Follow by Email

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

V Fórum Direitos e Cidadania


A EAPN Portugal organizou, no INATEL da Costa da Caparica o V Fórum Nacional com Pessoas em Situação de Pobreza. O programa conta com vários grupos de trabalho que durante os dois dias abordarão temas como o contexto de crise e a sua influência no quotidiano; orçamento de referência; recursos para garantir o bem-estar; estratégias de mobilização dos cidadãos no combate à pobreza e à exclusão social; linhas de trabalho, para 2014, entre os Conselhos Consultivos Locais. Cerca de 80 pessoas em situação de pobreza e exclusão social irão debruçar-se, com diversos técnicos e dirigentes, sobre estas matérias.

«Temos procurado promover a cidadania e a participação das pessoas que vivem ou viveram em situação de pobreza e/ou exclusão social, particularmente entre os grupos sociais mais desfavorecidos. Este desígnio encontra-se na raiz do pensamento e da filosofia de atuação da EAPN - dar voz às pessoas que normalmente não a têm», afirma o presidente da EAPN Portugal, Padre Jardim Moreira. A EAPN tem promovido o desenvolvimento de movimentos de cidadania, quer a nível distrital – através dos grupos locais de pessoas em situação de pobreza – quer a nível nacional, com a constituição do Conselho Consultivo Nacional, e ainda a nível europeu, com a participação no Encontro Europeu de Pessoas em Situação de Pobreza e de Exclusão Social.

De acordo com o tema do Ano Europeu dos Cidadãos, o presidente da EAPN Portugal, «considera-se importante que, num contexto de plena austeridade e perda de direitos sociais, se acentue o papel relevante que os cidadãos assumem na defesa dos direitos humanos, sobretudo das pessoas que se encontram em situação de maior fragilidade».
Objetivos específicos do encontro:

►         Reconhecer o direito das pessoas em situação de pobreza e exclusão social a viverem com dignidade e a participar plenamente na sociedade;
►         Auscultar as pessoas em Situação de Pobreza e/ou Exclusão Social, sobre os vários sistemas com que interagem no seu quotidiano, promovendo o direito a serem escutadas em temas que diretamente influenciam a sua vida;
►         Ativar competências pessoais e sociais através da criação de um espírito de proximidade e de equidade entre todos os participantes promovendo a participação cívica. 
►         Promover o diálogo entre entidades públicas com responsabilidade nas diversas áreas da intervenção e as opiniões, críticas e desejos das Pessoas em Situação de Pobreza.

►         Dar visibilidade à temática da luta contra a pobreza e a exclusão social.

Para ver mais fotografias deste evento pode aceder ao facebook da EAPN Portugal