Inscrição em anexo // A Ficha de Inscrição pode ser fotocopiada
Após confirmação da sua inscrição, o pagamento deverá ser efetuado por transferência bancária, numerário ou cheque (à ordem de EAPN – Rede Europeia Anti-Pobreza/Portugal, Associação).

As inscrições são limitadas a 20 participantes e devem ser realizadas até ao dia 21 de setembro para:
            EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Setúbal
Rua D. João II, nº 14 r/c Dto. 2910-548 Setúbal
Tel: 265535330 ; 963859266 | E-mail: setubal@eapn.pt

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Um Olhar sobre as Crianças e Jovens na Perspetiva dos Direitos da Criança

Um Olhar sobre as Crianças e Jovens na Perspetiva dos Direitos da Criança

Portalegre | 30 de junho de 2016 | 9.30 – 13.00
Sala do Capitulo da Câmara Municipal de Portalegre

CONTEÚDOS
...
Retrato da Pobreza em Portugal;
A Pobreza Infantil: Uma violação dos Direitos da Criança;
Recomendações para uma Estratégia Nacional para a Erradicação da Pobreza Infantil.
PROGRAMA
9h30 | Acolhimento dos/as participantes
9h45 | Apresentação do protocolo de cooperação entre a CNPCJR e a EAPN Portugal / Rede Europeia Anti Pobreza - Dr. Jorge Souto
10h00 | Um Olhar sobre as Crianças e Jovens na Perspetiva dos Direitos – Dra. Fátima Veiga
13h00 | Encerramento
No âmbito do Protocolo de Cooperação estabelecido entre a EAPN Portugal e a CNPCJR, o Nucleo Distrital de Portalegre da EAPN Portugal, irá realizar no próximo dia 30 de junho, entre as 9h30 e as 13h00, o Workshop temático “Um Olhar sobre as Crianças e Jovens na Perspetiva dos Direitos da Criança”.
Este contará com a presença do Dr. Jorge Souto, em representação da CNPCJR e da Dra. Fátima Veiga, da EAPN Portugal.
Este Workshop é destinado aos elementos das Comissões Restritas e Alargadas das CPCJ do distrito de Portalegre, pelo que solicito que divulgação desta atividade seja estendida a estes membros.
As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, pelo que solicito o envio de um mail para o endereço portalegre@eapn.pt com indicação do numero e nome dos elementos que pretendem estar presentes neste workshop.
As inscrições deverão ser enviadas até ao próximo dia 28 de junho.
+ info:
Isabel Lourinho
Núcleo Distrital de Portalegre
portalegre@eapn.pt
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua de Olivença, nº15
7300-149 Portalegre
Tel. + 00351 245 202 407 Fax: + 00351 245 202 408
www.eapn.pt

(MENTAL) IDADE: Uma abordagem às demências


«A saúde mental da população sénior apresenta-se cada vez mais como um desafio com  que a Sociedade tem de se confrontar, sendo urgente um profundo debate com vista a encontrar soluções integradoras e promotoras de uma verdadeira inclusão de pessoas portadoras de demências.

É igualmente importante promover um envelhecimento ativo destas pessoas, e que as mesmas sejam integradas nas atividades das instituições e das famílias, para isso o Grupo de trabalho sobre Envelhecimento Ativo, constituído por instituições de apoio a idosos de toda a região do Algarve, vai realizar um Encontro no dia 1 de Julho, na Biblioteca Municipal de Loulé , contando com o testemunho de especialistas na matéria.

É igualmente importante recolhermos o vosso testemunho e preocupações, para assim relatar junto dos nossos decisores, as potencialidades, fragilidades e aspirações das nossas famílias e instituições, assim sendo   temos o prazer de convidar vossa Exa para o referido evento.»


+ info:
Dionisia Pedro
EAPN Portugal/ Rede Europeia Anti-Pobreza
Técnica do Núcleo Distrital de Faro
rua D.Jerónimo Osório, nº 5, 2º Dto.
8000-307 Faro
Tel 289 802 660  Fax 289 802 662



Workshop Formativo, Castelo Branco


Introdução à PNL: Como Melhorar a Comunicação e as relações nas Instituições através da Programação Neurolinguística 



CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
1. PNL – definição e os princípios e pressupostos da programação Neurolinguística.
2. Aplicabilidade da PNL nas Instituições
3. Sistemas de Representação Sensorial
4. Técnicas Rápidas e úteis de PNL de forma a melhorar a comunicação e as relações nas Instituições

OBJETIVO GERAL // OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Conhecer as bases da Programação Neurolinguística, em termos conceituais e práticos, e a sua aplicabilidade nas organizações.

METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO E AVALIAÇÃO
A metodologia será orientada no enquadramento teórico-prático, de forma ativa e participativa, com exposição de auxiliares audiovisuais, assim como instrumentos operativos, de forma a discussão orientada e trabalhos de grupo.
Avaliação: participação e trabalhos de grupo.


DIAS 30 de junho de 2016
HORÁRIO 14h30 às 17h30
DURAÇÃO 3 horas
LOCAL Santa Casa da Misericórdia da Soalheira
INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal:00.00 € // Não associados:5.00 €
PÚBLICO-ALVO Técnicos, Diretores técnicos, dirigentes, coordenadores de equipas de instituições de entidades públicas e privadas
ÁREA DE FORMAÇÃO 345 – Gestão e Administração
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Formação presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação e aproveitamento no final da formação.
FORMADOR: Cinzia Sacanu
Especializada em Cooperação, Educação para o desenvolvimento e Intervenção Comunitária. Formadora e Consultora na LOGFRAME nas áreas de Planeamento Estratégico, Liderança e Gestão de equipas e planeamento e avaliação de Programas e projectos.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES Ficha de Inscrição em anexo // A Ficha de Inscrição pode ser fotocopiada
Após confirmação da sua inscrição, o pagamento deverá ser efetuado por transferência bancária, numerário ou cheque (à ordem de EAPN – Rede Europeia Anti-Pobreza/Portugal, Associação).

As inscrições são limitadas a 25 participantes e devem ser realizadas até ao próximo dia 29 de junho para:
EAPN Portugal/Núcleo Distrital de Castelo Branco
Campo Mártires da Pátria, Biblioteca Municipal 6000-000 Castelo Branco
Telefone: 272328333 / Fax: 272328334 / castelobranco@eapn.pt

“Participação e Cidadania Ativa”

«O Núcleo Distrital de Viseu da EAPN Portugal vai dinamizar nas suas instalações o workshop “Participação e Cidadania Ativa”, no próximo dia 5 de julho, em que se pretende divulgar as principais dinâmicas utilizadas pela EAPN Portugal no que à participação diz respeito, incluindo aí o trabalho dos Conselhos Locais de Cidadãos. A ação dirige-se a técnicos e a pessoas que possam vir a integrar o Conselho Local de Cidadãos no futuro. Paralelamente, será apresentada a Campanha “Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão” no distrito de Viseu.

+ INFO:
José Machado
Técnico do Núcleo Distrital de Viseu da EAPN Portugal
EAPN / Portugal- Rede Europeia Anti Pobreza
Rua Dr. Cesar Anjo, Lote 2 R/C F
3510-009 VISEU
Telefone:232468472  Fax:232468474


ACONTECEU NO NÚCLEO DISTRITAL DE COIMBRA



Decorreu nos dias 16 e 17 de junho, em Coimbra, o IV Encontro de Conselhos Locais de Cidadãos (CLC) da Região Centro intitulado “Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão”. Durante estes dois dias os representantes dos Conselhos Locais de Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu, estiveram reunidos para apresentar os resultados do trabalho realizado sobre os preconceitos e estereótipos associados aos grupos vulneráveis e sugestões de melhoria. Trabalho este ...que esteve na base da Campanha conjunta que também foi apresentada neste Encontro intitulada ”Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão” que irá ser agora dinamizada pelos respetivos distritos. Este Encontro contou com mais de 30 participantes e com o apoio da Casa Municipal da Cultura de Coimbra."
+ INFO:
Maria José Vicente
Departamento de Desenvolvimento e Formação
mj.vicente@eapn.pt
EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua de Costa Cabral, 2368
4200 - 218 Porto
Tel. 00351 225420806 Fax. 00351 225403250
www.eapn.pt



Campanha “Despir os preconceitos.Vestir a Inclusão.”


No seguimento do trabalho realizado pelos Núcleos Distritais do Núcleo Regional do Centro da EAPN Portugal (Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu), juntamente com os Conselhos Locais de Cidadãos desses mesmos distritos, constituídos por pessoas que experienciam ou experienciaram situações de pobreza e/ou exclusão social, surgiu a necessidade de sensibilizar para a desconstrução de preconceitos e estereót...ipos. Pessoas com deficiência e incapacidades, idosos, desempregados, minorias étnicas e migrantes, famílias em situação de pobreza, pessoas sem abrigo, ex-toxicodependentes e ex-reclusos são alguns dos grupos socialmente vulneráveis ainda sujeitos a preconceitos e estereótipos pela sociedade, impedindo a sua plena inclusão.
Assim surgiu a Campanha “Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão”, apresentada no passado dia 17 de junho, em Coimbra, por todos os que diretamente estiveram envolvidos neste processo. A dinamização desta Campanha consiste na distribuição de materiais (cartazes, crachás, sacos e canetas) junto de entidades e organismos que trabalham diretamente com estes grupos, assim como escolas e outras instituições, no sentido de sensibilizar para o combate deste tipo de estereótipos e preconceitos, contribuindo, desta forma, para a inclusão social.

A DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAIS DA CAMPANHA É GRATUÍTA
PARA SABER COMO OS PODE OBTER CONTACTAR, POR FAVOR,
OS seguintes Núcleos Distritais da EAPN Portugal
Castelo Branco; Coimbra; Guarda; Leiria; Santarém e Viseu - os contactos encontram-se em www.eapn.pt

Campanha “Despir os preconceitos.Vestir a Inclusão.”


No seguimento do trabalho realizado pelos Núcleos Distritais do Núcleo Regional do Centro da EAPN Portugal (Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu), juntamente com os Conselhos Locais de Cidadãos desses mesmos distritos, constituídos por pessoas que experienciam ou experienciaram situações de pobreza e/ou exclusão social, surgiu a necessidade de sensibilizar para a desconstrução de preconceitos e estereót...ipos. Pessoas com deficiência e incapacidades, idosos, desempregados, minorias étnicas e migrantes, famílias em situação de pobreza, pessoas sem abrigo, ex-toxicodependentes e ex-reclusos são alguns dos grupos socialmente vulneráveis ainda sujeitos a preconceitos e estereótipos pela sociedade, impedindo a sua plena inclusão.
Assim surgiu a Campanha “Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão”, apresentada no passado dia 17 de junho, em Coimbra, por todos os que diretamente estiveram envolvidos neste processo. A dinamização desta Campanha consiste na distribuição de materiais (cartazes, crachás, sacos e canetas) junto de entidades e organismos que trabalham diretamente com estes grupos, assim como escolas e outras instituições, no sentido de sensibilizar para o combate deste tipo de estereótipos e preconceitos, contribuindo, desta forma, para a inclusão social.

A DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAIS DA CAMPANHA É GRATUÍTA
PARA SABER COMO OS PODE OBTER CONTACTAR, POR FAVOR,
OS seguintes Núcleos Distritais da EAPN Portugal
Castelo Branco; Coimbra; Guarda; Leiria; Santarém e Viseu - os contactos encontram-se em www.eapn.pt

ACONTECEU NO NÚCLEO DISTRITAL DE BRAGA






« O projeto “Bem Envelhecer”, promovido pelo Núcleo Distrital de Braga da EAPN Portugal em parceria com diversas entidades de solidariedade social, realizou hoje dia 15 de junho um Flash Mob na Praça da Republica (Arcada) em Braga, assinalando o Dia Internacional de Sensibilização sobre a Prevenção da Violência contra as Pessoas Idosas.
Seniores e jovens un...iram-se para alertar a sociedade/comunidade para a urgência de prevenir situações de violência. De acordo com a metodologia de trabalho assente na rotatividade de tarefas, coube, desta vez, à Fundação Bomfim e ao Centro Social de S. Victor a participação na organização desta atividade.
A iniciativa integra-se na linha da promoção dos direitos dos/as idosos/as do projeto. Por isso, foram expostas mensagens alusivas à não violência contra os idosos e aos Princípios das Nações Unidas para as Pessoas Idosas.»


+ INFO:
Isabel Amorim
Técnica do Núcleo Distrital de Braga
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
braga@eapn.pt
Rua Ana Teixeira da Silva, n.º 34, 1º Esq.
4700-251 Braga
Tel. + 00351 253 331 001 Fax: + 00351 253 331 002
www.eapn.pt
Ver Mais

ACONTECEU NO NÚCLEO DISTRITAL DE AVEIRO



«Aconteceu nos dias 21 e 30 de junho, em Oliveira de Azeméis, a segunda e terceira sessões de três edições da ação de sensibilização “Primeiros passos para a interculturalidade” (a primeira acontecera a 12 de abril). Voltámos a ter connosco crianças entre os 3 e os 5 anos de idade que frequentam o ensino pré-escolar do Centro Infantil de S. Roque, do Centro de Apoio Familiar Pinto de Carvalho, do Centro Infantil e Social de Cesar e do Centro Social e Paroquial de Nogueira do Cravo, envolvendo aproximadamente 217 crianças.
 A iniciativa teve como parceiros a EAPN Portugal, a Câmara Municipal e o CLAII (Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes) de Oliveira de Azeméis, a quem agradecemos todo o acolhimento e a oportunidade.
 Terminamos esta etapa com o sentimento reforçado de surpresa e alegria pela aprendizagem mútua que nos foi proporcionada por este diálogo com um público tão jovem e cheios de estímulos para continuar a desenvolver as nossas competências com estes interlocutores tão especiais. »


 + INFO:

 Cristina Mamede
 Técnica do Núcleo Distrital de Aveiro
 aveiro@eapn.pt
 EAPN Portugal/ Rede Europeia Anti-Pobreza
 Estrada Nova do Canal, n.º 111, R/C Dto.
 Vera Cruz
 3800-236 Aveiro
 Tel.: + 00351 234 426 702 Fax: + 00351 234 426 246
www.eapn.pt

segunda-feira, 20 de junho de 2016

AÇÃO DE FORMAÇÃO, Viseu




«Depois do sucesso na edição anterior, o Núcleo Distrital de Viseu da EAPN Portugal decidiu repetir a formação em “Metodologia Cuidados de Humanitude a Pessoas Idosas” , que vai decorrer nos dias 11 e 12 de julho nas instalações da Associação de Solidariedade Social de Abraveses em Viseu. Esta nova abordagem metodológica destina-se a todos os técnicos e demais elementos que trabalham na área social, não apenas aos que trabalham com população idosa.

 + info:

José Machado
 Técnico do Núcleo Distrital de Viseu da EAPN Portugal
 EAPN / Portugal- Rede Europeia Anti Pobreza
 viseu@eapn.pt
 Rua Dr. Cesar Anjo, Lote 2 R/C F
 3510-009 VISEU
 Telefone:232468472 Fax:232468474
www.eapn.pt

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Lançamento da campanha “Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão”


LANÇAMENTO DA CAMPANHA

“Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão”


" A EAPN Portugal, através dos seus Núcleos Distritais de Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu, vem por este meio convidar V/ Exª e/ou a Instituição que representa a estar presente nos dias 16 e 17 de Junho de 2016 em Coimbra, para o lançamento da nossa campanha “Despir os Preconceitos, Vestir a Inclusão”.

Esta campanha surge com base nos resultados do Projeto Bem me Quer, Mal me Quer, que visou perceber as representações sociais dos técnicos relativamente aos grupos mais vulneráveis.
Assim, de acordo com a perceção de que ainda existem várias representações negativas e diversos estereótipos, e após uma reflexão conjunta entre técnicos da EAPN Portugal e membros dos Concelhos Locais de Cidadãos em que se estimulou o espírito crítico e o empowerment, foi criada a referida campanha, incidindo sobre alguns dos grupos que são alvo dos preconceitos, nomeadamente: Idosos, famílias pobres, comunidades ciganas e migrantes, pessoas com deficiência, sem abrigo, ex-toxicodependentes e ex-reclusos e desempregados.
A apresentação desta campanha incidirá inicialmente, durante a tarde de 16 de junho, altura em que iremos dinamizar uma Mesa Redonda com a participação de pessoas que já vivenciaram situações de discriminação e que irão abordar os preconceitos e estereótipos associados aos grupos mais vulneráveis. 
Posteriormente, na manhã de dia 17 de junho, iremos apresentar a campanha, distribuir os materiais  e refletir em conjunto sobre a forma como podemos contribuir para a desmistificação destes preconceitos de que são alvo os públicos referidos. 
Neste âmbito, gostaríamos de poder contar com a sua estimada presença dias 16 e/ou 17 de Junho, na Casa Municipal da Cultura de Coimbra, conforme programa em anexo. 

As inscrições são gratuitas e devem ser remetidas para o e-mail do Núcleo Distrital de Coimbra – coimbra@eapn.pt - até dia 14 de junho, referindo nome e entidade.

Workshop "Regras e limites", Santarém


O Núcleo Distrital de Santarém da EAPN  Portugal desenvolve o Projeto Família + na área da Parentalidade Positiva, tendo como objetivo melhorar a capacitação das famílias para o exercício da parentalidade positiva através da aquisição de competências parentais.
Neste âmbito, em parceria com o Município de Almeirim, o Núcleo Distrital, promove o workshop "Regras e limites" , com Cristina Nogueira da Fonseca (Especializada nas áreas de Psicologia Comunitária e Proteção de Menores).

Destinatários: Pais (prioridade a pais desempregados) 
Horário: 14.45/17.45
Local: Auditório"  do estádio municipal, Avenida D. João I 2080 Almeirim.

A inscrição é gratuita mas obrigatória e deve ser feita até ao dia 13 de junho por o e-mail( deve incluir nome, escolaridade e idade dos filhos)

 
+ info:
Ricardina B. Dias
Técnica do Núcleo Distrital de Santarém
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua Prior do Crato, nº 2 ,
2005-364 Santarém
Telefone: 00351 243306279;
 




  

AÇÃO DE FORMAÇÃO, Porto (nova data)


COACHING PARENTAL: 
a autoconfiança e os valores no trabalho com famílias

O sucesso do trabalho do educador, do professor e dos vários técnicos que intervêm com a criança e/ou família, depende da compreensão desta no seu contexto familiar e de uma comunicação eficaz e positiva com os encarregados de educação....
Os pais são um modelo preponderante junto dos filhos. Pais autoconfiantes transmitirão essa competência aos seus educandos. Assim, quando a relação entre os técnicos que intervêm junto da família (nomeadamente professores) e os pais é positiva e baseada na confiança, esse facto tem impacto junto dos encarregados de educação (sentimento de competência e eficácia) e consequentemente no desenvolvimento da criança.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
1. O coaching parental e a autoconfiança
2. O coaching parental e os valores
OBJETIVO GERAL // OBJETIVOS ESPECÍFICOS
No final da acção, os formandos deverão ser capaz de:
• Identificar o papel da autoconfiança numa abordagem de coaching junto das famílias
• Identificar e respeitar os valores das famílias.
• Promover a autoconfiança nos pais e nas mães
• Aplicar os conhecimentos adquiridos ao seu trabalho com famílias.
METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO E AVALIAÇÃO
Apesar dos necessários momentos de exposição, sendo uma formação de apenas 7h assenta numa metodologia teórico- prática para que as descobertas se realizem entre a exposição do formador e a experiência dos exercícios propostos.

DIAS 29 de junho de 2016
HORÁRIO 10h00 às13h00 e das 14h00 às 18h00
DURAÇÃO 7 horas
LOCAL Auditório da Sede da EAPN Portugal: Rua Costa Cabral
INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal: 20€ // Não associados: 30€
PÚBLICO-ALVO Profissionais que intervenham com famílias
ÁREA DE FORMAÇÃO 090 – Desenvolvimento Pessoal
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Formação presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação e aproveitamento no final da formação.
FORMADORA: Ângela Coelho
Psicóloga e coach, especialista em coaching parental), co-autora do primeiro livro de coaching parental português – “Family Coaching – 36 desafios para pais extraordinários”, baseado na experiência de trabalho com pais e mães em diferentes contextos.
As inscrições são limitadas a 25 participantes e devem ser realizadas até ao próximo dia 20 de junho para:
EAPN Portugal/Núcleo Distrital do Porto

Rua das Taipas, 83, 2º Porto
Telefone: 22 2086061 | porto@eapn.pt

Responsabilidade Social e Desenvolvimento Local


AÇÃO DE FORMAÇÃO, Setúbal


AVALIAÇÃO DE IMPACTO NA INTERVENÇÃO SOCIAL


O que é a avaliação de impacto? O que a difere de outros tipos de avaliação? Qual a sua utilidade ou importância? Como avaliar o nosso contributo para determinada mudança? Há, no léxico atual, um grande enfoque nas questões da eficácia e eficiência dos projetos e intervenções, mas estaremos efetivamente a compreender como e porque acontecem as mudanças e que iniciativas contribuem para a superação dos problemas sobre os quais atuam as organizações? Esta formação oferece uma visão geral sobre as tendências atuais na avaliação e uma aprendizagem focada na experiência de como pode uma organização do 3º Setor desenvolver e implementar um processo de avaliação de impacto simples e útil, que permita responder às questões: que diferença faz o nosso trabalho? Como e porque acontecem as mudanças? Qual o meu contributo para essa mudança?
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
1. Conceito, importância e tendências da avaliação
2. Planeamento, monitorização e avaliação – interligação e contributo para o sucesso da intervenção
3. Tipologias de Avaliação
4. Preparação da Avaliação
5. Metodologias de Avaliação de Impacto
6. Teoria da Mudança – Definição, Desenvolvimento e Utilização
7. Mapeamento de Resultado
OBJETIVO GERAL
Dotar as/os participantes de conhecimentos sobre avaliação dos impactos de um projeto ou intervenção, mapeamento de resultados e definição de um Plano de Avaliação.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
- Conhecer o que é o impacto e a sua importância e as principais abordagens para avaliar o impacto de um projeto/ intervenção
- Capacitar para medição de resultados de um projeto/intervenção em termos de mudanças de comportamento, ações ou relacionamentos
- Dotar as/os participantes de conhecimentos sobre o que é uma Teoria da Mudança e como são desenvolvidas
- Conhecer a relação entre planeamento, monitorização e avaliação e capacitar para o uso de ferramentas ou instrumentos de planeamento e avaliação
METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO E AVALIAÇÃO
Metodologias de Educação Não-Formal facilitadoras da apropriação dos conteúdos e maior experimentação/confrontação com potenciais dificuldades a lidar no futuro. Esta abordagem complementa a dimensão mais expositiva dos conteúdos teóricos, com a implementação de exercícios práticos, facilitando a aprendizagem entre pares e a cooperação/trabalho em equipa.

DIAS 12, 13 e 20 de outubro 2016
HORÁRIO 10h às13h e das 14h00 às 17h00
DURAÇÃO 18h
LOCAL Centro Infantil do Centro Comunitário da Quinta do Conde – Rua Rio Liz, Quinta do Conde – Sesimbra (tlm de contacto/Filipa Barreiros): 918037564)
INSCRIÇÃO Associados/as da EAPN Portugal:45€ // Não associados/as: 75€
PÚBLICO-ALVO Profissionais e dirigentes de organizações de intervenção social
ÁREA DE FORMAÇÃO 762 – Trabalho Social e Orientação
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Formação presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados/as da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação e aproveitamento no final da formação
FORMADOR João Mesquita.
Mestre em Desenvolvimento e Cooperação Internacional e licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG – UL), realizou a sua tese final de mestrado sobre “A Cultura da Avaliação no sector da Cooperação para o Desenvolvimento em Portugal”. Foi Coordenador Geral da Associação PAR – Respostas Sociais e membro da Direção do Conselho Nacional de Juventude, tendo colaborado com diversas organizações enquanto consultor e formador em áreas como o Planeamento Estratégico, Desenho de Projetos, Elaboração de Candidaturas, Estratégias de Angariação de Fundos e Avaliação de Projetos. Membro da Sociedade Europeia de Avaliação, da Bolsa de Avaliadores do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, IP e da Bolsa de Avaliadores da Agência Europeia de Execução do programa de Educação, Audiovisual e Cultura (EACEA), é especialista no uso de metodologias de Educação Não Formal como ferramenta privilegiada de trabalho participativo com grupos.
Em 2015 fundou a Coatl – Consultoria para o Desenvolvimento, tendo experiência de avaliação em Portugal, vários países europeus, africanos e no Brasil.

As inscrições são limitadas a 25 participantes e devem ser realizadas até ao dia 3 de outubro para:
EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Setúbal

Rua D. João II, nº 14 r/c Dto. 2910-548 Setúbal
Tel: 265535330 ; 963859266 | E-mail: setubal@eapn.pt

Exposição, Leiria, até 17 de Junho




NÚCLEO DISTRITAL DE LEIRIA
EXPOSIÇÃO PARA VISITAR ATÉ 17 DE JUNHO

“No âmbito do estágio curricular do curso de Educação Social da ESECS do IPL, a estagiária Carina Jerónimo, desenvolveu um projeto, denominado Inclophoto, que utilizou a metodologia do Photovoice. O trabalho foi desenvolvido com o Conselho Local de Cidadãos (CLC) da EAPN Portugal, constituído por pessoas que experienciam ou experienciaram situações de pobreza e exclusão social.
...
O objetivo do projeto consistiu, assim, em compreender como é que as pessoas percepcionam a sua inclusão/exclusão na sociedade e o que pode ser feito para aumentar a sua inclusão.
Neste sentido, foram realizadas 5 sessões com 6 participantes do Conselho Local de Cidadãos da EAPN Portugal, onde em cada sessão os/as participantes apresentavam as fotografias e discutiam de que forma é que estas respondiam às questões que lhes iam sendo colocadas. Foram três as questões colocadas aos/às participantes:
1. Quando é que me senti/sinto incluído/a pela sociedade?
2. Quando é que me senti/sinto excluído/a pela sociedade?
3. O que é que ainda é necessário fazer para aumentar a inclusão de pessoas que vivem em situações como a minha?
O resultado do trabalho está agora patente na ESECS do IPL, no edifício 1, até ao próximo dia 17 de junho, prevendo-se a sua itinerância.
Estão, desde já, convidados/as a visitar a exposição!”
+ info:
Patrícia Grilo
Técnica do Núcleo Distrital de Leiria
leiria@eapn.pt
EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua Miguel Franco, lote 8, 102, loja 1 e 2
2400-191 Leiria
Tel. +00351 244 837 228 Fax: + 00351 244 837 229
www.eapn.pt
Ver Mais

Dia Internacional de Sensibilização sobre a Prevenção da Violência contra as Pessoas Idosas


DIA INTERNACIONAL DE SENSIBILIZAÇÃO 
SOBRE A PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS PESSOAS IDOSAS

"De modo a assinalar o Dia Internacional de Sensibilização sobre a Prevenção da Violência contra as Pessoas Idosas – 15 de junho, realiza-se no âmbito do projeto interconcelhio “Bem Envelhecer” um Flash Mob que terá lugar na Praça da República (Braga), pelas 11 horas.
Envolve a participação de seniores e jovens.
...
+ info:
Isabel Amorim
Técnica do Núcleo Distrital de Braga
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
braga@eapn.pt
Rua Ana Teixeira da Silva, n.º 34, 1º Esq.
4700-251 Braga
Tel. + 00351 253 331 001 Fax: + 00351 253 331 002
www.eapn.pt

Workshop, Leiria


“O funcionamento das instituições europeias e a Estratégia 2020”, dia 20 de junho, das 14h30 às 16h30, nas instalações do Núcleo Distrital de Leiria.
O referido Workshop destina-se a entidades associadas e membros do Conselho Local de Cidadãos da EAPN Portugal, bem como as organizações do terceiro setor e entidades públicas.
...
+ info:
Patrícia Grilo
Técnica do Núcleo Distrital de Leiria
leiria@eapn.pt
EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua Miguel Franco, lote 8, 102, loja 1 e 2
2400-191 Leiria
Tel. +00351 244 837 228 Fax: + 00351 244 837 229
www.eapn.pt

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Encontro Distrital de Associados, Beja



Encontro distrital de associados
eapn portugal- 
rede europeia anti-pobreza
Beja 7 de junho
Jardim publico



Programa provisório

10 horas - 17 horas

mercado solidário - exposições de fotografias - feira do livro reutilizado – almoço partilhado - futebol de rua

espetáculo de magia para as crianças - grupos corais - animação musical – Campanhas da  EAPN Portugal

acordeonistas – demonstração de boccia do CPC Beja – jogos tradicionais – bombos do CSCR Bairro da Esperança

massagens terapêuticas com a Halovida – CAO dancing do CPC Beja – Rancho Folclórico da CERCIBEJA –

KidZone Educacional dos Heróis da Água – Rufar e Bombar - 



Horário das atividades


10h00m
Apresentação das intervenções dos Associados
Animação musical e Acordeonistas
Abertura do mercado solidário
Exposições de fotografias
Campanhas da EAPN Portugal
Feira do livro reutilizado
Bombos do CSCR Bairro da Esperança
 Kid Zone Educacional dos Heróis da Água
10h30m
Animação musical e Acordeonistas
Espetáculo de magia para as crianças
 Massagens terapêuticas com a Halovida

11h00m

Animação musical e Acordeonistas

  Demonstração de boccia do CPC Beja

 CAO dancing do CPC Beja

Rancho Folclórico da CERCIBEJA

13h00m
Gaspacho com peixe frito (almoço disponibilizado pela EAPN aos associados)
15h00m
Animação musical e Acordeonistas
Grupo Coral Juvenil OS DISCIPULOS
Pedro Agostinho
Animação musical
…….
e
surpresas




+ info:
Anselmo Prudêncio
Técnico do Núcleo Distrital de Beja
EAPN Portugal/ Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua do Jornal Ala Esquerda 20
7800-301 Beja
Tel. + 00351 284 325 744 Fax: + 00351 284 325 745

AÇÃO DE FORMAÇÃO, Braga


METODOLOGIA DE CUIDADOS HUMANITUDE® - 
A IMPORTÂNCIA DA RELAÇÃO E A SUA PROFISSIONALIZAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS

Humanização, qualidade, eficiência, promoção da autonomia e funcionalidade, corresponsabilização, respeito pela individualidade e privacidade, são alguns exemplos de princípios de funcionamento que, por serem considerados essenciais, estão legalmente estatuídos para as respostas sociais e de saúde, mas ainda sem metodologias de implementação, avaliação e certificação que lhes sirvam de linhas orientadoras.
A Humanitude® é a primeira resposta objetiva e estruturada para tais conceitos, partindo das regras de arte na Relação humana, até à criação da cultura organizacional e sua gestão operacional.



CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

- Cultura de Cuidados
- Definição de Cuidador
- Regras de Arte dos cuidados
- Filosofia de Cuidados Humanitude
- Definição de Pessoa
- Metodologia de Cuidados Gineste-Marescotti:
 - O Pilar do Olhar
 - O Pilar da Palavra
 - O Pilar do Toque
 - O Pilar da Verticalidade
 - Comportamentos de Agitação Patológica
 - Captura Sensorial
 - As Memórias
- Manutenção Relacional
- O Cérebro e alterações cognitivas


OBJETIVOS GERAIS
É objetivo do curso que os formandos:
Compreendam a filosofia de prestação de cuidados Humanitude;
Apliquem técnicas cuidativas e relacionais da Metodologia de Gineste-Marescotti.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
- Consciencialização da Relação como ferramenta de trabalho nas dependências.
- Apresentação e uso dos seus pilares


METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO E AVALIAÇÃO
As metodologias utilizadas serão: ativa, interrogativa, expositiva e demonstrativa. Casos Práticos, Role-Playing.
Serão realizados momentos de avaliação. Prevê-se uma avaliação de conhecimentos no final. Será também realizada uma avaliação da satisfação com a formação.


DIAS 29 de Junho de 2016
HORÁRIO das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00
DURAÇÃO 7 horas
LOCAL Núcleo Distrital de Braga da EAPN (Rua Ana Teixeira da Silva, n.º 34, 1º Esq., Real, 4700-251 Braga)
INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal: 20€ // Não associados: 30€
PÚBLICO-ALVO Técnicos(as) superiores, diretores(as) técnicos(as), coordenadores(as) de equipas/ projetos e dirigentes de entidades públicas e privadas.
ÁREA DE FORMAÇÃO 762 – Trabalho Social e Orientação
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Contínua, de atualização
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Número de ordem de receção da ficha de inscrição// Associado da EAPN Portugal
CERTIFICADO DE FORMAÇÃO implica a Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação

FORMADORA Rosa Melo. Licenciada em Enfermagem na Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca, Especialista em Enfermagem Médico-cirúrgica - Mestre em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
Doutora em Enfermagem pela Universidade Católica com o tema “Estratégias promotoras do desenvolvimento de competências relacionais de ajuda: o contributo dos dirigentes”.
Professora Adjunta na ESEnfC, leciona, entre outas, a cadeira de Filosofia da Humanitude aplicada à prática dos cuidados de enfermagem.
Diretora de investigação do IGM Portugal.

As inscrições são limitadas a 15 participantes e devem ser enviadas até ao dia 21 de Junho para:
EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Braga
Rua Ana Teixeira da Silva, N.º 34, 1º Esq.- 4700-251 Braga
Telefone: 253 331 001 / Fax: 253 331 002 /  E-mail: braga@eapn.pt