Follow by Email

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Ciclo de Workshops

[Clicar na imagem para ler]

+ INFO
http://www.plataformaongd.pt/noticias.aspx?info=&id=1764

Candidatura a bolsas escolares

« Estão abertas as inscrições para as bolsas escolares – Bebida Solidária™ – que permitirá a centenas de crianças e jovens, do 1.º e 2.º ciclos, em situação de carência comprovada terem acesso ao material escolar necessário para começarem o novo ano letivo.
O projeto Bebida Solidária™, nasceu em 2011 e na primeira edição conseguiu um resultado bastante positivo. Com uma verba angariada de 50.000€, e depois de receber 398 candidaturas, a SIC Esperança atribuiu 391 bolsas de material escolar a crianças carenciadas, do primeiro ciclo, em todos os distritos nacionais, incluindo a região autónoma da Madeira (...)
Cada distrito ou região autónoma do país, tem um representante que se encarregará de identificar os potenciais beneficiários desta iniciativa. Será também possível receber candidaturas de famílias.
O processo de candidatura decorre até  3 de agosto junto dos representantes das instituições parceiras ou através do nosso site.

As famílias selecionadas para receber a bolsa de estudo em material escolar serão divulgados a 3 de setembro 2012.»

+ INFO
 

Iniciativas ACIDI


«O Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI, IP), através do seu Observatório da Imigração, promove, hoje, o lançamento de 5 novas publicações. O evento decorre entre as 9:30 e as 18:30 horas no auditório do CNAI (Rua Álvaro Coutinho, 14-16, Lisboa).
Entre as publicações que serão lançadas destaca-se o número temático da Revista Migrações acerca de “Migração e Envelhecimento Ativo” que se enquadra no âmbito das atividades do ACIDI para o Ano Europeu do Envelhecimento Ativo 2012. Aproveitando também a celebração do 1º aniversário da Convenção da OIT sobre trabalhadores e trabalhadoras do setor doméstico, terão lugar também dois painéis – um académico e outro de debate na vertente mais operacional – acerca de imigração e trabalho doméstico em Portugal.
Este seminário, na presença da Senhora Alta Comissária para a Imigração e Diálogo Intercultural, Rosário Farmhouse, e da Vice-Presidente da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, Natividade Coelho, tal como em iniciativas anteriores do
Observatório da Imigração do ACIDI, IP, procurará estimular mais debate e diálogo entre os investigadores/autores, decisores políticos, representantes da sociedade civil e de associações de imigrantes, comentadores e audiência.Presidida pelo Senhor Secretário de Estado Adjunto do Ministro Adjunto e dos AssuntosParlamentares, Feliciano Barreiras Duarte, nesta sessão serão também entregues os
Prémios do Concurso de Ideias de Negócios / Projeto Empreendedorismo (PEI).»

Políticas Europeias de Proteção das Crianças em Risco

+INFO
http://www.cnasti.pt/cnasti/

Ciência Viva



«Lançado em Julho de 1996, a Ciência Viva tem como missão a promoção da cultura científica e tecnológica junto da população portuguesa, sobretudo junto dos jovens.
Entre 25 de junho e 31 de Agosto decorre mais uma edição do programa Ciência Viva no Laboratório - Ocupação Científica de Jovens nas Férias.
Esta iniciativa, organizada pela Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, em colaboração com a comunidade cientifica portuguesa, disponibiliza um conjunto de estágios gratuitos para estudantes do ensino secundário.

| Quem pode participar |
Trata-se de uma iniciativa de acesso gratuito e está aberta à participação de alunos que durante o presente ano lectivo frequentaram os 10º, 11º e 12º anos.

|Quando e onde decorrem os estágios |
Os participantes terão a oportunidade de realizar estágios nas mais diversas áreas científicas em laboratórios públicos e privados e centros de investigação de todo o país.
Como habitualmente, toda a informação está disponível na página web da Ciência viva, em http://cienciaviva.pt.
As inscrições são processadas eletronicamente, através do preenchimento de formulário próprio, estando a seleção dos candidatos a cargo das instituições científicas».

| Mais informações, guia do candidato e inscrições|

http://www.cienciaviva.pt/estagios/jovens/ocjf2012/

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Entreajuda para a Procura de Emprego


«A rede de Grupos de Entreajuda para a Procura de Emprego (GEPE) é um projecto experimental e inovador para apoio a desempregados, em particular os que sofrem um maior impacto psicológico do desemprego quer pela sua duração, pela situação inesperada ou pela vulnerabilidade em que se encontram.
Através da dinâmica de entreajuda em grupo, procura-se ultrapassar a desmotivação, o isolamento e a tendência depressiva a que o desemprego quase sempre conduz. Com o apoio de um facilitador, o grupo focar-se-á na procura activa de emprego para os seus membros, tendo cada um deles a função de apoiar os restantes nessa missão.
As reuniões dos Grupos serão periódicas (no mínimo, semanais), desenvolvidas num espaço acolhedor de uma instituição anfitriã – distinto dos tradicionais Centros de Emprego – procurando envolver nesta rede não só o IPAV mas também Universidades e outras instituições com prestígio social.
O objectivo final do projecto é que os participantes possam recuperar a energia anímica suficiente para encontrar o emprego adequado, usando para tal todas as ferramentas disponíveis nas redes institucionais.
O projecto-piloto envolverá entre 15 a 20 grupos repartidos por Lisboa, Porto e Coimbra, com 150 a 180 participantes.»

+ INFO
http://www.ipav.pt/index.php/proj/gepe

Visão social para a Europa


 EAPN pede aos líderes europeus visão social para a Europa

« Em vésperas do Conselho Europeu (28-29 de junho), a EAPN enviou uma carta aos Primeiros-ministros e Chefes de Estado da UE, apelando a que demonstrem que têm uma visão social p...ara a Europa, apoiada num Pacto de Investimento Social. "As discussões antes da reunião do Conselho sobre o" Pacto de Crescimento para a Europa " são um passo na direção certa", disse Sérgio Aires, Presidente da EAPN. "No entanto, os líderes europeus parecem, mais uma vez, não reconhecer a necessidade de cooperação e investimento numa abordagem social, que tenha em conta o impacto económico positivo e de estabilização dos sistemas de proteção social e a urgência de investir na luta contra a exclusão social e o aumento dos níveis de desigualdade ", acrescentou Sérgio Aires. "É essencial a adoção de medidas para garantir a Justiça Fiscal e financiar essa abordagem. Entre essas medidas, embora não sendo a única mas sendo um passo importante, sugere-se a aplicação de um imposto sobre as transações financeiras", disse Fintan Farrell, Diretor da EAPN. A EAPN apela, assim, aos líderes da UE a irem mais além do “Pacto de Crescimento” e adotarem um “Pacto de Investimento Social” que inclua os seguintes elementos:



  1. Investimento em empregos de qualidade: criação empregos de qualidade que respondam às necessidades sociais e ambientais, investindo sobretudo na economia social.

    Investimento na inclusão ativa: garantir o acesso ao rendimento, a empregos decentes e a serviços de qualidade para todos os grupos desfavorecidos.

    Investimento na proteção social: assegurar uma cobertura universal, promover uma directiva-quadro europeia para garantir um rendimento mínimo adequado, acima do limiar da pobreza e diretrizes para aumentar a sua aceitação e combater a estigmatização.

    Investimento em serviços inclusivos: promover o acesso universal a todos os principais serviços públicos, especialmente os serviços de proximidade, incluindo os que são prestados pelas ONG. Estes serviços devem incluir: habitação acessível e energeticamente eficiente, com apoio explícito à habitação social, saúde pública e redução das desigualdades, transportes públicos, atendimento e serviços de saúde de qualidade, apoio personalizado no acesso ao mercado de trabalho, na resolução de problemas de endividamento e serviços sociais integrados.

    Investimento em sistemas inclusivos de educação e aprendizagem ao longo da vida: escolas inclusivas para todos, qualidade de serviços aprendizagem desde a primeira infância e uma atenção focalizada no abandono escolar; apoio integrado e conjunto à educação e aprendizagem ao longo da vida (envolvendo as famílias, escolas, comunidades e empresas) incluindo a educação formal e não-formal.

    Investimento na promoção da igualdade e na luta contra a discriminação: dar prioridade à luta contra a desigualdade através de medidas que garantam a igualdade de acesso ao emprego e aos serviços.

    Aumentar a utilização dos fundos da UE para promover a inclusão: apoiar a proposta da Comissão para atribuir 25% ao Fundo Social Europeu (FSE) e 20% deste à redução da pobreza e da exclusão social. (Ver campanha europeia das ONG: Fundos europeus para a redução da pobreza, JÁ!)
    + INFO
    Fintan Farrell (Diretor) fintan.farrell@eapn.eu "> fintan.farrell @ eapn.eu ou Sian Jones (Policy Coordinator), sian.jones @ eapn.eu"> sian.jones @ eapn.eu (+32 (0) 2 226 58 50) 

IGUALDADE DE DIREITOS


Direitos Iguais

«O projeto INDOORS produziu o vídeo Direitos Iguais para promover os direitos dos trabalhadores do sexo.
Este vídeo foi feito com e para trabalhadores do sexo para defender que trabalho sexual é trabalho e que os trabalhadores do sexo devem ter acesso aos mesmos direitos que os restantes trabalhadores.
O projeto europeu INDOORS é promovido por uma parceria de 9 organizações europeias e tem o objetivo de apoiar e capacitar os trabalhadores do sexo.
Ajude-nos a divulgar: TRABALHO SEXUAL É TRABALHO!


O projeto INDOORS é co-financiado pelo programa Daphne III da Comissão Europeia.
Para aceder a outras informações, resultados e produtos do INDOORS, visite http://www.apdes.pt/project_indoors.php

Rede INDOORS:
Lefoe | www.lefoe.at (Áustria)
Health and Social Development Foundation | www.hesed.bg (Bulgária)
Autres Regards | www.autresregards.org (França)
Pro-tukipiste | www.pro-tukipiste.fi (Finlandia)
Ragazza | www.ragazza-hamburg.de (Alemanha)
Comitato per I Diritti Civili delle Prostitute Onlus | www.lucciole.org (Itália)
APDES - Agência Piaget para o Desenvolvimento | www.apdes.pt (Portugal)
Hetaira | www.colectivohetaira.org (Espanha)
TAMPEP International Foundation | www.tampep.eu (Holanda)

terça-feira, 26 de junho de 2012

Refletir para Agir



«A Associação Infante D. Henrique – Associação para o Desenvolvimento do Centro Histórico do Porto está a organizar a conferência Centros Históricos – Património Edificado vs Património Vivido?- uma partilha de experiências”, a decorrer no próximo dia 7 de Julho de 2012, pelas 14:15 no Auditório do Palácio da Bolsa.  Esta constituirá o segundo momento do ciclo de conferências “Refletir para Agir” a decorrer ao longo de 2012.
No primeiro momento do ciclo Refletir para Agir, debatemos a(s) identidade(s) do Centro Histórico do Porto, percebendo que nela assumem um lugar de destaque as pessoas que o povoam. No entanto, foi igualmente reconhecido, que a valorização do património humano tem vindo a ser comprometida com fenómenos de especulação imobiliária cada vez mais presentes no território.
Perante este contexto, temos o mote para debater qual é afinal o lugar das gentes na alma dos territórios históricos, trazendo ao Porto a experiência de outras cidades.
Os nossos objectivos com esta conferência passam assim por:
·  Debater o fenómeno da gentrificação e seus impactos nos Centros Históricos das cidades.
·  Promover a partilha de experiências e boas práticas de dois centros históricos (Barcelona e Guimarães) ao nível da gestão conciliada do seu património histórico e humano.
·  Conhecer os objectivos da gestão do Centro Histórico do Porto no domínio do seu património humano.
entrada é livre, com inscrição prévia até 3 de Julho de 2012 para geral@aidh.com ou 92 6664181

Feira da Terra, em Guimarães


           «A Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais vai levar a cabo mais uma edição da Feira da Terra – a XVIII - de 5 a 8 de Julho, no Terreiro da Vila de S.Torcato – Guimarães.
Este certame tem como principal objectivo a promoção do artesanato, dos produtos agrícolas, da gastronomia e das actividades artísticas e económicas que valorizam os costumes do mundo rural, potenciando, dessa forma, os valores culturais e sociais de uma região que tem uma ligação muito peculiar entre o mundo rural e o mundo urbano. Com o intuito de valorizar os recursos endógenos da região, a Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais estabeleceu como principal prioridade a criação de uma rede de apoio local que torna o certame, num evento com o qual a população se identifica e sente como da sua pertença. E faz da Feira da Terra um evento de referência.
Neste sentido, a Feira da Terra constitui-se como um espaço de troca de experiências incentivado pela multidisciplinaridade de actores do mundo rural e social lá representados. Nesta edição conta com a presença de 65 expositores – desde agricultores, artesãos,  restauração e entidades de desenvolvimento local - e espera ser visitada por 40.000 visitantes. De facto, este evento tem-se tornado um evento de referência na região, e conta com o apoio de múltiplas entidades, entre as quais a Câmara Municipal de Guimarães.

 Ao longo de quatro dias de certame, aos pés do Mosteiro de S. Torcato – Guimarães, será possível ver e adquirir produtos agrícolas de excelente qualidade; aceder ao artesanato local e nacional, explorando as suas origens; e desfrutar, num espaço físico de excelência – ao ar livre, do melhor da gastronomia local, num evento com um programa de animação diversificado: que passa pela animação de rua, exposições, ateliers, e espectáculos diversificados, desde a música, à dança e teatro.»

+ INFO
Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais
Rua Padre Arieira, nº 613 - S. Torcato
4800-868 Guimarães, Portugal 
tel (+351) 253 40 85 33 / 253 55 10 71   
fax (+351) 253 40 85 34 / 253 55 10 71   


segunda-feira, 25 de junho de 2012

Caminhada pela solidariedade


Caminhada pela Solidariedade, a favor da Obra do Frei Gil.
Dia 01 de julho, às 9.30 horas. Paque da Cidade, Porto. Ponto de Encontro:  entrada da Boavista. A inscrição será efectuada no próprio local, no dia da Caminhada. Apenas necessita de se dirigir à mesa onde se encontram os colaboradores da Obra do Frei Gil-Ramalde.

Teatro por uma boa causa

sexta-feira, 22 de junho de 2012

"LIGA-TE AO PORTO - Sê Solidário"


2.ª Edição da Iniciativa "LIGA-TE AO PORTO - Sê Solidário"

 «A Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Porto Social,  vai realizar a 2.ª Edição da Iniciativa  LIGA-TE AO PORTO - Sê Solidário, durante dois dias no próximo mês de Outubro.
A Primeira Edição desta Iniciativa realizou-se no dia 17 de Dezembro de 2011 como resposta aos objetivos enunciados no âmbito da comemoração do Ano Europeu das Atividades Voluntárias que Promovam uma Cidadania Ativa e da necessidade de dinamizar o SMAV – Serviço Municipal de Apoio ao Voluntariado.

O contributo das instituições através da identificação das oportunidades de voluntariado, a sua eficiente e eficaz organização logística e humana e a resposta positiva dos cidadãos muito contribuíram para o sucesso da iniciativa em 2011. Cerca de uma centena de cidadãos responderam ao apelo para arranjar espaços ajardinados, plantar árvores, limpar e realizar a manutenção de espaços interiores e exteriores, pinturas decorativas, apoio a rastreios, participação na angariação de fundos e divulgação de projectos, acções de sensibilização, ensino, apoio na organização de festas, entre outras atividades.
Em 2012, a iniciativa está integrada e alinhada com os objectivos da comemoração do “Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações”, no âmbito do Projeto GerAÇÕES, desenvolvido em parceria com o Europ Direct.»

+ INFO
Tel: 225899260).

Abertura de candidaturas



Abertura de candidaturas à Tipologia 7.7 do POPH - Combate à Violência de Género

Mais informações em: http://www.cig.gov.pt/

terça-feira, 19 de junho de 2012

EAPN apela aos líderes da UE:


"Não ataquem sistemas de Proteção Social"

«Em vésperas do Conselho do Emprego e Assuntos Sociais (21 e 22 de junho), a EAPN enviou uma carta aos ministros dos Assuntos Sociais da União Europeia (EU), apelando à defesa dos sistemas de proteção e de segurança social, que as medidas de austeridade continuam a destruir. 
Sem uma nova abordagem os custos sociais, económicos e de saúde serão enormes e irreversíveis.
"Se quisermos evitar a completa desintegração da coesão social, a cooperação para proteger os nossos Estados providência deve ser considerada pelos líderes da UE como uma prioridade chave", disse Sérgio Aires, presidente da EAPN. "É tempo dos ministros demonstrarem o seu empenho e compromisso com o estado de bem-estar, adotando um objetivo para fixar um nível adequado de gastos com os sistemas de proteção social e criar sistemas fiscais mais justos que permitam assegurar o financiamento para atingir esse objetivo", acrescentou Sérgio Aires.
"A abordagem da austeridade não está a funcionar e está longe de fazer progressos na concretização do objetivo de redução da pobreza. A pobreza está a aumentar. É imperativo estabelecer uma agenda social clara e distinta para apoiar e implementar os compromissos de inclusão social da Estratégia Europa 2020 e da plataforma europeia de Luta Contra a Pobreza ", declarou Fintan Farrell, diretor da EAPN. "Além disso, deixou de ser claro qual é a estratégia global e integrada da UE para lutar contra a pobreza e a exclusão social. Apelamos à criação de um grupo de trabalho ao mais alto nível que atue urgentemente em cooperação com todos atores relevantes, incluindo as pessoas em situação de pobreza, no sentido de desenvolver essa estratégia integrada", concluiu Fintan Farrell.

A carta (em inglês) enviada aos Ministros de Assuntos Sociais pode ser lida em www.eapn.pt

+ INFO

 Fintan Farrell (Diretor) fintan.farrell @ eapn.eu
 ou Sian Jones (Policy Coordinator) sian.jones @ eapn.eu
 (+32 (0) 2 226 58 50)



segunda-feira, 18 de junho de 2012

PRÉMIO ACCESS●CITY 2013


LANÇAMENTO DO PRÉMIO ACCESSCITY 2013
COMISSÃO EUROPEIA APELA A CANDIDATURAS DE TODOS OS ESTADOS-MEMBROS ATÉ 5 DE SETEMBRO

"A Comissão Europeia deu início ao concurso para a terceira edição do “Prémio Access·City” 2013, o Prémio Europeu para Cidades Acessíveis. O prémio anual reconhece e celebra as cidades que estão empenhadas em proporcionar um ambiente acessível para todos e em particular para as pessoas com deficiência. O prémio faz parte dos esforços alargados da UE para criar uma Europa sem barreiras: uma acessibilidade melhorada resulta em benefícios económicos e sociais duradouros para as cidades, em particular num contexto de envelhecimento demográfico. As cidades com pelo menos 50.000 habitantes têm até 5 de Setembro de 2012 (até às 16h00, hora de Bruxelas) para apresentar a sua candidatura ao prémio.

"As portas das nossas cidades devem estar abertas a todas as pessoas", afirmou a Comissária da UE responsável pela Justiça, Viviane Reding. "Existem fortes argumentos para a defesa da acessibilidade. Este prémio homenageia as cidades que demonstram como uma cidade pode ser acessível: através da partilha de experiências. Os sucessos de algumas cidades podem servir de inspiração para outras em toda a Europa".

Cerca de 80 milhões de cidadãos europeus são portadores de deficiência. Com o envelhecimento da sociedade, o número de pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida é cada vez maior. Proporcionar a todos o acesso aos transportes urbanos, espaços públicos e serviços, assim como às tecnologias, tornou-se um verdadeiro desafio. Contudo, a melhoria da acessibilidade também proporciona benefícios económicos e sociais e contribui para a sustentabilidade e capacidade de inclusão no ambiente urbano.

Em consonância com a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, a acessibilidade é um dos pilares da Estratégia da UE para a Deficiência 2010-2020, que tem por objectivo criar uma Europa sem barreiras para todos.

O processo de selecção

O processo de selecção terá lugar em duas fases, com uma pré-selecção a nível nacional seguida de uma selecção final a nível europeu. Na fase do concurso europeu, um júri composto por especialistas em matéria de acessibilidade, incluindo representantes do Fórum Europeu das Pessoas com Deficiência, seleccionará entre os nomeados nacionais quatro finalistas para estarem presentes na cerimónia de entrega do prémio, em Bruxelas. A cerimónia coincidirá com a Conferência do Dia Europeu das Pessoas com Deficiência, de 3 a 4 de Dezembro de 2012. O vencedor do concurso será reconhecido como o “Vencedor do Prémio Access·City 2013”.

O Júri Europeu também atribuirá menções especiais a cidades que alcançaram sucessos e resultados notáveis em áreas ou aspectos específicos da sustentabilidade.

Critérios de atribuição do prémio

Em particular, o júri irá avaliar o impacto das medidas de acessibilidade na vida quotidiana das pessoas portadoras de deficiência e na cidade como um todo, e tomará em consideração a qualidade e a sustentabilidade dos resultados alcançados. As cidades terão também de demonstrar o envolvimento activo das pessoas com deficiência e das organizações que as representam no planeamento e implementação das políticas de acessibilidade da cidade.

Como apresentar a candidatura

As candidaturas podem ser apresentadas pela internet até ao próximo dia 5 de Setembro (até às 16h00, hora de Bruxelas) em inglês, francês ou alemão, através do sítio


+ INFO:

1.       Prémio Access·City  http://ec.europa.eu/justice/access-city
2.       Estratégia Europeia para a Deficiência 2010-2020 http://ec.europa.eu/justice/discrimination/disabilities/disability-strategy/index_en.htm
3.      Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência http://ec.europa.eu/justice/discrimination/disabilities/convention/index_en.htm


sexta-feira, 15 de junho de 2012

Hoje, 15 de junho...


DIA MUNDIAL DE SENSIBILIZAÇÃO 
PARA OS ABUSOS 
MAUS-TRATOS NA VELHICE


"A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que entre 4 e 6% das pessoas idosas em todo o mundo tenham sido vítimas de alguma forma de abusos e maus-tratos – físicos, emocionais, financeiros. Além disso, pesquisas recentes sugerem que a negligência, abuso e violência contra pessoas idosas, tanto em casa como nas instituições, são muito mais prevalentes do que actualmente é reconhecido.

Tais abusos são um ataque inaceitável à dignidade e aos direitos humanos. Pior do que isso, muitas das vezes estes casos não são comunicados nem solucionados.

Preocupada com o alastramento deste problema, a Assembleia-Geral da ONU proclamou o Dia Mundial para a Sensibilização para os Abusos e Maus-Tratos na Velhice, que se comemora anualmente a 15 de Junho.

O respeito pelos mais velhos está consagrado em muitas sociedades. Como as pessoas vivem mais tempo, e como nos esforçamos para atingir um desenvolvimento sustentável e inclusivo, é hora de revitalizar e expandir o nosso apreço por aqueles que têm avançado nos últimos anos. A civilização moderna só pode merecer esse nome se preservar a tradição de honrar, respeitar e proteger os idosos da sociedade.

Ao comemorarmos o Dia pela primeira vez, reafirmemos em conjunto que os direitos humanos das pessoas mais velhas são tão absolutos como os de todos os seres humanos.

Faço um apelo aos governos e a todos os actores interessados para projectarem e realizarem estratégias mais eficazes de prevenção e políticas mais rigorosas para abordar todos os aspectos do abuso de idosos. Vamos trabalhar juntos para optimizar as condições de vida dessas pessoas para que estas possam contribuir com o melhor de si para a nossa sociedade".

----------------------
Links úteis:
Organização Mundial de saúde: http://www.who.int/ageing/projects/elder_abuse/en/
Comissão de ONGs dedicadas ao envelhecimento: http://www.ngocoa-ny.org/index.html

A caminhar também se ajuda


Seminário


Boas Práticas InterinstitucionaisPorto_28 de Junho_2012Auditório da Junta de Freguesia de Ramalde
9:30h
Receção dos participantes
10:00h
Sessão de abertura
Dr. Manuel Maio_Presidente da Junta de Freguesia de Ramalde
Dra. Marina Ascensão_ Centro Distrital da Segurança Social do Porto
Dra. Guilhermina Rego_Presidente do CLASP
Padre Batista*_Presidente da União Distrital das IPSS
10:30h
Painel I – As potencialidades do trabalho em rede no contexto do Programa da Rede social 
Moderador: Rui Serôdio_Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação
Jacqueline Barreto_Programa Rede social, ISS-IP*
Sérgio Aires_Consultor Externo da EAPN Portugal
José Alberto Reis_Instituto Superior de Serviço Social do Porto
12:00h
Debate
12:30h
Almoço livre
14:30h
Apresentação de boas práticas interinstitucionais
Moderador e comentador: Eduardo Vitor Rodrigues_Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Dra. Cristina Andrade_AMI – “ Infotecas contra a infoexclusão”
Dra. Rita Moreira_Associação para o Planeamento da Família, CAP –Centro de acolhimento e protecção a mulheres vítimas de tráfico de seres humanos e seus filhos menores
Dra. Mafalda Guilherme_Encontrar+se,” Gabinete UPA”
Dr. Jorge Oliveira_Espaço T – “ Sensibilização para a Igualdade e Violência de Género e Trafico de Seres Humanos”
Dra. Joana Machado e Dra. Zelinda Pinto_Benéfica Previdente – “Rendimento Social de Inserção: ação concertada com vista à inclusão social”
Dra. Graciete Cruz_ADFA (Associação de Deficientes das Forças Armadas) – “Centro de
Atividades Ocupacionais
16:30h
Debate
17:00h
Encerramento
*A confirmar
  


quarta-feira, 13 de junho de 2012

Plano Estratégico "Impulso Jovem"


«O Governo português aprovou o Plano Estratégico "Impulso Jovem".
Tem como propósito:
·         criar oportunidades de ingresso no mercado de trabalho para os jovens portugueses, oferecendo-lhes formação certificada ou formação no posto de trabalho, sempre com o objetivo de uma posterior relação laboral duradoura, invertendo a tendência instalada de aumento do desemprego estrutural entre os jovens.
O “Impulso Jovem” assenta em três pilares:
·         i) Estágios profissionais;
·         ii) Apoio à contratação e ao empreendedorismo;
·         iii) Apoio ao investimento.
O Plano Estratégico “Impulso Jovem” atua nos dois lados do mercado de trabalho e cria as condições para que as empresas produzam postos de trabalho qualificados e duradouros, ultrapassando as atuais restrições ao financiamento que enfrentam, e simultaneamente ajustando o seu padrão produtivo ao novo paradigma de modelo económico sustentável ambicionado.
Neste contexto, possibilita a criação de medidas e mecanismos:
·         que impulsionem a contratação;
·         que incentivem o empreendedorismo jovem;
·         que facilitem o acesso ao financiamento das PME e apoiem a sua inovação e internacionalização.


O financiamento do “Impulso Jovem” obedecerá às linhas estratégicas definidas pela Comissão Interministerial de Orientação Estratégica dos Fundos Comunitários e Extracomunitários.
Parte dos apoios previstos são focados nas regiões de convergência (Norte, Centro e Alentejo), contribuindo para a redução das assimetrias regionais e para a coesão territorial.
Considerando a urgência de obtenção de resultados e a previsível adesão elevada ao Programa, a operacionalização do mesmo será feita através de um portal eletrónico.

| Medidas essenciais do “Impulso Jovem” |
A Resolução que aprova este Programa, apresenta, entre outras, as seguintes medidas, que sumariamente referenciamos:
- Lançamento o Plano Estratégico "Impulso Jovem".
– Definição as medidas essenciais do “Impulso Jovem”.
- Nomeação um Diretor Executivo do Plano Estratégico "Impulso Jovem", através de despacho conjunto do Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares e do Ministro da Economia e do Emprego. Este Diretor Executivo terá as funções de implementação e monitorização durante a vigência do mesmo Programa.
- Criação uma Comissão de Coordenação e Acompanhamento, presidida pelo Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, que reúna o Secretário de Estado da Administração Pública, o Secretário de Estado do Desporto e Juventude, o Secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, o Secretário de Estado do Emprego, o Secretário de Estado da Agricultura, o Secretário de Estado do Ensino Superior e o Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social.
Esta Comissão reúne mensalmente com os parceiros sociais para garantir a monitorização externa da execução do Programa.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Prostituição: enquadramento histórico e desafios atuais


«Prostituição: enquadramento histórico e desafios atuais é o tema da próxima sessão temática do Projeto Dangerous Liaisons. A sessão será dinamizada pela Dra. Alexandra Oliveira da FPCE da Universidade do Porto e irá decorrer no próximo dia 14 de Junho, pelas 9H30 na sede da EAPN Portugal (Rua de Costa Cabral, 2368, Porto).
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas para Paula Cruz (paula.cruz@eapn.pt / 225420802)».