Follow by Email

sexta-feira, 7 de julho de 2017

AÇÃO DE FORMAÇÃO, Viana do Castelo


Avaliação de desempenho como processo de melhoria das organizações


As pessoas são o maior ativo de qualquer organização, sendo esta afirmação ainda mais pertinente no chamado sector social, onde as pessoas, suas atitudes, competências e organização são determinantes na qualidade e sucesso das respostas sociais proporcionadas aos problemas que as comunidades, as famílias e a sociedade em geral enfrentam. A avaliação de desempenho nestas organizações é uma oportunidade de melhoria individual e coletiva, com vista a um aumento da qualidade dos serviços prestados e do desempenho das diferentes equipas e da organização como um todo. Mas gerir e avaliar o desempenho de pessoas e equipas tem que ser mais que definir objetivos e avaliar resultados. Deve ser um processo coletivo e legitimado por todos/as os/as que nele vão participar. Focar-se na aferição das condições proporcionadas para alcançar esse sucesso, na análise dos processos de planeamento e definição de prioridades e responsabilidades, na avaliação da coerência das políticas internas de Gestão de Recursos Humanos e da operacionalização das medidas planeadas.


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS


1.   Acolhimento e apresentação de programa e formandos; Avaliação inicial de conhecimentos
2.   Avaliação e avaliação de desempenho: gestão de pessoas e equipas, modelos e tipos de avaliação de desempenho
3.   Avaliação de desempenho no setor social: modelos e práticas; processo de definição e implementação do modelo de avaliação de desempenho; ferramentas de avaliação de desempenho; métodos participativos de definição e construção de um modelo de avaliação de desempenho; definição de objetivos; momentos de avaliação de desempenho (individual e coletivo)
4.   Análise de resultados, feedback e melhoria continua







OBJETIVO GERAL // OBJETIVOS ESPECÍFICOS
·          Definir Avaliação de Desempenho;
·           Identificar os diferentes tipos e modelo de Avaliação de Desempenho
·          Compreender o processo de definição e desenvolvimento de um modelo de Avaliação de Desempenho;
·          Definir objetivos para a Avaliação de Desempenho;
·          Compreender a importância de implementar processos participativos como garante da legitimidade do processo de Avaliação de Desempenho;
·         Analisar os resultados do processo de Avaliação de Desempenho.
METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO E AVALIAÇÃO
Abordagem pedagógica: Educação Não Formal e Entre Pares. Metodologias: ativas, expositivas e interrogativas. Avaliação: inicial, formativa e sumativa (com recurso a metodologias participativas)



DIAS 18 e 19 Setembro 2017
HORÁRIO 9h30 - 13h00 |14h00 - 17h30
DURAÇÃO 14 horas
LOCAL EAPN Viana do Castelo – Rua Salvato Feijó - Torre Active Center, 1º Andar Loja AA Viana do Castelo
INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal:35.00 € // Não associados: 55.00€
PÚBLICO-ALVO Chefias intermédias, membros de direção, gestores/as da qualidade, direções técnicas, técnicos/as e coordenadores/as
PRÉ- REQUISITOS Conhecer relativamente bem a organização que representam, a sua equipa, políticas internas, os seus projetos, missão, visão e valores; Ter noções básicas de gestão das organizações e de Recursos Humanos.
ÁREA DE FORMAÇÃO 345 – Gestão e Administração
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Formação presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação e aproveitamento no final da formação.
FORMADOR João Mesquita - Fundador e sócio-gerente da Coatl – Consultoria para o Desenvolvimento, é licenciado em Economia e mestre em Desenvolvimento e Cooperação Internacional pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG – Universidade de Lisboa). Trabalha como formador desde 2010 e como consultor para o Terceiro Sector desde 2013 em temas como Monitorização e Aavaliação, Planeamento Estratégico e desenvolvimento e implementação de Estratégias de Angariação de Fundos, privilegiando o uso de metodologias participativas e abordagens pedagógicas não-formais e de educação entre pares. Ao longo do seu percurso profissional trabalhou com organizações como o Conselho da Europa, Alto Comissariado para as Migrações (ACM, IP), Fundação Calouste Gulbenkian, Fórum Europeu de Juventude (YFJ), EFUS – European Forum for Urban Security, Conselho Nacional de Juventude, Plataforma Portuguesa das ONGD, Médicos do Mundo, APF – Associação para o Planeamento Familiar, EAPN – Rede Europeia Anti-Pobreza), entre muitas outras IPSS, ONG, Associações Juvenis, Cooperativas e Municípios.
INSCRIÇÕES
As inscrições são limitadas a 20 formandas/os e devem ser realizadas até 11 Setembro 2017! Após confirmação da sua inscrição, e da efectiva realização da acção de formação, o pagamento deve ser efectuado, por transferência bancária, até à data limite de 11 Setembro 2017.

Para formalizar devidamente a inscrição, a ficha de inscrição (em anexo ao e-mail) deve ser preenchida e devolvida, juntamente com o  comprovativo do pagamento para:




Nenhum comentário:

Postar um comentário