Follow by Email

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Abrir Horizontes - Educar para Incluir

Dia 24 de Setembro, no auditório municipal de Olhão tem lugar o seminário “Abrir Horizontes – Educar para Incluir”. «Trata-se de uma iniciativa do Municipio de Olhão, no âmbito do Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social. A organização é da responsabilidade da Rede Social de Olhão em parceria com a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Olhão e a Associação MOJU. Com este encontro pretende-se fomentar um espaço de partilha, reflexão e avaliação sobre a problemática do abandono escolar e exclusão social, mediante a apresentação de boas práticas e experiências inovadoras de intervenção social, com base no desenvolvimento de competências pessoais de jovens em risco. Serão debatidos temas como “Medidas de Prevenção e Minimização do Abandono Escolar”, “Educação pela arte”, “Formas de Intervenção no Combate à Exclusão” ou “Práticas Associativas para a Inclusão”. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias. Inscreva-se até dia 17 de Setembro. enviando o seu nome completo, local de trabalho e contactos para redesocial@cm-olhao.pt ou cpcjolhao@cm-olhao.pt.»

Uma bicicleta. Um Sorriso.

[clicar na imagem para aumentar]
«Os Voluntários com Asas lançaram uma campanha de recolha de triciclos e bicicletas que decorrerá até ao final do mês de Novembro. As bicicletas recolhidas serão entregues a duas instituições, Casa Mãe do Gradil, em Mafra; e, Criança Feliz, em Belo Horizonte. ».

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Prémio de Jornalismo - até 24 de Setembro

«O Prémio de Jornalismo do Ano Europeu 2010 foi criado pela Comissão Europeia para apoiar e reconhecer jornalistas que contribuem, através do seu trabalho, para uma maior consciencialização e compreensão da pobreza e da exclusão social. Podem concorrer jornalistas de imprensa escrita, digital e audiovisual, com artigos publicados ou reportagens exibidas sobre as questões da pobreza e da exclusão social na União Europeia. Os artigos ou reportagens devem ser publicados ou exibidos entre 1 de Outubro de 2009 e 24 de Setembro de 2010, num órgão de comunicação social de um dos 27 Estados-Membros da UE, da Islândia ou da Noruega. Os objectivos do Prémio de Jornalismo são: •Reconhecer a excelência jornalística na cobertura das questões da pobreza e da exclusão social •Chamar a atenção dos representantes dos meios de comunicação social dos 27 Estados-Membros da UE, da Islândia e da Noruega para o Ano Europeu 2010 •Ajudar a compreender o que é a pobreza e a exclusão social, as suas causas e possíveis soluções. Mais informação aqui

No regresso às aulas, a AMI propõe material escolar solidário

«No regresso às aulas, a AMI propõe dois produtos escolares solidários: o Kit Salva Livros e a Agenda Escolar 2009/2010. O Kit Salva-Livros é um produto solidário inovador com uma importante cadeia de beneficiários cuja utilização prática reside na possibilidade de proteger as capas dos livros escolares. Porque dispensa o uso de tesouras e de colas, é de fácil e segura utilização por parte de crianças e até dos mais idosos. O Kit é composto por dez capas plásticas transparentes e adaptáveis, um conjunto de autocolantes reaplicáveis e dez etiquetas Disney personalizáveis, adaptando-se a todos os formatos de livros e cadernos até 21x30 cm (A4). A ideia original partiu de uma ONG francesa que viu no Kit Salva-Livros uma oportunidade de envolver mão-de-obra de trabalhadores portadores de deficiência e de assegurar uma fonte de receitas adicional. A AMI associou-se a esta cadeia e, ao propor a sua venda em Portugal, beneficia também das receitas da sua venda (1 euro por cada Kit vendido, que tem um preço de 6 euros). Estas serão canalizadas para o projecto de acção social da AMI em Portugal, sobretudo para os EPES, espaços de prevenção da exclusão social que funcionam em alguns centros Porta Amiga. Para além das empresas distribuidoras, a Campanha do Kit Salva Livros 2009 conta com os apoios da Handicap International, Young & Rubicam Redcell, Disney Channel, Codipor e DHL. Agenda Escolar 2009/2010 A AMI lança também este Verão a terceira edição da Agenda Escolar AMI 2009/2010. Tendo como temática o Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social, a Agenda Escolar pretende também ajudar a estimular competências de auto-organização nos alunos, em especial do primeiro e segundo ciclo do ensino básico, mas também do secundário e mesmo superior, esta inclui secções para o horário, dados pessoais, contactos, calendário escolar oficial, lista disciplinas/Professores, calendário de testes e avaliações, notas e plano anual.»
Fonte: aqui.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Psicologia Comunitária

«Estão abertas as inscrições para os Cursos de Formação Avançada em Psicologia Comunitária (2º e 3º ciclo), nomeadamente o Curso de Mestrado e o Curso de Doutoramento com especialização em Psicologia Comunitária, no ISPA- Instituto Universitário. As áreas de investigação-acção privilegiadas são relacionadas com a mudança social e comunitária, nomeadamente através da participação e empowerment de grupos em situação de vulnerabilidade ou exclusão (pessoas sem abrigo, pessoas com doença mental e outros grupos), com processos de integração comunitária (deficiência e incapacidades, grupos de migrantes), prevenção da violência interpessoal (violência doméstica e abuso sexual de crianças), promoção da liderança e do sentimento de comunidade (jovens, dirigentes associativos e seniores). São também áreas dominantes, o estudo das redes e o suporte social e comunitário, as parcerias comunitárias, as formas de capacitação e desenvolvimento comunitário. Os candidatos interessados em fazer apenas unidades curriculares, podem inscrever-se como audotores livres». Mais informação aqui e aqui.

Seminários sobre pobreza nos Açores

«A Associação Juvenil da Ilha Terceira (AJITER) apresentou ontem o seu projecto denominado "Jovens Açorianos - 20 estratégias para combater a Pobreza e a Exclusão Social". Esta iniciativa da AJITER pretende discutir e reflectir com a juventude açoriana acerca do modelo de desenvolvimento da sua sociedade e do seu futuro, através da realização de oito seminários locais que irão funcionar como "espaços de participação e discussão com base em estratégias de educação não formal", explicou o presidente daquela associação. As conclusões do seminário serão posteriormente entregues aos responsáveis políticos da Região as 20 estratégias "enquanto contributo da juventude açoriana para a definição da política e da estratégia de desenvolvimento dos Açores", referiu o presidente da AJITER. Desta forma, entre Agosto e Outubro serão promovidos vários seminários nas ilhas de Santa Maria, S. Miguel, Terceira, S. Jorge, Pico, Faial e Corvo, esta última com a presença da juventude da ilha das Flores. O primeiro seminário realiza-se na ilha montanha, a 28 de Agosto próximo. Refira-se que esta iniciativa da AJITER insere-se na comemoração do Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social.» Fonte: aqui

Programa "Ave Mais Solidário"

[clicar na imagem para aumentar] No âmbito do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social, realizam-se nos concelhos de Fafe, Guimarães, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão e Vizela,campanhas informativas relativas ao projecto “Ave mais solidário”. Estas sessões que decorrem entre Agosto e Dezembro, «têm como objectivo informar e sensibilizar para as problemáticas da pobreza e da exclusão social, com vista a uma maior compreensão e co-responsabilização pela resolução dos mesmos. Implicam a realização de actividades de carácter informativo, lúdico, de rua, cultural e artístico, tais como, palestras, teatros, danças, músicas, exposições, marchas, reportagem-vídeo, banda desenhada, telas de pintura», explica Isabel Amorim, do núcleo distrital de Braga da REAPN. O projecto “Ave mais solidário” é financiado pelo PNAECPES e resulta de um trabalho de parceria entre Municípios do Ave e a REAPN, visando a promoção de uma sociedade mais coesa, solidária e responsável, através da sensibilização do público para os fenómenos da pobreza e exclusão social. Informa-se, ainda, que a primeira actividade será realizada no dia 21 de Agosto (Performance da Trupe-Trap - espectáculo de teatro marionetas, dança e música), no Auditório do Pontido, na Póvoa de Lanhoso, às 10 horas. A entrada é livre. Para mais informações contactar os respectivos Municípios (Rede Social/Acção Social) ou o Núcleo Distrital de Braga da REAPN: braga@reapn.org

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Dia Internacional da Juventude

Amanhã é Dia Internacional da Juventude.
«Pelo terceiro ano consecutivo, o Instituto Português da Juventude, I.P., estabeleceu com entidades públicas da Administração Central, autarquias e entidades privadas parcerias de forma a proporcionar aos jovens um dia diferente». De notar que «os jovens com idade compreendida entre os 12 e os 25 anos (a comprovar mediante apresentação de documento de identificação), poderão usufruir de ofertas culturais, de lazer e recreio disponível a título gratuito ou a preços reduzidos, nas seguintes áreas: Transportes, Piscinas, Ginásios, Cinemas, Monumentos, Museus, Espectáculos, e outros eventos locais da responsabilidade de diversas entidades culturais, sociais e turísticas». O Instituto Português da Juventude aconselha a visita a juventude.gov.pt para acompanhares as actualizações da oferta.

Avaliação e Monitorização de Projectos de Intervenção Social

Com o objectivo de contribuir «para a melhoria das competências dos dirigentes e quadros técnicos de organizações sem fins lucrativos de intervenção social nos domínios da monitorização e avaliação de projectos» decorre, em Lisboa, nos dias 20, 21, 27 e 28 de Setembro a sessão formação intitulada “Avaliação e Monitorização de Projectos de Intervenção Social". Conteúdos Programáticos: 1.Abertura 2. Enquadramento: A evolução no conceito de avaliação e as razões da sua emergência enquanto conceito-chave na lógica de projecto; Avaliação participada e seus princípios: Os vários formatos da avaliação 3. Monitorização: Definição e objectivos; Grelha de monitorização 4. Avaliação: Definição e objectivos; Princípios; Modalidades; Critérios universais; Indicadores; Construção de um Plano de Avaliação. 5. Técnicas e Instrumentos: Identificação de alguns instrumentos e técnicas mais utilizadas no campo da avaliação; Utilização das novas TIC no apoio a processos de monitorização/avaliação. 6. Avaliação da Formação: Balanço de Competências final; Inquérito por questionário de avaliação da formação (conteúdos, formato e logística) a preencher pelo formador e pelos formandos. Mais informação pode ser solicitada através do e-mail: lsboa@reapn.com, ao cuidado de Dra. Maria José Domingos.

Estratégias para contrariar a Pobreza

CONVITE «O Nerba AE, no âmbito do projecto S.I.M – Sensibilizar Informar Mobilizar – Olhar para a Pobreza com olhos de ver promove a sessão de esclarecimento Empreendedorismo e Micro-crédito – estratégias para contrariar a pobreza que tem por objectivo divulgar ferramentas de criação de emprego disponíveis, procurando incentivar a população desfavorecida com espírito empreendedor a pôr as suas ideias em prática. Contamos com a V/ colaboração para mobilizar o público-alvo desta iniciativa – desempregados beneficiários do RSI, imigrantes e jovens. MACEDO DE CAVALEIROS 18 de Agosto de 2010 / Centro Cultural - Auditório Pequeno ALFÂNDEGA DA FÉ / 19 de Agosto de 2010 / Casa da Cultura MOGADOURO / 14 de Outubro de 2010 / Auditório da Biblioteca Municipal Trindade Coelho www.nerba.pt Mais informação pode ser solicitada para braganca@reapn.org

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Análise social do país em 4 dias de trabalho

Com o objectivo de analisar as mudanças e as transformações sociais que se produziram nos últimos anos, num contexto de crise económica e social, realizam-se entre 12 e 15 de Outubro, no Hotel Tuela, no Porto, as Jornadas de Trabalho: Inclusão Social, Emprego e Desenvolvimento. Durante quatro dias, alguns cientistas sociais e outros especialistas analisarão as tendências evolutivas do mercado de trabalho, as políticas públicas de emprego e inclusão social e, ainda, os novos desafios de cidadania e exercício de direitos sociais. «Pretendemos fazer uma reflexão sobre o papel da Economia Social e do Terceiro Sector no combate ao desemprego, analisando o contributo das organizações da Economia Social para a definição das estratégias de desenvolvimento sócio económico, explica Júlio Paiva, do gabinete de Desenvolvimento da Rede Europeia Anti-Pobreza. O sociólogo acrescenta, também, que «serão analisados os programas, projectos e instrumentos para a inclusão sócio-laboral dos grupos sociais desfavorecidos e o papel e perfis dos profissionais que trabalham na área da empregabilidade destes públicos». As jornadas de trabalho visam, ainda, pensar a intervenção social com os grupos mais desfavorecidos face ao mercado de trabalho, articulando com o desenvolvimento socioeconómico das comunidades locais. A relação entre o desenvolvimento socioeconómico e a inclusão social; o papel dos diferentes agentes no desenvolvimento e sustentabilidade das comunidades; o contributo das iniciativas económicas de proximidade, serão aspectos a ter em conta nesta análise promovida pela Rede Europeia Anti-Pobreza/Portugal (REAPN) e a Associação Metropolitana de Serviços (A.M.S). Os trabalhos programados decorrem à luz da estratégia europeia de Inclusão Activa definida pela Comissão Europeia, assente em três pilares: o monetário, essencial para combater os problemas das pessoas em situação de desfavorecimento social e, desta forma, promover a plena integração de todos os cidadãos na U.E.; o acesso a serviços sociais de qualidade, nos diversos níveis de educação, formação ao longo da vida, saúde, transportes, energia, habitação e outros; o acesso a mercados de trabalho inclusivos, o que implica que o trabalho seja estável e de qualidade, na medida em que este pode não se revelar como a melhor solução para todas as pessoas em situação de pobreza. Esta iniciativa conta com a assessoria ciêntifica do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e o apoio dos Instituto de emprego e Formação Profissional (IEFP), Instituto da Segurança Social (ISS) e, ainda, Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES). Mais informação pode ser encontrada no site wwwreapn.org. Programa e Dossier de apoio ao participante AQUI Inscrições on-line AQUI

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Educação parental

Nos dias 22, 23, 29 e 30 de Setembro terá lugar no Centro Social e Paroquial dos Santos Mártires, em Bragança, uma acção de formação dirigida a técnicos de picologia, sociologia, serviço social, educação social, trabalho social, medicina, enfermagem, terapia ocupacional, educação de infância, animação sócio-cultural, pedagogia, ensino e todos os que desenvolvem a sua intervenção junto de famílias. Objectivos: - Aumentar o conhecimento dos profissionais acerca de competências necessárias para trabalhar junto de famílias, que por diversos motivos mostrem dificuldades no desempenho das suas funções parentais; - Sensibilizar os técnicos para a importância da intervenção com as famílias, bem como desenvolver competências técnico-profissionais, na área da formação parental, para intervir junto de famílias e favorecer o desenvolvimento de competências de intervenção, numa óptica de Educação Parental; Conteúdos Programáticos 1. O conceito de Educação Parental- definição, origem e evolução 2. Educação Parental e outras modalidades de intervenção com famílias 3. Parentalidade e conceito de competências parentais 4. Princípios básicos de Educação Parental 5. Perfil do educador parental 6. Desenvolvimento de projectos de educação parental: construção, implementação e avaliação 7. Projectos de Educação Parental- experiências nacionais e internacionais 8. Discussão de casos práticos Para mais informação contactar: braganca@reapn.org

Formação Intensiva em Criminologia e Vitimologia

Com o objectivo de formar, promover e fundamentar a análise crítica das políticas de prevenção e repressão ao crime, estão abertas as inscrições para a III Formação Intensiva em Criminologia e Vitimologia, sob a Coordenação Cientifica do Professor Doutor José Pinto da Costa. «Dirige-se a qualquer participante, profissionais e estudantes, tendo como principais destinatários: Psicólogos, Médicos, Assistentes Sociais, Enfermeiros, Antropólogos, Educadores Sociais, Conselheiros Psicossociais, Professores, Juristas, Magistrados, Sociólogos, Profissionais dos Serviços Prisionais e da Reinserção Social de Centros Educativos de Menores e elementos de qualquer corporação policial (PSP, GNR, PJ), serviços de estrangeiros e fronteiras (SEF); e profissionais de planeamento de projectos e prevenção da criminalidade e áreas afins. Mais informação pode ser solicitada através dos seguintes contactos: E-mail: claudiamoura@portugalmail.pt Tel./ Fax. 222033046 - Telm. 96 76 48 777– 91 63 70 357– 93 654 35 36

Observatório de Desenvolvimento Social

«O Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade da Beira Interior (UBI) anunciou hoje a criação de um Observatório de Desenvolvimento Social em formato digital, sobre os concelhos de Castelo Branco, Covilhã, Guarda e Seia.» Fonte: Aqui

Dia dos Avós, na Guarda

reportagem Aqui.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

SIM - Sensibilizar, Mobilizar e Informar

No âmbito do projecto SIM- Sensibilizar, Mobilizar e Informar - Olhar a Pobreza com Olhos de Ver, serão realizadas, no distrito de Bragança, três sessões de esclarecimento sobre Empreendorismo e Microcrédito. A iniciativa visa contribuir para contrariar a pobreza, informando e ajudando pessoas a criarem o seu próprio negócio. A primeira acção decorre no próximo dia 18 de Agosto, às 14.30 horas, no Auditório Pequeno, do Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros. As restantes acções, sem data definida, estão previstas para os concelhos de Alfândega da Fé e Mogadouro. A iniciativa é destinada a 40 desempregados, 40 beneficiários do RSI, 20 jovens e cinco imigrantes. Mais informação pode ser solicitada através do e-mail braganca@reapn.org, ao cuidado de Dra. Ivone Florêncio

Unir Cérebro e Coração

Estão abertas as inscrições para o Simpósio de Educação 2010 – Unir Cérebro e Coração: Um olhar além do Intelecto - organizado pela Legião da Boa Vontade, dias 19 e 20 de Novembro de 2010, no Auditório do Espaço de Cultura Ecuménica da LBV, à Rua Comandante Rodolfo de Araújo, n.º 104, no Porto.

Universidade de Verão

A segunda edição da Universidade de Verão já tem data: de 15 a 18 de Setembro de 2010, em São Brás de Alportel. « Centrada no percurso efectuado pelas Redes Sociais mas sobretudo nos caminhos de futuro, pretende-se este ano reflectir sobre boas práticas de intervenção comunitária, promotoras da participação da população e das empresas em processos de planeamento e na criação de resposta para os problemas sociais. Definiu-se para tal um programa bastante ambicioso e rico na diversidade dos actores, das abordagens, dos instrumentos e dos projectos. E conta-se, para o efeito, com a presença de experiências nacionais e estrangeiras, que constituem uma mostra de soluções sociais inovadoras úteis para o trabalho desenvolvido pelas Redes Sociais. Fala-se em concreto de experiências promovidas no âmbito de processos de Agendas 21 Locais, centrados na participação dos cidadãos com vista à sustentabilidade dos territórios; de mecanismos de dinamização e participação comunitárias; de dispositivos de economia solidária baseada em sistema alternativos de produção e de consumo; de circuitos curtos de produção e consumo locais, como forma de satisfazer necessidades pessoais e incrementar a economia local; de sistemas comunitários de produção em contextos urbanos, entre muitos outros aspectos. A dinamização destes e de outros temas estará a cargo de diferentes actores, provenientes de autarquias, de organizações da sociedade civil, assim como de empresas. Esta edição da Universidade de Verão destina-se, deste modo, a públicos muito diversos, em particular a Eleitos locais, técnicos das autarquias e de organizações da sociedade civil, empresários, professores e estudantes, assim como a cidadãos interessados e empenhados em despoletar processos de dinamização comunitária nos territórios onde vivem. Esta Universidade de Verão é promovida por uma parceria composta pela Associação In Loco o Instituto de Segurança Social, IP. e o Centro de Estudos Sociais.» Mais informação AQUI.