Follow by Email

sexta-feira, 28 de março de 2014

FÓRUM COMUNIDADES CIGANAS



FÓRUM COMUNIDADES CIGANAS

Casa da Cultura de Beja

9 de abril

Programa provisório

10.00h Receção dos/as participantes e entrega da documentação 
Sessão de Abertura 
Câmara Municipal de Beja
 Centro Distrital de Segurança Social de Beja
 EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
 11.00h Sessões Temáticas
 - Formação ao longo da vida – Sofia Santos
 - Habitação - Alexandra Castro
 - Saúde - André Clareza Correia 
12.30h Almoço 
14 00h Atuação do Grupo de Flamenco “Escolhas Vivas” de Vila Real de Sto. António
 Moderação – Gonçalo Farinho (Jornalista do Diário do Alentejo)
 14.20h Conferência de abertura
 Alto Comissariado para as Migrações *
 Fundación Secretariado Gitano 
15.20h Apresentação das conclusões das Sessões Temáticas e Comentários de Alexandra Castro, André Clareza Correia e Sofia Santos
 16.40h Debate
 17.00h Síntese e Conclusões – Marcos Olimpio 
* a confirmar

 Dinâmicas e atividades paralelas:
 Exposição de fotografias “comunidade cigana”, Feira do Livro Reutilizado, Exposição de livros temáticos sobre a comunidade cigana, Ação de sensibilização sobre saúde e sexualidade para jovens ciganos (Direção Regional Alentejo do IPDJ), Exposição de trabalhos dos formandos da comunidade cigana do IEFP de Beja, Demonstração musical da cultura cigana durante todo o dia, etc.

Objetivos

Promover o envolvimento e a participação de pessoas que se encontram em situações de pobreza e exclusão social e consolidar a intervenção técnica e os procedimentos entre os colaboradores da EAPN Portugal e agentes locais, numa perspetiva de consolidação regional, entre o Núcleo Sul (Portalegre, Évora, Beja, Faro, Lisboa e Setúbal) e, atores sociais que trabalham com esta temática, incluindo as Comunidades Ciganas e seus atores.
 O presente evento pretende fomentar a realização de uma reflexão conjunta sobre a presente problemática potenciando a criação de respostas e identificação de boas práticas.

Destinatários/as
 - Profissionais das diferentes organizações que, direta ou indiretamente, trabalham com Comunidades Ciganas
 - Mediadores/as ciganos/as e interlocutores/as nas Comunidades Ciganas 
- Docentes, investigadores/as e Estudantes,
 - Público em geral

Inscrição gratuita mas obrigatória até 4 de Abril – (limite: 20 participantes por Workshop)
 Enviar Inscrição para:
 EAPN Portugal/ Núcleo Distrital de Beja 
Rua do Jornal Ala Esquerda 20 7800-301 Beja Telf: 284325744 Fax: 284325745 n.beja@eapn.pt

Fotografia: daqui

SEMINÁRIO IBÉRICO


SEMINÁRIO IBÉRICO

“Respostas inovadoras inclusivas em tempos de crise”

Beja | 30 Abril | 2014

Auditório dos Serviços Comuns Instituto Politécnico de Beja

Programa provisório

09.00h Receção dos participantes e entrega da documentação
 09.30h Sessão de Abertura
 Centro Distrital de Segurança Social de Beja
Câmara Municial de Beja
Instituto Politécnico de Beja
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
 Painel 1 - Respostas inovadoras
 10.30h Projeto Flores de Esperança – Dulce Cachola
11.00h Projeto Aldeias Ribeirinhas de Alqueva – Silvia Morgado
 11.30h Projeto de Querença – João Ministro
12.00h Centro de Apoio a Idosos de Moreanes – Miguel Bento
 12.30h Moderação- Antonio Piteira (Doutorando no ISCTE)
 Almoço Livre
 Painel 2 - Respostas inclusivas
 14.00h Resposta Sénior - Ana Cardoso - Equipa do Livro Branco sobre a Solidariedade Intergeracional e envelhecimento ativo
 14.30h Respostas Sociais em Espanha – Javier Pérez Cepero - EAPN Andaluzia
15.00h Qualidade das Respostas Sociais – Paulo Teixeira - Logframe
 15.30h Estudo do Rendimento Adequado em Portugal – José António Pereirinha *
 16.00h Debate
 16.30h Encerramento com animação musical
 Moderação - Ana Fernandes (Docente no Instituto Politécnico de Beja)
*a confirmar

ENQUADRAMENTO

« A reemergência do local e a descentralização das políticas sociais gerou em muitos países, o esforço unificador e centralizador destinado a conferir inovação, força e eficácia ao estado nacional moderno e conduziu à supressão de muitas das particularidades locais, incluindo as formas de organização e as expressões identitárias. Consolidado o estado nacional, vários fatores como a distância dos cidadãos ao poder, a ineficácia de uma cidadania abstrata e homogeneizadora e a falta de participação democrática vieram forçar a uma maior atenção ao espaço social local. No domínio das políticas sociais, a proximidade entre a origem dos problemas e a sua sede de resolução revela-se altamente desejável e isto explica o facto de muitos países terem adotado um sistema de forte descentralização ou de localização das políticas, designadamente no campo inovador assistencial coletivo e individual. É neste sentido que o Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal relança o debate para uma maior localização de respostas inovadoras, sem esquecer o papel do individuo como agente voluntário e revestir o sector do voluntariado da maior celeridade no sentido de provocar uma maior eficácia.
O presente tema surge da preocupação manifestada pelos acores sociais da região e é nosso propósito suscitar o interesse da sociedade civil e da responsabilidade social de cada um e de todos para uma oportunidade que é cada vez mais transversal a toda a sociedade, independentemente da sua classe social, religião ou raça. Pretendemos à semelhança dos anos anteriores despertar as consciências e enaltecer esta oportunidade como forma de combater a pobreza e capacitar os atores para uma intervenção mais adequada.

Objetivo Geral:
 Dar a conhecer as linhas gerais de orientação para um conhecimento recíproco das formas como se pode combater a pobreza.

Objetivos Específicos:
 - Aprofundar as novas necessidades emergentes do apoio ao investimento como forma de combater a pobreza;
 - Conhecer os programas de apoio relacionados com esta intervenção social e a forma de lhes aceder.
 - Partilha de conhecimentos entre os diferentes atores;
 - Lançar pistas para intervenções mais eficazes e inovadoras;
 - Capacitar os participantes para uma intervenção ética e tecnicamente adequada.

Destinatários:
 Assistentes Sociais, Idosos, Psicólogos, Auxiliares de Geriatria, Sociólogos, Investigadores Sociais, Técnicos de Saúde, Técnicos de Educação, Estudantes, Formadores, Professores, Dirigentes de ONG, Autarcas, Sociedade Civil em geral. »

+ info:
 Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal
 Rede Europeia Anti-Pobreza
 Rua do Jornal Ala Esquerda 20 7800-301 Beja
 Telefone 284325744 Fax 284325745
 n.beja@eapn.pt

"O papel da Luta Contra a Pobreza no Futuro da Europa"


A EAPN Europa está a dinamizar uma campanha europeia intitulada ”Eleger defensores de uma Europa Social", assente neste MANIFESTO.


3 propostas para uma Europa mais Social e com maior participação

 
• Um Pacto Social para uma Europa Social;


• Uma estratégia da UE eficaz no combate à pobreza, exclusão social, desigualdade e discriminação; 


• Fortalecer democracia e a participação da sociedade civil.



Assim, a EAPN Portugal que está a organizar o seminário “ O Papel da Luta Contra a Pobreza no Futuro da Europa”,  a realizar no próximo dia 16 de abril, na Sala do Senado da Assembleia da República,  onde serão distribuídos cerca de 200 postais, acção integrada na referida campanha, onde se apela à defesa de uma Europa Social. 


O presidente da EAPN Portugal, Padre Jardim Moreira, convidou todos os partidos políticos a estarem presentes neste encontro.  «As Eleições Europeias que se avizinham constituem um marco importante no futuro da Europa. Num contexto de recessão económica, as politicas macroeconómicas baseadas na austeridade conduziram a um agravamento do desemprego e das situações de pobreza e exclusão social. A Europa enfrenta hoje enormes desafios no que diz respeito à coesão social, à igualdade entre as regiões e à salvaguarda dos direitos humanos fundamentais. Acreditamos que as próximas eleições podem marcar a diferença através de uma aposta clara numa Europa Social forte, onde os direitos dos cidadãos são protegidos e onde a luta contra a pobreza e a exclusão social se assume como uma prioridade na agenda política», defende o presidente da EAPN Portugal, na carta enviada aos dirigentes políticos portugueses.





"O impacto da crise económica e social na vida das crianças e dos jovens"




Debate: o impacto da crise económica e social na vida das crianças e dos jovens - 
Escola Secundária de Monserrate, 2 de Abril, a partir das 10.00h

« O Núcleo Distrital de Viana do Castelo da EAPN Portugal em parceria com a Escola Secundária de Monserrate, promove um debate sobre o impacto da crise na vida das crianças e dos jovens, no próximo dia 2 de Abril, a partir das 10.00h, na Escola Secundária de Monserrate.
 O objectivo essencial é reflectir e debater qual o impacto da crise económica e social na vida das crianças e jovens, a partir da perspectiva das diversas entidades que estarão presentes, designadamente a CPCJ (Comissão de Protecção de Crianças e Jovens), o Núcleo Hospitalar de Apoio à Criança e Jovem em Risco – NHACJR, o Lar de Sta. Teresa e a Casa dos Rapazes de Viana do Castelo.
 Naturalmente que uma parte do público serão alunos e professores da Escola, mas o debate está aberto a todos os interessados, nomeadamente instituições sociais e as diversas entidades que se preocupem com a situação dos mais jovens, e a organização terá muito gosto na sua presença.»

+ INFO: 
Hélder Pena
 Núcleo Distrital de Viana do Castelo
EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
 Tel. +00351 258 817 034
 vianadocastelo@eapn.pt
 www.eapn.pt


terça-feira, 25 de março de 2014

Dia Mundial do Cigano; Beja já tem programa


Dia Mundial do Cigano
Dia 8 de Abril 
Casa da Cultura em Beja

PROGRAMA:
9 h – Receção dos participantes
9 h – Mercado participado
9 h – Feira do Livro reutilizado
9 h – Projeção das boas práticas culturais da comunidade cigana
9 h – Exposição de fotografias “comunidade cigana”
9 h – Exposição de livros temáticos sobre a comunidade cigana
10 h – Atelier de Percussão do Projeto Escolhas do CSCR do Bairro da Esperança
10 h – Exposição de trabalhos dos formandos da comunidade cigana do IEFP de Beja
10 h – Encontro Distrital de interventores sociais com as comunidades ciganas
Inscrições até 25 participantes
 10 h – Passagem do filme “desencontros” no Auditório da Casa da Cultura
10 h – Demonstração musical da cultura cigana durante todo o dia
11 h – Grupo Coral do Centro Social do Lidador
12 h – Mensagem da Câmara Municipal de Beja e Centro Distrital de Segurança Social de Beja
13 h – Almoço partilhado - Sopa de funcho
15 h – Workshop “partilha de boas práticas de intervenção nas comunidades ciganas”

Entradas Gratuitas

Fotografia: Sérgio Aires

+ INFO:
Anselmo Prudêncio
Núcleo Distrital de Beja
EAPN Portugal/ Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua do Jornal Ala Esquerda 20
7800-301 Beja
Tel. + 00351 284 325 744 Fax: + 00351 284 325 745


Estudo sobre Empregabilidade na Economia Social está em curso




ESTUDO 

sobre Empregabilidade na Economia Social

« Ao longo do ano de 2014, ao abrigo do protocolo EAPN Portugal/IEFP, IP, está a ser desenvolvido um estudo, de âmbito nacional, sobre empregabilidade na Economia Social.

O objetivo principal do estudo pretende caracterizar as organizações da economia social em Portugal, no que respeita a práticas de empregabilidade, particularmente à aplicação de políticas ativas de emprego. No seio destas, o estudo incidirá nas políticas que o próprio IEFP sinalizou como sendo aquelas às quais mais recorrem as organizações da Economia Social, sendo estas os Estágios Emprego, Estímulo 2013, CEI e CEI +. Interessam-nos também captar outras práticas de empregabilidade, nomeadamente organizações que actuem como entidades mediadoras integrando Gabinetes de Inserção Profissional (GIP) e ainda que dinamizem práticas de empregabilidade sem ligação directa com o IEFP, como são exemplo Clubes de Emprego, Grupos de Entreajuda, Contratos Locais de Desenvolvimento Social, entre outros.

Se a sua organização dinamiza alguma das práticas aqui referidas solicitamos a sua colaboração preenchendo a grelha aqui disponível, para desta forma o incluirmos na base de dados do estudo e o contactarmos, brevemente, para a sua colaboração.
 Dada a importância do conhecimento do universo com o qual iremos trabalhar para a definição dos instrumentos de metodologia mais adequados, solicitamos a sua resposta o mais breve possível, preferencialmente até 4 de Abril.»
 Para o envio da grelha e eventuais esclarecimentos contacte: julio.paiva@eapn.pt/liliana.pinto@eapn.pt / 225 420 808.

+ info: 
Liliana Pinto
 EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
 Departamento de Desenvolvimento e Formação
 liliana.pinto@eapn.pt
 Rua de Costa Cabral, 2368
 4200-218 Porto
 Tel. 00351 225420808 | Fax. 00351 225403250
 www.eapn.pt


segunda-feira, 24 de março de 2014

Workshop Intervenção Social com Comunidades Ciganas




Workshop Intervenção Social com Comunidades Ciganas 
| 10 de abril | 10h às 17h

«A InPulsar – Associação para o Desenvolvimento Comunitário, no âmbito do Projeto Daqui P’ra Cá, e em parceria com o Núcleo Distrital de Leiria da EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza, vai promover o Workshop Intervenção Social com Comunidades Ciganas, no dia 10 de abril, das 10h às 17h, no Núcleo Distrital de Leiria da EAPN Portugal.

Este workshop terá como principais objetivos:
 i) Promover um maior conhecimento sobre as características e os aspetos culturais que as comunidades ciganas apresentam, no sentido de promover a efetiva inclusão destas comunidades;
 ii) Sensibilizar e capacitar os/as participantes, no sentido de melhorar as respostas e as estratégias de intervenção;
iii) Dar a conhecer e promover a reflexão sobre metodologias e estratégias de intervenção;
iv) Fomentar o intercâmbio de experiências e boas práticas existentes neste domínio (nacional e europeu).

Para aceder ao programa e proceder à sua inscrição clique aqui:
 https://docs.google.com/forms/d/1Pgl4mIBvBNb0IoR6LCBzMFhxtDmE4_1_j1YJXaMwEm4/viewform?edit_requested=true

+ info:
 Patrícia Grilo
 Núcleo Distrital de Leiria
 leiria@eapn.pt
 EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
 Rua Miguel Franco, lote 8, 102, loja 1 e 2
 2400-191 Leiria
 Tel. +00351 244 837 228 Fax: + 00351 244 837 229
 www.eapn.pt

Fotografia: Rogério Ferrari


Eleições Europeias 2014 - Defenda os seus direitos, VOTE!





CAMPANHA

Eleições Europeias 2014 - Defenda os seus direitos, VOTE!
Porque 80% das decisões que o afetam vêm da Europa, defenda os seus direitos e vote nas próximas eleições, exija que os candidatos do seu país defendam o Modelo Social Europeu!


sexta-feira, 21 de março de 2014

Conversas com Pais


Conversas com Pais

«A convergência de vários caminhos, o cruzamento de várias pessoas vindas de vários lados, pessoas que não se conheciam e que num workshop formativo chamado Família+ foram tocados para sempre nas suas vidas e nos seus corações.
 Pessoas que não foram à toa que se encontraram, todas procuravam o mesmo: crescer e ganhar competências enquanto pais. Na formação foram-se conhecendo, evoluindo, partilhando e naturalmente surgiu a grande amizade que os une.
 Dessa amizade e da vontade de continuar a aprender e partilhar nasceu a “Conversa Com Pais“, sendo que já se realizou uma primeira experiência nesse âmbito, que segundo a opinião dos intervenientes correu muito bem e agora chegamos ao ponto em que queremos mais… mais partilha, mais convivência, mais conversa com outros pais.
 Neste contexto o Núcleo Distrital de Santarém da EAPN está a dar continuidade, neste ano 2014, a algumas das atividades desenvolvidas/iniciadas pelo Projeto Afetos+ -que decorreu em 2013 com financiamento da medida 7.7 do POPH-nomeadamente as Conversas com Pais desenvolvidas pelo Grupo Família+ (pais ex-formandos do Workshop Família+, protagonizado pelo Projeto Afetos+).
 Esta Conversa com Pais é dirigida a pais com filhos adolescentes (a frequentarem entre o 5º e o 9º ano de escolaridade) das Escolas do Agrupamento Ginestal Machado (inclui Escola Mem Ramires e a Ginestal Machado), a 1ª sessão foi realizada dia 14 de Março, e as próximas serão a 11 de Abril e 23 de Maio.»

+ INFO:
 Ricardina B. Dias
Técnica do Núcleo Distrital de Santarém
 EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
 santarem@eapn.pt
 Rua Prior do Crato, nº 2 ,
2005-364 Santarém
Telefone: 00351 243306279;
www.eapn.pt

Semana da Interculturalidade


Semana da Interculturalidade 
7 a 12 de abril 2014

«A interculturalidade, cada vez mais presente na nossa sociedade, exige um conhecimento mais aprofundado das várias culturas que integra. Apostar na interculturalidade é acreditar que se pode aprender e enriquecer através do diálogo e da convivência com a diversidade. Pretende-se que esta semana permita sensibilizar todos os cidadãos para a importância da construção de uma sociedade mais justa, igualitária e intercultural em que as diferenças sejam respeitadas.

A EAPN Portugal, em parceria com outras entidades, irá desenvolver um conjunto de atividades entre 7 e 12 de abril de 2014, a nível nacional.»

+ INFO:  Maria José Vicente - mj.vicente@eapn.pt | Sónia Lima - porto@eapn.pt

quarta-feira, 19 de março de 2014

MANIFESTO


MANIFESTO

Para erradicar a pobreza e a exclusão social ─ marcos de uma estratégia inadiável 

Introdução

Ao longo dos últimos meses, a EAPN Portugal, em colaboração e com a participação de um grupo alargado de organizações sociais de âmbito nacional, regional e local, diversas universidades e cidadãos e cidadãs  ,compartilhando experiência e saber, promoveu vários encontros procurando refletir sobre o impacto da crise nos direitos das pessoas que se encontram em situação de maior vulnerabilidade social. O objetivo é o de pôr em marcha um processo participado de análise e agregação de ideias e posteriormente chegar a um consenso sobre uma Estratégia nacional de Erradicação da Pobreza e da Exclusão Social em Portugal.

O presente documento condensa o primeiro resultado dos referidos encontros e pretende ser um ponto de partida para o debate e a reflexão de todos os agentes económicos e sociais implicados na luta contra a pobreza.

Identificação e análise do problema


a) Enquadramento 

A Pobreza e a Exclusão Social são problemas estruturais da sociedade portuguesa. Não são fruto do acaso nem uma inevitabilidade. As suas raízes são profundas e decorrem do modo como a sociedade e a economia estão organizadas, assente num modelo económico baseado em baixos salários, que tende a desvalorizar o fator trabalho e que é sustentado na desigualdade com que se reparte a riqueza e o rendimento.

Por outro lado, assistimos ao recente agravamento daqueles problemas, associado diretamente a uma conjuntura de forte recessão económica, cujas consequências mais visíveis são o desemprego, o emprego precário e o empobrecimento generalizado da população. A crise económica e social que assola o país deve ser encarada como uma oportunidade de mudança de paradigma, valorizando o respeito pelos direitos humanos e uma sociedade democrática assente nos valores da dignidade humana, da justiça social e da responsabilidade coletiva.
A definição de uma Estratégia de Erradicação da Pobreza e da Exclusão Social implica uma mudança de paradigma, que inclui, designadamente, alterações profundas no modo de entender o desenvolvimento económico e definir as correspondentes prioridades. A intervenção da Troika e a austeridade imposta à sociedade têm subjacentes a ideia de que o crescimento económico, por si só, resolve os problemas sociais. No entanto, é sabido que nem todos os modelos de crescimento económico conduzem à redução da Pobreza, e que esse crescimento até pode coexistir com o agravamento desse fenómeno. Daí a necessidade imperiosa de configurar as políticas públicas recentrando as prioridades nas pessoas e não nos mercados financeiros, por mais importantes que estes continuem a ser do ponto de vista instrumental.

A Pobreza não é uma questão residual e não se resolve apenas com ações de assistência social. Esta é necessária para acorrer a situações urgentes, mas não atinge as causas. Também as políticas sociais, indispensáveis para fazer frente no imediato às situações de pobreza extrema, devem ser reforçadas, ainda que a sua eficácia na redução sustentada da Pobreza no longo prazo seja fortemente limitada. O combate à Pobreza e Exclusão requer, também, uma gama vasta de outras políticas públicas, nomeadamente uma política económica que, além do mais, assegure uma repartição primária do rendimento menos desigual.


b) A oportunidade

A atual conjuntura, apesar dos constrangimentos existentes, pode revelar-se favorável à implementação de uma Estratégia nacional de erradicação da Pobreza e da Exclusão Social, desde que exista vontade política nesse sentido. A oportunidade é reforçada pelo atual período de financiamento comunitário (2014-2020), que integra a dedicação, obrigatória para os Estados-Membros, de 20% do FSE para o combate à Pobreza.

Propostas

a) Princípios orientadores de uma estratégia

Em 2008, a Assembleia da República considerou, em duas resoluções, por consenso, a pobreza como uma violação de Direitos Humanos. Esta resolução tem constituído “letra morta”; importa chamar a atenção para a sua existência, para que se possa definir e aprovar um diploma legal com uma Estratégia nacional de erradicação da Pobreza e da Exclusão Social.

Propomos como princípios orientadores os seguintes:

Políticas sociais baseadas em Direitos Humanos, nas áreas do trabalho digno, de serviços públicos de qualidade e de habitação digna. A este nível salientamos a necessidade de a Assembleia da República se dotar de um mecanismo de avaliação de impacto das políticas macro e sectoriais sobre a incidência da pobreza, ambição esta várias vezes mencionada e, inclusivamente, elemento constante da supracitada resolução.

Uma economia sustentável que tenha como um dos seus objetivos prioritários a erradicação da Pobreza, nomeadamente através do combate às desigualdades económicas e territoriais, e uma distribuição mais justa do rendimento resultado de empregos de qualidade e do acesso universal a serviços básicos de qualidade, designadamente de educação e de saúde. Investimento no apoio social com caráter preventivo, pressupondo uma visão holística da intervenção e da ação em cada um dos domínios do bem-estar e que seja mais próximo das pessoas e à medida dos problemas apresentados (respeitando as especificidades territoriais e de determinados grupos / pessoas).

Intervenção de longo prazo, a par das necessárias soluções de curto prazo, desenhada segundo a perspetiva ecológico-sistémica e que contribua para a consolidação de territórios menos vulneráveis.
Distribuição geográfica mais racional das ações, numa lógica de descentralização para um modelo mais próximo das redes sociais locais e que pressuponha uma parceria efetiva entre todos os atores sociais.
Participação das partes interessadas no desenho, implementação, monitorização e avaliação dos resultados.
Promoção de ações de capacitação/qualificação dos serviços públicos e das organizações da sociedade civil que atuam no domínio da luta contra a pobreza.

b) Proposta de roadmap / condições para a elaboração da estratégia 

Uma Estratégia desta natureza implica um processo de concertação e responsabilização partilhada entre vários organismos públicos e privados.
É necessário reforçar o diálogo social e cívico e que esse diálogo possa constituir um importante instrumento do processo legislativo.
É necessário criar um grupo interinstitucional, cuja composição deverá espelhar a multidimensionalidade dos fenómenos da Pobreza e da Exclusão Social, e cuja missão deverá ser a da definição de uma Estratégia nacional, que identifique os problemas e implemente um conjunto de medidas que previnam e combatam a Pobreza e a Exclusão Social.

A coordenação nacional da Estratégia e sua implementação deverá estar a cargo do Primeiro-ministro, que deverá dispor de um organismo técnico de apoio e de um órgão de participação que integre representantes dos diferentes ministérios, do poder local, das organizações sociais, pessoas que diretamente experienciam situações de pobreza e/ou exclusão, e individualidades particularmente qualificadas na matéria. Apesar da coordenação nacional, a governação deve ser participada e descentralizada ao nível local. As autarquias e as Redes Sociais concelhias têm aqui um papel fundamental no reforço e mobilização dos cidadãos e cidadãs e na implementação das intervenções.

c) Ações subsequentes
Alargar o debate agora iniciado com o objetivo explícito de evidenciar que a pobreza não é somente ou exclusivamente um problema das pessoas em situação de pobreza, mas constitui um défice de qualidade da nossa vivência democrática e um fator de debilitação da coesão social.
Realizar um Seminário subordinado ao tema “ O papel da Luta Contra a Pobreza no futuro da Europa”, a efetuar na Sala do Senado da Assembleia da República, 16 de abril de 2014, às 10:00 horas. Este Seminário contará com a presença dos representantes dos Grupos Parlamentares.

Conferência de Imprensa de apresentação do Manifesto (data a definir)
Elaboração de um documento de tomada de posição com propostas concretas para uma Estratégia nacional de combate à Pobreza.

17 de Março de 2014


Subscritores do Manifesto até ao momento:
Alcides Monteiro, Alfredo Bruto da Costa, ANIMAR, APAV, APDSI, APF, Caritas Portuguesa, Carlos Farinha Rodrigues, FENACERCI, Fernanda Rodrigues, CESIS, EAPN Portugal, Elza Chambel, Francisco Branco, Instituto de Apoio à Criança, José Pereirinha, Maria Joaquina Madeira, Maria Manuela Silva, Pedro Hespanha, Saúde em Português, Sérgio Aires.

terça-feira, 18 de março de 2014

Ação de formação, Aveiro


AÇÃO DE FORMAÇÃO
 Parentalidade Positiva

 As famílias enfrentam imensos desafios, não só decorrentes da atual conjuntura económica, mas também das mudanças que ocorrem a nível social e educacional. Ser pai/mãe hoje não é fácil, mas é possível desenvolver competências que podem ajudar no papel de educadores e contribuir para um desenvolvimento mais saudável das crianças. É igualmente reconhecido o valioso e fundamental papel que os técnicos têm na capacitação dos pais para o desempenho dessas competências e no apoio aos mesmos perante as dificuldades sentidas neste caminho que, apesar de maravilhoso, nem sempre é fácil.
 Com esta formação pretende-se descobrir e construir em conjunto estratégias que facilitem a relação dos técnicos com as famílias, tendo por base os princípios da parentalidade positiva.
 DIAS 3 e 10 de abril de 2014
 HORÁRIO 10h00 – 12h30 | 14h00 – 17h30
 DURAÇÃO 12 horas
 LOCAL Núcleo Distrital de Aveiro da EAPN Portugal | Estrada Nova do Canal, n.º 111, R/C Dto., Vera Cruz, 3800-236 Aveiro
 INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal: 30€ // Não associados: 50€
 PÚBLICO-ALVO Profissionais e voluntários que desenvolvem atividade junto da família e da comunidade
 ÁREA DE FORMAÇÃO 762 – Trabalho Social e Orientação
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
 FORMA DE ORGANIZAÇÂO Formação presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
 CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação
 FORMADORA
Mafalda Branco. Mãe, Psicóloga, Coach e Formadora. A sua experiência é totalmente centrada na área do comportamento e do desenvolvimento pessoal, com especial enfoque na Educação, uma das suas paixões. É licenciada em Psicologia do Desenvolvimento, pela Universidade de Coimbra. Tem pós-graduação em Mediação de Conflitos. Tem Certificação Internacional em Coaching (membro 7019 da ICC). É formadora acreditada pelo IEFP e pelo CCPFC. É co-Autora do Projeto EduCoaching – Criatividade e Idealização. Mais informação em: http://www.dooutroladodoespelho.pt/

As inscrições são limitadas a 15 participantes e devem ser realizadas até ao próximo dia 31 de março para:
 EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Aveiro
Estrada Nova do Canal, n.º 111, R/C Dto., Vera Cruz, 3800-236 Aveiro
Tel: 234 426 702 | Fax: 234 426 246 | E-mail: aveiro@eapn.pt

segunda-feira, 17 de março de 2014

Exposição de fotografia, na Lixa


Inaugura amanhã, na Lixa, a exposição de fotografias "CiganAs", realizada no âmbito do projecto ROMI, promovido pela EAPN Portugal.

+ INFO:
EAPN Portugal/ Rede Europeia Anti-Pobreza
Departamento de Investigação e Projetos
claudia.albergaria@eapn.pt
Rua Costa Cabral, 2368  
4200-218 Porto
Tel. + 00351 225 420 803 Fax: + 00351 225 403250


I Encontro de Dirigentes em Bragança


I Encontro de Dirigentes em Bragança 
Contexto Social: principais desafios das ONG’s a nível local
Dia 24 de abril 
As inscrições são gratuitas e devem ser enviadas atá ao dia 17 de abril para os seguintes contatos: braganca@eapn.pt ou por fax: 273 332 912.
+ Info:
 Maria José Vicente
Departamento de Desenvolvimento e Formação
 mj.vicente@eapn.pt
EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua de Costa Cabral, 2368
 4200 - 218 Porto
 Tel. 00351 225420806 Fax. 00351 225403250
 www.eapn.pt

"Gestão de conflitos e do stress", Leiria


WORKSHOP
 Gestão de conflitos e do stress

«Os conflitos fazem parte da vida e existem desde sempre, no entanto, frequentemente temos a visão de que se tornam nocivos à medida que o tempo passa. Todavia, o conflito nas pessoas e nos países também constituiu fonte de crescimento pessoal e profissional.
 Este workshop, organizado pelo Núcleo Distrital de Leiria da EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza, em parceria com a Santa Casa de Misericórdia de Alvaiázere, pretende dar a conhecer algumas técnicas de gestão de conflitos e do stress. Assim, pretende-se que os/as participantes saibam como melhor gerir o stress na sua vida pessoal e profissional, encarando-o positivamente por forma a que potencie o desenvolvimento pessoal e profissional.
 DIA 8 de abril
 HORÁRIO 14h às 17h
DURAÇÃO 3 horas
 LOCAL Cine-Teatro José Mendes de Carvalho, Alvaiázere
 INSCRIÇÃO Gratuita
 PÚBLICO-ALVO Dirigentes, técnicos/as e auxiliares de organizações sem fins lucrativos
DINAMIZADOR MIGUEL LEITE - Licenciado em Direito e em Psicologia. Mestre em Serviço Social. Mediador de Conflitos e Consultor e Formador na área comportamental.

As inscrições são gratuitas, mas devem ser realizadas até ao próximo dia 3 de abril para:
 EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Leiria
Rua Miguel Franco, 102, 1.º dto. | 2400-194 Leiria
 Tel: 244 837 228 | Fax: 244 837 229 | E-mail: leiria@eapn.pt

sexta-feira, 14 de março de 2014

III Encontro Distrital de Dirigentes do Terceiro Setor, programa



PROGRAMA
III Encontro Distrital de Dirigentes do Terceiro Setor 

Sábado | 5 de abril | 2014
 Instalações da Banda Música de Sabrosa
 Sabrosa 
“TERCEIRO SETOR:
 QUE FUTURO (s) QUEREMOS?”

PROGRAMA
 9.30 h | Sessão de boas vindas
Moderação | Ana Paula Pinto | Vice Coordenadora do Núcleo Distrital de Vila Real da EAPN Portugal
José Marques | Presidente do Município de Sabrosa
Pe. Jardim Moreira | Presidente da EAPN Portugal
 José Rebelo | Diretor do Centro Distrital de Vila Real do ISS, I.P. (a confirmar)
10.00h | Comunicação de abertura
 Moderação | Maria José Vicente | Técnica da EAPN Portugal
As políticas sociais nacionais e europeias: o contributo da EAPN e o futuro de terceiro setor
Sérgio Aires | Presidente da EAPN Europa
Comentador | Artur Cristóvão | Vice - Reitor para o Planeamento, Estratégia e Organização da UTAD
10.30 | Debate
Intervalo para café
11.00 | Painel 1 | Estratégias de Financiamento
Moderação | Hermínia Gonçalves | Coordenadora do Núcleo Distrital de Vila Real da EAPN Portugal
O Terceiro Setor e os Fundos Comunitários
Sandra Araújo | Diretora Executiva da EAPN Portugal
O Terceiro Setor e a Angariação de Fundos
João Mesquita | Formador e Consultor da Logframe
12.00h | Debate
12.30h | Encerramento
 Hermínia Gonçalves | Coordenadora do Núcleo Distrital de Vila Real da EAPN Portugal
 Banda de Música de Sabrosa
13.00h | Almoço
  1. + INFO:
    Catarina Oliveira
    Núcleo Distrital de Vila Real
    vilareal@eapn.pt
    Rua Dr. Manuel Cardona, edifício da Cruz Vermelha nº 2 – B
    5000-558 Vila Real
    T: +00351 259322579 F: +00351 259322001 T: 964764081
    www.eapn.pt

quinta-feira, 13 de março de 2014

"Manual para Transformar o Mundo"


Apresentação do “Manual para Transformar o Mundo”  

«A Universidade de Trás os Montes e Alto Douro em parceria com o Núcleo Distrital de Vila Real da EAPN Portugal vêm por este meio convidar todos os interessados a participar na sessão de apresentação do “Manual para Transformar o Mundo” . O "Manual para Transformar o Mundo" propõe uma metodologia que nos desafia a (re)pensar a forma como se constroem soluções para problemas negligenciados da sociedade. Quem quer transformar o mundo não tem tempo a perder. Por isso, através do manual é possível - em apenas 10 passos! - transformar uma ideia inspiradora numa solução com elevado impacto social. Nesta publicação encontram-se as ferramentas e os conhecimentos necessários para a prática do empreendedorismo social num formato prático, simples e eficaz, para que possamos libertar o potencial das ideias em prol de um mundo melhor.

Os conteúdos deste manual foram inicialmente desenvolvidos pelo IES e pelo INSEAD como módulos de formação da iniciativa FAZ – Ideias de Origem Portuguesa. Esta iniciativa é um movimento da sociedade civil que visa promover o empreendedorismo social em Portugal, convocando a diáspora portuguesa para contribuir ativamente nas áreas do envelhecimento, inclusão social, diálogo intercultural e ambiente-sustentabilidade. Desafia o leitor a (re)pensar a forma como se constroem soluções para problemas negligenciados da sociedade.»

A sessão decorre no dia 17 de março, às 15h no auditório Geociências, na UTAD (quinta dos prados).

+ info:

Catarina Oliveira
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti – Pobreza
 Núcleo Distrital de Vila Real
vilareal@eapn.pt
 Rua Dr. Manuel Cardona, edifício da Cruz Vermelha nº 2 – B
 5000-558 Vila Real
T: +00351 259322579 F: +00351 259322001 T: 964764081
 www.eapn.pt

Filosofia para Crianças





Filosofia para Crianças: sessões iniciam em Braga

« O grupo de trabalho interconcelhio Infância e Juventude, promovido pela EAPN Portugal/ Núcleo Distrital de Braga e constituído por uma dezena de entidades/ associados do distrito, dá início este mês a realização de sessões com recurso a metodologia “Filosofia para Crianças”, junto de diversos grupos, no total, cerca de oitenta e cinco crianças, com idades compreendidas entre os 9 e os 12 anos.

A escolha desta metodologia participativa prende-se com o facto de possibilitar o desenvolvimento das capacidades cognitivas, a construção coletiva de conhecimento e a preparação para uma cidadania ativa e responsável, ié de fazer juízos logicamente corretos, estimular atitudes éticas e o pensamento reflexivo, mediante a discussão de temas, com recurso a materiais de apoio por parte dos dinamizadores/as. Os temas a abordar ao longo do ano serão: a verdade, o que é urgente, o que é a justiça, direito, dever, necessidades, regras de conduta, entre outros.

Fazem parte deste GT: ACAPO - Delegação de Braga; Associação Cultural e Recreativa de Cabreiros; Associação de Fomento Amarense; APACI; Associação Gerações; Associação de Moradores Lameiras; Centro Cultural e Social de Santo Adrião (Projeto T3tris, no âmbito do Programa Escolhas); Centro Social Cultural e Recreativo Abel Varzim, Centro Social Paroquial de Santa Eulália; Fundação Bomfim.

Este projeto conta com a colaboração de Cristina Palhares, que ministrou a formação necessária junto dos profissionais (educadores/as, professores/as, psicólogos/as, sociólogos/as, etc.) e de Dina Mendonça, autora do livro “Brincar a pensar”, na cedência de materiais. »

Desenho: Ana Santos, 5º C

+ info:
 Isabel Amorim
 Núcleo Distrital de Braga
 EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
 braga@eapn.pt
 Rua Ana Teixeira da Silva, n.º 34, 1º Esq.
 4700-251 Braga
Tel. + 00351 253 331 001 Fax: + 00351 253 331 002
www.eapn.pt



AÇÃO DE FORMAÇÃO, Lisboa



A GESTÃO DO STRESS PROFISSIONAL
 O stress laboral, sendo uma das necessidades mais sentidas e expostas pelos profissionais desde sempre, torna-se premente na atualidade tendo em conta as mudanças e exigências sentidas. Como estratégias de formação sugere-se a utilização alternada entre momentos mais teóricos, recorrendo à apresentação de slides e momentos práticos de exercícios de grupo seguidos de análise e reflexão alargada ao grupo, sobretudo no que se refere ao desenvolvimento de competências de resiliência ao stress e alguns exercícios individuais.
 DIAS 31 de março e 2 de abril 
 HORÁRIO 10h.00 às13h.00 e das 14h.00 às 17h.00
DURAÇÃO 12 horas
INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal: 30€ // Não associados: 50€
LOCAL EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Lisboa | Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 7, Apartamento 311, Lisboa
PÚBLICO-ALVO Técnicos e dirigentes de organizações não-governamentais de solidariedade social
 ÁREA DE FORMAÇÃO 090 – Desenvolvimento Pessoal
 MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Formação presencial
 CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
 CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação
FORMADORA Susana Maria, Doutoramento em Psicologia na Especialidade de Psicologia Comunitária, ISPA
 As inscrições são limitadas a 20 participantes e devem ser realizadas até ao próximo dia 26 de março para:
 EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Lisboa 
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 7, Apartamento 311, 1600-196 Lisboa
telefone: 217986448 | lisboa@eapn.pt

“Terceiro Setor: que futuro(s) queremos?”



III Encontro de Dirigentes do Terceiro Setor 

“Terceiro Setor: que futuro(s) queremos?”

5 de abril, em Sabrosa
 inscrições até ao próximo dia 31 de março 

« O Núcleo Distrital de Vila Real da EAPN Portugal / Rede Europeia Anti – Pobreza, a Fundação Patronato Santo António, o Município de Sabrosa, o Centro de Dia S. Pedro de Celeirós, a Associação Miguel Torga, o Patronato Nª Sr.ª da Conceição, a Santa Casa da Misericórdia de Sabrosa e a Associação Social Cultural Recreativa e Desportiva de Parada do Pinhão, estão a organizar o III Encontro de Dirigentes do Terceiro Setor intitulado “Terceiro Setor: que futuro(s) queremos?”. Pretendemos debater o futuro do terceiro setor a nível europeu, nacional e distrital aumentando a coesão entre as organizações a partir do tecido dirigente e debater as políticas nacionais e europeias e o papel do terceiro setor.
 Considerando que as organizações do terceiro setor, têm um papel fundamental no desenvolvimento de estratégias de luta contra a pobreza eficazes e acreditando que é a partir deste trabalho em rede e na lógica da cooperação que a nossa intervenção será mais eficiente, vimos por este meio convidar dirigentes de todas as organizações sem fins lucrativos, entidades públicas e privadas do distrito de Vila Real para participar neste debate em que teremos a oportunidade debater as estratégias europeias para a luta contra a pobreza, o próximo quadro comunitário e fundos estruturais, assim como a possibilidade de debater estratégias de angariação de fundos no contexto das organizações do terceiro setor. »

 + INFO:
 Catarina Oliveira
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti – Pobreza
 Núcleo Distrital de Vila Real
vilareal@eapn.pt
 Rua Dr. Manuel Cardona, edifício da Cruz Vermelha nº 2 – B
 5000-558 Vila Real
T: +00351 259322579 F: +00351 259322001 T: 964764081
 www.eapn.pt


Workshop Formativo, Setúbal





 GESTÃO DE CONFLITOS: IMOBILIZAÇÕES – COMPONENTE
 PRÁTICA

Este Workshop Formativo integra-se no projeto Círculo de Conhecimento iniciado em 2012, e que pretende
 proporcionar a aquisição e partilha de conhecimentos entre organizações e profissionais, que atuam no
 território do distrito de Setúbal no âmbito do terceiro setor. Pretende-se através da sua criação valorizar por um lado o know-how e a experiência adquirida pelos/as profissionais, permitindo simultaneamente o acesso e a partilha de informação e saberes.
 Este projeto foi criado no âmbito da rede de Associados/as do Núcleo Distrital de Setúbal da EAPN Portugal /Rede Europeia Anti-Pobreza procurando desta forma, promover o trabalho em rede e parceria.

 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
 Técnicas de imobilizações, técnicas de controlo de grupos e multidões, técnicas de controlo individual,
 técnicas de defesa contra armas.

 OBJETIVO
 Saber controlar e finalizar qualquer situação que ponha em risco a integridade física pessoal e a dos/as
 colegas, saber inutilizar qualquer agressor/a sem recorrer à violência gratuita.

DIAS 20 de março de 2014
 HORÁRIO 14h00 às 18h00
 DURAÇÃO 4 horas
 LOCAL: ACM/YMCA Centro Urbano de São Sebastião – Av. da Bela Vista – lote 16, ao Pátio Comunitário
 INSCRIÇÃO: Gratuita
 PÚBLICO-ALVO: Profissionais de organizações que intervêm nas áreas social, educação e saúde
 CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a Associad@s (coletivos individuais) da EAPN Portugal / Entidades que
 aderiram ao Círculo de Conhecimentos/ Número de ordem de receção da inscrição
 CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO: Todos/as os/as participantes receberão Certificado de Participação no final da
 sessão
 FACILITADOR: Tiago Belchior – instrutor de Krav Maga/Defesa Pessoal

As inscrições são limitadas a 20 participantes e devem ser realizadas até ao próximo dia 17/3/2014 para:
 EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Setúbal
 Av. D. João II, nº 14 R/C Dtº - 2910-548 Setúbal
 Tel.: 265535330 e-mail: setubal@eapn.pt


segunda-feira, 10 de março de 2014

Sessão informativa: como gerir o orçamento familiar?



+ info: 
Paula Montez
 Núcleo Distrital de Castelo Branco
 EAPN Portugal/Rede Europeia Anti – Pobreza
 castelobranco@eapn.pt
 Biblioteca Municipal de Castelo Branco – 2º andar
 Campo Mártires da Pátria (antigo Quartel da Devesa)
 6000 - 000 Castelo Branco
 Tel. 272 328 333 Fax. 272 328 334
 www.eapn.pt

AÇÃO DE FORMAÇÃO, Castelo Branco





 Gestão de Planos Individuais e Processos Chave das Respostas Sociais: Centro de Dia, Apoio Domiciliário, Estrutura Residencial 
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
 1. Breve Revisão à terminologia e conceitos da qualidade
 2. Identificação de pontos críticos na implementação de um sistema de gestão da qualidade de acordo com os referenciais de qualidade, publicados pelo Instituto de Segurança Social, IP.
 3. Reavaliar os processos individuais
 4. Revisão de trabalho já realizado pelas instituições presentes

DIAS 11 de abril
HORÁRIO 10.00h às 13.00h – 14.00h às 18.00h
 DURAÇÃO 7 horas
 LOCAL 2ª andar da Biblioteca Municipal de Castelo Branco
 INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal: 20€ // Não associados: 30€
PÚBLICO-ALVO Profissionais da área social, diretores técnicos, entre outros, das instituições sociais e ainda estudantes
ÁREA DE FORMAÇÃO 762 - Trabalho Social e Orientação
 MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua, de atualização
 FORMA DE ORGANIZAÇÃO Formação presencial
 CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
 CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação
 FORMADOR Pedro Antunes, Sociólogo, especializado em interpretação de normas ISSO 9001 e metodologias de auditoria ISSO 9001. Consultor/formador na execução de processos e planeamento, implementação de sistemas de qualidade e qualificação organizacional.

As inscrições são limitadas a 25 participantes e devem ser realizadas até ao próximo dia 8 de abril para:
 EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Castelo Branco
 Campo Mártires da Pátria, Biblioteca Municipal de Castelo Branco 2º andar | 6000 - 000 Castelo Branco
 Tel: 272 328 333| Fax: 272 328 334 | E-mail: castelobranco@eapn.pt


quarta-feira, 5 de março de 2014

Eleger Defensores de uma Europa Social: um Apelo ao Compromisso

COMUNICADO 

Eleger Defensores de uma Europa Social:
Um Apelo ao Compromisso

« A EAPN lança uma campanha sobre as eleições europeias de forma a obter o compromisso por parte dos candidatos relativamente à luta contra a pobreza, exclusão social e desigualdade e incentivar os eleitores a votarem e a fazerem-se ouvir.

A Rede Europeia Anti-Pobreza (EAPN) lançou, ontem, uma campanha europeia, Eleições para uma Europa Social, antecipando as eleições europeias que decorrerão entre os dias 22 e 25 de Maio, mobilizando centenas de organizações europeias, nacionais e locais, apelando aos candidatos para assumirem a luta contra a pobreza, a exclusão social e desigualdade como prioridades da agenda europeia e apelando também aos cidadãos para votarem! O lançamento desta campanha coincidiu com a conferência de imprensa desta manhã entre os membros do Parlamento Europeu, a imprensa belga e as organizações de sociedade civil.
"Esta campanha europeia foi concebida em torno de um manifesto que exige um compromisso por parte dos candidatos na luta por uma Europa mais social, livre de pobreza, exclusão social e desigualdade. Precisamos do seu compromisso para que possam ser responsabilizados pelas pessoas que os elegeram, milhões das quais se encontram a viver na pobreza ou em risco de pobreza. Precisamos de um Parlamento Europeu que esteja do lado dos cidadãos e que represente os seus principais interesses.", afirma Sérgio Aires, Presidente da EAPN.
"Devido às escolhas políticas e económicas erradas, os níveis de pobreza, exclusão social e desigualdade atingiram picos nunca antes vistos. As medidas de austeridade têm vindo a destruir os estados-providência e a obrigar as pessoas a pagarem por uma crise que não criaram. Existem outras abordagens e todos nós sabemos disso. Com a sociedade civil a ser posta de lado pelos processos de tomada de decisão, compreendemos que as pessoas percam a confiança nas instituições europeias. É exactamente por isso que, mais que nunca, é imperativo eleger pessoas que façam a diferença quando a UE falha nos seus princípios fundamentais de democracia e solidariedade que asseguravam a paz e o bem-estar.", acrescenta Sérgio Aires.
Apesar da Estratégia Europa 2020 ter definido como um dos seus objectivos tirar 20 milhões de pessoas da pobreza até 2020, as estatísticas mostram um aumento dramaticamente acentuado nas taxas de pobreza. Entre 2010 e 2011, o número de pessoas em risco de pobreza ou em situação de exclusão social na UE aumentou em 3,7 milhões (+0,7%), atingindo o número de 121,2 milhões de pessoas em 2011 (24,3% do total da população europeia). Em 2012, o número de pessoas no limiar da pobreza ou exclusão social atingia os 124,5 milhões de pessoas (24,8%). Desde 2010, mais 6 milhões de pessoas na UE se encontram a viver em situação ou em risco de pobreza.
"A discrepância cada vez maior de desigualdade e falta de participação da sociedade-civil nos processos de tomada de decisão suscitam várias questões relativamente às discrepâncias entre aqueles que detêm o controlo dos poderes económico e político e os restantes cidadãos. As pessoas não são tolas mas sentem que não têm qualquer poder. Encontramo-nos num ponto de viragem onde a democracia e a paz se encontram ameaçadas.", afirma Barbara Helfferich, diretora da EAPN.

“Eleger Defensores de uma Europa Social” é uma campanha europeia protagonizada pela Rede Europeia Anti-Pobreza (EAPN) e os seus membros (29 redes nacionais e 18 organizações europeias, representando centenas de organizações no terreno a trabalhar com milhares de cidadãos europeus) bem como outros parceiros que desenvolvem as suas atividades no sentido do apoiarem uma Europa social.
As principais exigências são:
√ Um Pacto Social para uma Europa Social;
√ Uma Estratégia europeia eficaz no combate à pobreza, exclusão social, desigualdade e discriminação;
√ Fortalecer a democracia e a participação da sociedade civil;
√ Uma Audição anual no Parlamento Europeu com pessoas que vivem em situação de pobreza.


/FIM/

Veja os compromissos dos membros do parlamento europeu no blog: http://Electionchampionsin2014.net
O MANIFESTO da EAPN e dos seus membros para a Eleições Europeias de 2014

Para mais informações contacte Barbara Helfferich (Directora), barbara.helfferich@eapn.eu (Tel. +32 2 226 58 50 - fax. +32 2 226 58 69) – ou Nellie Epinat (Responsável pela comunicação), nellie.epinat@eapn.eu (Tel. +32 498 44 13 66)

Criada em 1990, a Rede Europeia Anti-Pobreza (EAPN) é a maior rede europeia constituída por redes nacionais, regionais e locais, envolvendo ONGs anti-pobreza e grupos civis, assim como Organizações Europeias, ativas no combate contra a pobreza e a exclusão social. »





segunda-feira, 3 de março de 2014

Campanha é lançada amanhã sob o mote “Eleger campeões para uma Europa Social”



É candidato às eleições europeias?

Quer fazer a diferença para que tenhamos uma verdadeira Europa Social?

É tempo de ouvir e agir!

Fique atento à campanha que a EAPN irá lançar no próximo dia 4 de Março!

A European Anti-Poverty Network (EAPN) lança oficialmente a campanha “Eleger campeões para uma Europa Social”, acompanhada de um Manifesto explicativo de toda a ação liderada pela EAPN, envolvendo 29 redes nacionais e 18 organizações europeias ficando, assim, representadas centenas de instituições e milhares de cidadãos europeus comprometidos com uma verdadeira Europa Social. 

+ info: 
http://electingchampionsin2014.net/

AÇÃO DE FORMAÇÃO, Leiria



 Conceção e Avaliação de Projetos de Intervenção Social 

Os projetos de intervenção social marcam a vida das organizações. Para conceber, gerir e avaliar projetos é fundamental conhecer os desafios decorrentes do todo o processo, desde a sua criação à sua implementação e avaliação. Neste sentido, nesta ação de formação, serão apresentadas as etapas inerentes à construção e avaliação aos projetos de intervenção social.

DIAS 14, 21 e 28 de março (sexta-feira)
 HORÁRIO 9h30 às12h30 e das 14h00 às 17h
 DURAÇÃO 18 horas
 LOCAL Núcleo Distrital de Leiria da EAPN Portugal | Rua Miguel Franco, 102, Loja 1 e 2, 2400-191 Leiria
 INSCRIÇÃO Associados da EAPN Portugal: 45€ // Não associados: 75€
 PRÉ- REQUISITOS Conhecimentos básicos de intervenção social e planeamento de projetos
 PÚBLICO-ALVO Técnicos/as de intervenção social
ÁREA DE FORMAÇÃO 762 – Trabalho social e orientação
MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua de atualização
 FORMA DE ORGANIZAÇÂO Formação presencial
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Prioridade a associados da EAPN Portugal // Número de ordem de receção da inscrição
 CERTIFICADO DE FORMAÇÃO Presença obrigatória em pelo menos 80% do total da duração da ação
 FORMADOR Paulo Teixeira. Mestre em Planeamento e Avaliação de Processos de Desenvolvimento e Licenciado em Sociologia e Planeamento pelo ISCTE. Possui vasta e multifacetada experiência profissional, tendo trabalhado para ONG, na coordenação de equipas de projetos de intervenção, e para o Estado, no planeamento e acompanhamento da implementação de Programas Nacionais (Programa Rede Social, no extinto IDS - Instituto para o Desenvolvimento Social e posteriormente no ISS). Exerce atualmente funções de consultor e formador em Autarquias, IPSS, ONG e outras instituições públicas e privadas (com e sem fins lucrativos), nas áreas do planeamento, gestão e avaliação de programas e projetos, planeamento estratégico territorial, liderança e gestão de equipas, mudança organizacional e sistemas de avaliação de desempenho.

As inscrições são limitadas a 20 participantes e devem ser realizadas até ao próximo dia 8 de março para:
 EAPN Portugal / Núcleo Distrital de Leiria
Rua Miguel Franco, 102, 1.º dto. | 2400-194 Leiria
 Tel: 244 837 228 | Fax: 244 837 229 | E-mail: leiria@eapn.p

Apresentação do “Manual para Transformar o Mundo”



Apresentação do “Manual para Transformar o Mundo” 

«A Universidade de Trás os Montes e Alto Douro em parceria com o Núcleo Distrital de Vila Real da EAPN Portugal vêm por este meio convidar todos os interessados a participar na sessão de apresentação do “Manual para Transformar o Mundo” . O "Manual para Transformar o Mundo" propõe uma metodologia que nos desaf...ia a (re)pensar a forma como se constroem soluções para problemas negligenciados da sociedade. Quem quer transformar o mundo não tem tempo a perder. Por isso, através do manual é possível - em apenas 10 passos! - transformar uma ideia inspiradora numa solução com elevado impacto social. Nesta publicação encontram-se as ferramentas e os conhecimentos necessários para a prática do empreendedorismo social num formato prático, simples e eficaz, para que possamos libertar o potencial das ideias em prol de um mundo melhor.

Os conteúdos deste manual foram inicialmente desenvolvidos pelo IES e pelo INSEAD como módulos de formação da iniciativa FAZ – Ideias de Origem Portuguesa. Esta iniciativa é um movimento da sociedade civil que visa promover o empreendedorismo social em Portugal, convocando a diáspora portuguesa para contribuir ativamente nas áreas do envelhecimento, inclusão social, diálogo intercultural e ambiente-sustentabilidade. Desafia o leitor a (re)pensar a forma como se constroem soluções para problemas negligenciados da sociedade.»

A sessão decorre no dia 17 de março, às 15h no auditório Geociências, na UTAD (quinta dos prados).

+ info:
Catarina Oliveira
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti – Pobreza
Núcleo Distrital de Vila Real
vilareal@eapn.pt
Rua Dr. Manuel Cardona, edifício da Cruz Vermelha nº 2 – B
5000-558 Vila Real
T: +00351 259322579 F: +00351 259322001 T: 964764081
www.eapn.pt
Ver mais