Follow by Email

terça-feira, 24 de julho de 2012

Projeto Manta de Retalhos


Movimento Democrático de Mulheres

     «O MDM estará no próximo dia 29 de Julho em Tondela, com o projecto “Manta de Retalhos”.
     Tendo a pretensão de levar o projecto a todos os Concelhos, o MDM escolheu para esta segunda iniciativa Tondela, querendo avaliar as dificuldades sentidas pelas mulheres nos diversificados contextos em que decorrem os seus dias.
     A iniciativa decorrerá no Parque Urbano, a partir das 15 horas do próximo Domingo e é aberta à participação de todas as mulheres que assim o desejarem.
O projecto “Manta de Retalhos” pretende criar espaços de encontro, convívio e partilha de experiências, dar voz e visibilidade aos anseios e reivindicações das mulheres do distrito de Viseu.
Com este projecto o Movimento Democrático de Mulheres faz nascer e crescer uma manta tão colorida quanto subversiva, construída com o contributo que cada mulher quiser trazer, com a cumplicidade de quem luta pelo direito a ter direitos, com a força da identidade feminina.»

+ INFO:
         
Mdm-viseu.blogs.sapo.pt
E_mail: mdm-viseu@sapo.pt

Motivação no Trabalho


 + INFO:
Núcleo Distrital de Portalegre
portalegre@eapn.pt
EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza
R. Nuno Álvares Pereira n.º 61, 2.º Dto.
7300-200 Portalegre
Tel. + 00351 245 202 407 Fax: + 00351 245 202 408

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Onde pode comprar a FOCUSSOCIAL?


[...a sua revista de Economia Social...]

No Porto:

Notícias Frescas - Papelaria e Tabacaria
 Rua do Amial, 996

Carpe Diem - Papelaria e Tabacaria
Rua Dr. Eduardo Santos Silva, nº 22

Leitura - Books & Living
Museu de Serralves
Rua D. João de Castro, nº 210

Leitura - Books & Living
Shopping Cidade do Porto
Rua Gonçalo Sampaio, 350, Loja 238

Em Braga:

Livraria 100ª Página
Casa Rolão
Av. Central nº 118-120

Em Lisboa:


Livraria Pó dos Livros

Avenida Marquês de Tomar n.º89



Em breve anunciaremos mais locais. Qualquer informação pode ser solicitada para apoios@focussocial.eu


sexta-feira, 20 de julho de 2012

Congresso Internacional


+ INFOwww.ipcb.pt
Avª Pedro Alvares Cabral Nº12 / 6000-084 CASTELO BRANCO
TELEF.: 272 339 600 _ FAX: 272 339 601  e-mail: ipcb@ipcb.pt

terça-feira, 17 de julho de 2012

III Encontro de Avós e Netos


Médicos do Mundo celebram 13º aniversário


  1. DIA 21 DE JULHO, ÀS 18 HORAS
    «Médicos do Mundo tem tido o privilégio de contar com o vosso interesse e apoio na “Luta contra todas as doenças, até mesmo a injustiça…”

    Contando com o contributo de todos temos conseguido ao longo destes 13 ...anos de vida, desde o início da nossa actividade em 1999, disponibilizar o acesso a cuidados de saúde, de forma gratuita, a todos aqueles que nos procuram e que necessitam da nossa intervenção seja em Portugal ou no estrangeiro.

    Convidamos a participarem e a celebrarem o 13º aniversário de Médicos do Mundo, evento que vai decorrer no espaço gentilmente cedido pela Junta de Freguesia de Santa Catarina, Lisboa».
    + info:
    http://www.medicosdomundo.pt/

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Teatro Solidário

O G.A.S.Porto promove um teatro solidário, este sábado, no Teatro Rivoli para angariação de fundos! Estão todos convidados!

Empreendedorismo e Serviço Social,


«Até 20 de Julho está aberta a 2ª fase de candidaturas à 5ª Edição do Mestrado em Empreendedorismo e Serviço Social, ministrado pelo Departamento de Sociologia da Universidade da Beira Interior – Covilhã.

O Mestrado tem como objectivo principal o de cobrir uma lacuna e explorar um novo campo de oportunidades, aquele que decorre da necessidade que as organizações públicas e privadas não lucrativas enfrentam, a de se capacitarem para uma intervenção social empreendedora e inovadora, sempre no respeito por princípios fundamentais de solidariedade e responsabilidade social.

Dirige-se a Responsáveis, dirigentes e técnicos do 3º Sector, Técnicos de autarquias e organismos públicos, Facilitadores e animadores locais, Agentes ligados à economia social e/ou solidária, assim como a outros Licenciados na área das Ciências Sociais.

+ INFO:
 https://www.ubi.pt/Curso.aspx?CodigoCurso=899

terça-feira, 10 de julho de 2012

Amanhã, na Universidade Católica...


FOCUSSOCIAL - em missão [in] formativa. Junte-se a nós!

+ info: AQUI

EXPOSIÇÃO ARTE URBANA


  1. INAUGURAÇÃO no próximo DIA 14 de JULHO

    1ª EDIÇÃO da EXPOSIÇÃO ARTE URBANA - LISBOA 2012

    MUPPIS REALIZADOS POR 15 ARTISTAS PLÁSTICOS:
    CATARINA MACHADO,
    ... PAULO NEVES,
    AGOSTINHO SANTOS,
    ANTÓNIO QUADROS FERREIRA,
    ANA ALLEN, ISABEL ALVES,
    MARTA COELHO entre outros.
    Patente na Baixa de Lisboa até 24 de julho.

    + info: http://www.ami.org.pt/

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Oikos participa no Ciclo de Cinema Ambiental



«A Oikos participa no Ciclo de Cinema Ambiental da LPN - Liga para a Protecção da Natureza apresentando o filme "Macaúba, notas de luta e de energia", dos realizadores italianos Antonio Martino e Jonathan Ferramola, no dia 12 de Julho, pelas 21h nos jardins da Sede da LPN....

O filme retrata a história de anos de lutas de pequenos agricultores brasileiros, para a obtenção de direitos laborais e um pedaço de terra para cultivar. Hoje, eles têm a oportunidade de produzir biocombustíveis e entrar no mercado global da energia, procurando alcançar um equilíbrio entre "alimentos, energia e ambiente", sendo uma alternativa aos grandes fazendeiros e às suas monoculturas intensivas de soja e de cana-de-açúcar. Graças à planta "Macaúba", nativa de toda a América do Sul, esta iniciativa pode provocar uma revolução no campo da produção dos biocombustíveis.

José Luis Monteiro, coordenador do projeto Energizing Development, estará presente para um debate final sobre o tema.

Este filme foi produzido no âmbito do Projeto de Educação para a Cidadania Global da Oikos Energizing Development, que procura encontrar modelos de exploração sustentável dos biocombustíveis e dar voz e visibilidade às posições e interesses das populações dos países em desenvolvimento (sobretudo agricultores familiares e população mais carenciada) neste debate global sobre o acesso à energia / produção de biocombustíveis.

A exibição faz parte de um ciclo de cinema ambiental que está a ser realizado pela LPN em que serão projetados, no exterior da sua sede, 6 filmes provenientes de vários países, que se debruçam sobre temas importantes relacionados com a degradação ambiental: a perda de solos e desertificação, a degradação da qualidade da água e a sua utilização ineficiente e desmesurada, a agricultura e a pesca intensivas, a introdução de espécies exóticas, as alterações climáticas, entre outras.»

Rumo a Santiago

                     + INFO
                      http://www.ppl.com.pt/pt/prj/rumo-santiago

terça-feira, 3 de julho de 2012

FOCUSSOCIAL



Em missão (in) formativa. Junte-se a nós!

Os três primeiros assinantes [é válida a ordem de chegada, com dados completos] recebem o livro, “A Economia dos Pobres – Repensar de Modo Radical a Luta Contra a Pobreza Global” de Abhijit V. Banerjee e Esther Duflo , uma oferta da 


Business Book of the Year para o Financial Times e o Goldman Sachs
Autores distinguidos com o Prémio do BBVA Fronteira do Conhecimento
«De leitura obrigatória para quem se preocupa com a pobreza no mundo. Há anos que não lia um livro que me ensinasse tanto. Sintetiza o melhor que há na economia.»
Steven Levitt, autor de Freakonomics e Superfreakonomics
Livro com 380 páginas, no valo de 17,70€

A Economia dos Pobres defende que grande parte das políticas de combate à pobreza falhou ao longo dos anos devido a uma compreensão inadequada da própria pobreza. Esta batalha ainda pode ser ganha, mas irá requerer paciência, uma cuidadosa reflexão e a vontade de aprender com os factos. Banerjee e Duflo são visionários com sentido prático, e o seu trabalho acurado constitui um guia imprescindível para decisores políticos, filantropos, ativistas e qualquer pessoa interessada em erradicar a pobreza do mundo.
«Resultante de quinze anos de investigação, este livro é uma viagem às vidas económicas incrivelmente multifacetadas e complexas dos pobres. E é o seu esforço para compreender os pobres, e não para apresentar uma fórmula para acabar com a pobreza, que o torna uma obra fundamental
Forbes