Follow by Email

terça-feira, 30 de março de 2010

REAPN com projectos aprovados

No âmbito do Programa Nacional do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social, a REAPN obteve a aprovação de 18 candidaturas. As parcerias estabelecidas com escolas, universidades, autarquias, fundações, imprensa local e outros actores regionais e nacionais, foram fundamentais para a diversidade dos projectos aprovados. Nome do projecto e plataforma a que reporta: Redes Para a Inclusão – Baixo Vouga; Localizar o Social e Socializar o Local – Baixo Alentejo; Ave mais Solidário – Ave; 10Construir – Cávado; S.I.M. Sensibilizar, Informar, Mobilizar – olhar para a Pobreza com olhos de ver – Alto Trás-os-Montes; Nós – Baixo Mondego 2010 – Baixo Mondego; Connosco – Uma comunidade em Rede no Combate à Pobreza – Beira interior Norte; Mobiliza-te contra a Pobreza e a Exclusão Social – Pinhal Litoral; A favor da Inclusão Social: sensibilização, mobilização, debate – Oeste; Pela Inclusão Social na Grande Lisboa – Grande Lisboa; Trabalhar em Rede pela Inclusão Social no Alto Alentejo – Alto Alentejo; Re – InventARTE – Grande Porto; Novas Rotas, no combate à Pobreza e Exclusão Social – Tâmega; (Re) Ver a Pobreza – Lezíria do Tejo; Entrelaçar…olhares, vontades e ideias por uma inclusão Social na Península de Setúbal – Penínsila de Setúbal; Uma Fatia do Bolo – Assinatura contra a desigualdade e a Pobreza – Minho Lima; Luta Contra a Pobreza: um novo projecto de cidadania – Douro; Olha para a Pobreza com olhos de Ver – Dão Lafões.

A arte de desenvolver pessoas

«Promover o desenvolvimento pessoal e profissional de todos os participantes, dotando-os de conhecimentos e técnicas de coaching e, ainda, fornecer instrumentos para formar equipas de trabalho mais fortes, são alguns dos objectivos da acção de formação promovida pelo Núcleo Distrital de Leiria da REAPN em parceria com o Instituto Politécnico de Leiria(IPL). Assim, nos dias 12, 13. 20 e 21 de Abril, terá lugar no IPL, a acção de formação “Coaching: a arte de desenvolver pessoas”. Mais informação e respectiva ficha de inscrição AQUI.

Qualis II - abertura de candidaturas

Até ao próximo dia 26 de Abril, estão abertas as candidaturas para o Projecto Qualis II. Pode encontrar toda a informação AQUI.

quinta-feira, 25 de março de 2010

A roaming career on the margins  |  Policies  |  Health & society  |  Society & culture | European Voice

Marketing nas Organizações sem fins lucrativos

«Numa altura em que se comemora o Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social, o Núcleo Distrital de Vila Real da REAPN apresenta um ciclo de debates com o objectivo de informar, sensibilizar e fomentar o conhecimento e discussão sobre áreas temáticas no âmbito das respostas sociais e políticas sociais que garantam práticas inovadoras.» É neste contexto que têm lugar dois debates intitulados: "Marketing nas Organizações sem Fins Lucrativos" e "Pobreza, Exclusão e Desigualdades" a terem lugar dias 16 de Abril e 21 de Maio, respectivamente. «Com este ciclo de debates, pretendemos promover sobretudo uma conversa com alguns peritos nestas áreas e todos aqueles que trabalham no terreno e sentem a necessidade de imprimir, na sua acção, inovação social e compreensão activa dos contextos territoriais. Por isso, apelamos à participação pró activa de todos os destinatários finais fazendo deste debate um diálogo capaz de transformar», diz fonte da organização. Mais informação pode ser solicitada através do e-mail vilareal@reapn.org
Ficha de inscrição para "Marketing nas Organizações sem Fins Lucrativos AQUI

Portugal e Brasil no combate à pobreza: Utopia, Compromisso?

Seminário de Pós-doutoramento/Núcleo de Políticas Sociais e Cidadania Portugal e Brasil no combate a pobreza: Ingenuidade, Utopia, Compromisso?
Um estudo de realidades distintas Denise Yasodã Freitas Dornelles, Pós-doutoranda CES «Diante de uma vida líquida (Bauman, 2005), instável, insegura, inconstante refletir para onde caminha a proteção social é uma necessidade que se faz urgente. Um capital fetichizado em que a externalidade danosa de suas consequências se situam na materialidade cotidiana da vida local que segue comprometendo sonhos e hipotecando a esperança de tempos melhores. Urge a necessidade da reflexão de todos, do diálogo crítico-analítico constante, pois nesse contexto, ao longo do ano de 2009 foi desenvolvida pesquisa com base em grupo focal, entrevistas, observação participante na busca por desvelar através do estudo social, histórico e econômico de realidades distintas - como foco a cidade de Salvador na Bahia, região nordeste do Brasil e a cidade de Coimbra localizada no centro de Portugal - os sentidos da pobreza e os impactos dos programas de combate a esta pobreza, destacadamente o Programa Bolsa Família brasileiro (PBF) e o Rendimento Social de Inserção português (RSI). O seminário apresenta como pressuposto consolidar o espaço de diálogo em que se reflita sobre os horizontes para onde caminham as políticas de proteção social brasileira e portuguesa no mundo contemporâneo.» Hoje, dia 25 de Março, às 17:00, na Sala de Seminários do CES, 2º Piso, Coimbra Mais informação AQUI

Apresentação de projecto

[Clicar na imagem para aumentar]
Dia 19 de Abril, no ISCTE, em Lisboa.
Apresentação do projecto "A concepção do espaço público em bairros de realojamento como pressuposto estruturador de inserção social" Mais informações:
DINÂMIA – CET, Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica e o Território Avenida das Forças Armadas, Edifício ISCTE – Sala 2N19 1649 – 026 Lisboa Telefone (directo): 21 793 86 38 Telefone (via ISCTE): 21 790 30 78 - Ext. 722191 www.dinamia.iscte.pt

Eu estou atento: Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social

No âmbito do Programa Escolhas, a Associação Caminhar, sedeada em Ponte de Sor, desenvolveu um projecto denominado "Geração Inconformadus", «onde temos actividades direccionadas para várias faixas etárias, incidindo principalmente nas crianças, adolescentes e jovens», informa fonte da organização. Neste sentido, «temos uma actividade chamada "Jovem@Jovem", que consiste num acampamento para jovens, onde se promovem estilos de vida saudáveis. Através de um conjunto de actividades, procuramos estimular os jovens a estarem atentos e sensíveis a tudo o que se passa ao seu redor, bem como é nosso objectivo formar agentes de prevenção junto dos pares». O primeiro encontro, subordinado ao tema "Eu estou atento: Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social", realiza-se entre 29 de Março e 1 de Abril. Mais informações: Associação Caminhar Rua Movimento das Forças Armadas, n.º 17 7400-246 Ponte de Sor Contactos: Tel.242 206 510 Tlm.965 266 414

Terceira idade em foco

VELHO AOS 52 ANOS?
Para os portugueses a juventude termina aos 29 anos e a velhice começa aos 51. Apenas 19% dos portugueses referiram terem-se sentido descriminados devido à sua idade, contra 47% dos finlandeses. O QUE É SER-SE VELHO?
Há pessoas que, graças a tratamentos hormonais, ginástica, cirurgia estética, maquilhagem e moda, continuam a parecer jovens, mesmo tendo 70 anos. SÉNIOR? VELHO? OU IDOSO?
O que chamar às pessoas à medida que envelhecem? Para descobrir a resposta, a indústria francesa encomendou um estudo para saber como se deve dirigir à população com mais de 50 anos. AUTONOMIA FUNCIONAL ATÉ AOS 70 ANOS
O director da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, Santos Rosa, um dos autores do estudo, explicou que o “índice dos 65 anos, que costuma caracterizar a terceira idade, já não corresponde à realidade de envelhecimento da população”. ENVELHECIMENTO & ECONOMIA
O envelhecimento da população vai ter, globalmente, efeitos negativos sobre a economia, apesar de beneficiar indústrias como a dos instrumentos médicos, medicamentos e serviços de saúde. EMPREGO PARA SENIORES
Tem mais de 50 anos e procura emprego? A Home Instead Senior Care surge com uma oferta de emprego remunerado para “CAREGivers”, contrariando a tendência de que o trabalho social deve ser em regime de voluntariado. Todos estes temas são desenvolvidos AQUI.

1º Encontro de Dirigentes das Entidades da Rede Social de Setúbal

É já no próximo Sábado, dia 27 de Março, no Novotel, em Setúbal, que terá lugar o 1º Encontro de Dirigentes das Entidades da Rede Social de Setúbal. O encontro visa "reforçar junto dos dirigentes das entidades representadas no CLASS, a importância da aplicação dos princípios de acção da Rede Social: Participação, Articulação, Subsidiariedade, Integração e Inovação no trabalho social que desenvolvemos no concelho. A dinâmica que se pretende para o Concelho, tem de assentar num conhecimento partilhado e aprofundado da realidade e do território, pelo que a meta comum deve ser a promoção de um planeamento integrado e sistemático, que mobilize as competências e os recursos institucionais e da comunidade, de forma a garantir uma maior eficácia das respostas sociais para a população», informa fonte da organização. Para mais informações contactar a Divisão de Inclusão Social, através do telefone 265 545 170, fax: 265 545 179, email: fernanda.nogueira@mun-setubal.pt ou rui.alves@mun-setubal.pt

Saúde com Arte

I Encontro Internacional Saúde com Arte. 8 e 9 de Abril, em Leiria.
Mais informações podem ser solicitadas através de:
Tel.: (00351) 244 801 685 E-mail: plameiro@samp.pt.

Formação: Gestão e Ciclo do Projecto

Com o objectivo de «promover o conhecimento das regras de financiamento e dos instrumentos utilizados no ciclo do projecto no âmbito da Cooperação e da Educação para o Desenvolvimento», a Plataforma Portuguesa de ONGD´s organiza a segunda formação em Gestão e Ciclo do Projecto, a ter lugar na Associação MONTE, em Arraiolos. As inscrções devem ser efectuadas até 9 de Abril. «Com um total de 40 horas, a referida formação será dividida em dois momentos: as primeiras 20 horas nos dias 15, 16 e 17 de Abril, e as restantes 20 nos dias a acordar entre a formadora e os formandos. A turma terá, no máximo, 20 pessoas e poderão ser admitidas até duas inscrições por Organização, pelo que todos os interessados devem enviar um email com o nome das duas pessoas que tencionam assistir à formação, indicando logo quem fica como suplente. A participação do suplente fica assim condicionada ao número de inscritos». Mais informações podem ser solicitadas através do e-mail ana.resende@plataformaongd.pt

sexta-feira, 19 de março de 2010

Mas que pobreza?

Desta vez, é o escritor Paulo Kellerman que responde ao desafio lançado pelo Núcleo Distrital de Leiria da REAPN e pelo Jornal Região de Leiria. Uma fotografia e uma frase. Ora aqui estão elas. Para reflectirmos.
O que é para si a pobreza?
«Mas que pobreza? A económica? Ou a de espírito, a cultural, a social? Afinal, todos seremos pobres (de um tipo ou outro) enquanto permitirmos que ao nosso lado alguém permaneça pobre; enquanto continuarmos a ver o mundo apenas a preto e branco?»

Mais de uma centena, em Coimbra

quinta-feira, 18 de março de 2010

REAPN no Multibanco

A Rede Europeia Anti-Pobreza Portugal (REAPN) aderiu a serviço MB Ser Solidário, juntando-se a outras organizações que também aderiram. «Uma campanha promovida pela SIBS, juntamente com os bancos do sistema Multibanco, sob o mote "Ser solidário", permite aos utilizadores da rede Caixa Automático Multibanco (CA-MB) realizarem transferências bancárias para entidades envolvidas em campanhas nacionais de solidariedade social. O serviço permite a contribuição para uma causa de forma simples, directa e imediata. Fica directamente com o seu comprovativo para efeitos fiscais. Basta seleccionar a opção “Factura” e introduzir o Número de Contribuinte. No final da operação, o talão comprovativo é valido para efeitos de apresentação no serviço de finanças, estando o cabeçalho preenchido com os dados fiscais da Entidade destinatária do donativo. Esta operação encontra-se disponível nos mais de 13.500 Caixas Automáticos existentes na rede Multibanco. Neste projecto, a par da Oikos, estão a Ajuda de Berço, AMI, Banco Alimentar, Cruz Vermelha Portuguesa, Instituto de Apoio à Criança – IAC, Portugal Laço, Médicos do Mundo, Operação Nariz Vermelho e UNICEF. A campanha “Ser Solidário” enquadra-se no conjunto de acções de responsabilidade social desenvolvidas no âmbito do projecto SIBS Solidária, que assume activamente o papel decisivo que as estruturas empresariais devem ter no apoio a causas e projectos que visam a construção de uma sociedade melhor.»

Pela Madeira

A Escola Secundária Marquesa de Alorna e o Núcleo Distrital de Santarém da REAPN, entre outros, unem esforços pela Madeira. O espectáculo de solidariedade terá lugar no cineteatro de Almeirim, dia 23 de Março, às 21 horas. Mais informações podem ser solicitadas através do e-mail santarem@reapn.org

quarta-feira, 17 de março de 2010

Seminário Ibérico, em Bragança

Entrevista com Pe. Jardim Moreira, presidente da REAPN.

RTP - SOCIEDADE CIVIL

RTP - SOCIEDADE CIVIL Fernanda Freitas, no seu programa Sociedade Civil, de 10 de Março, apresenta a agenda do ANO EUROPEU DO COMBATE À POBREZA E À EXCLUSÃO SOCIAL, editada pela REAPN.

Coerência.pt: o que é?

COERÊNCIA.PT: o que é? «O projecto COERÊNCIA.PT procura contribuir para a erradicação da pobreza promovendo a Coerência das Políticas para o Desenvolvimento através da sensibilização e mobilização de decisores políticos, funcionários públicos, ONGD e público em geral, em Portugal e nos países parceiros: Holanda, República Checa e Estónia. Ao longo dos 36 meses do projecto será promovida a melhoria da coerência e da visibilidade das políticas externas dos Governos e da União Europeia e denunciadas as suas incoerências propondo alternativas de acção, ou seja, delinear recomendações com o objectivo de as inverter. O nosso objectivo: contribuir para as metas estabelecidas nos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) centrais à cooperação da UE com os países de África, das Caraíbas e do Pacífico (países ACP) mediante o estabelecimento de uma parceria global. Esta monitorização será estabelecida em forma de ranking, disponível em www.coerencia.pt onde serão analisadas todas as acções, discursos e publicações dos representantes parlamentares nacionais e atribuída uma classificação aos Grupos parlamentares que se destaquem positivamente Assim, de cada vez que um parlamentar levar a cabo uma acção considerada positiva em termos da Coerência das Políticas para o Desenvolvimento, esta será divulgada online. A monitorização apresentará continuamente os resultados da evolução dos partidos políticos face à implementação de políticas mais justas e de modo a aferir quais os partidos mais activos na advocacia por políticas coerentes. Esta classificação irá incidir sobre as 12 áreas prioritárias identificadas pelo Conselho Europeu em 2005 e sobre as quais serão divulgados estudos de caso. As recomendações finais deverão contribuir para a eficácia da Ajuda em articulação com os ODM e na luta contra a pobreza. Entendemos que monitorizar as acções políticas do parlamento nacional faz parte de uma cidadania activa que pretende estabelecer um desenvolvimento mais coerente. Que acções iremos desenvolver?
Estão previstas actividades de monitorização, investigação e mobilização mediante a análise da Coerência das Políticas para o Desenvolvimento. Essas actividades são promovidas com o objectivo de sensibilizar os Decisores Políticos, ONG, estudantes universitários e público em geral. Serão divulgados os diferentes casos de incoerência e possíveis soluções para a reverter. Outras actividades incluem a capacitação e participação das partes interessadas através de workshops para ONG, para funcionários públicos e decisores políticos procurando fomentar uma coligação de vontades. Por último, serão implementadas acções de sensibilização da Opinião Pública e Educação como a publicação e divulgação de materiais de sensibilização e artigos de opinião; a atribuição de Prémios de Boas Práticas e a Campanha Europeia ‘Vozes do Sul’.» Mais informação AQUI

Bolsa em projecto europeu

No âmbito do projecto europeu «A semântica da tolerância e do [anti] - racismo na Europa: órgãos públicos e sociedade civil numa perspectiva comparativa», o Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra procura um investigador pós-graduado para integrar o projecto, coordenado pelo professor Boaventura de Sousa Santos. Equipas participantes: Universidade de Leeds (Reino Unido), Universidade de Sevilha (Espanha), Universidade do País Basco (Espanha), National Centre for Social Research (Dinamarca), Universidade Viadrina Frankfurt (Alemanha). «O projecto parte da hipótese de que as políticas europeias de integração não incorporam de forma suficiente medidas anti-racistas, resultando em modos de integração precários e tornando as estruturas sociais vulneráveis ao racismo. Desta perspectiva, o projecto foca os diferentes significados atribuídos ao (anti-)racismo e à (in-)tolerância, procurando analisar até que ponto os dois são concebidos como conceitos interligados, e explorar de que forma estão imbuídos em ideias e discursos mais abrangentes sobre os desafios e/ou ameaças às democracias europeias e, mais precisamente, à (re)definição das identidades europeias em relação às actuais políticas de imigração e situações pós-coloniais. Procura-se também analisar até que ponto sociedades europeias culturalmente diversas estão a testemunhar a racionalização das relações sociais e a diferenciação de um conjunto de tipologias mais ou menos recentes de racismos registados a nível regional e as suas implicações para as culturas público-políticas.» Mais informação aqui.

terça-feira, 16 de março de 2010

Empreender: reflectir e agir

[clicar na imagem para aumentar]
6, 16 e 27 de Abril. Entrada livre.
Mais informações: Instituto de Sociologia Faculdade de Letras da Fundação Universidade do Porto Via Panorâmica s/n 4150-564 Porto Telf. e Fax +351 22 607 7190 E-mail: isociologia@letras.up.pt Web: www.letras.up.pt/isociologia

Alojamento «deplorável» de ciganos em Portugal

Comissário dos Direitos Humanos do Conselho da Europa alertou o Governo português e reclamou medidas. Manifestou «preocupação» com discriminação Estão em causa as políticas migratórias, a situação das minorias, os comportamentos da polícia e a luta contra as discriminações em Portugal, como se lê na carta dirigida ao secretário de Estado da Justiça e da Modernização Judiciária, José Magalhães, refere a Agência Lusa. O seu conteúdo foi revelado numa nota de imprensa publicada no portal do Conselho da Europa, quatro meses depois do comissário ter efectuado uma visita de dois dias a Lisboa. A legislação e a Constituição portuguesas "oferecerem uma ampla protecção contra a discriminação", refere Thomas Hammarberg, mas "as condições de alojamento dos ciganos" são "deploráveis" e "a extensão de discriminações a seu respeito constituem uma fonte de preocupação". Em Portugal há "medidas de integração positivas", mas o comissário exorta as autoridades a fazerem "o necessário para melhorar as condições de alojamento dos ciganos, conforme os princípios enunciados, nomeadamente na Carta Social Europeia". Thomas Hammarberg convida Portugal a ratificar o protocolo 12 da Convenção dos Direitos do Homem, que proíbe a discriminações devido ao sexo, à raça, à cor, à língua, à religião, às convicções políticas ou outras, à origem nacional ou social, ao facto de uma pessoa pertencer a uma minoria nacional, à riqueza, ao nascimento ou a outra situação. O comissário esteve em Lisboa, de 12 a 13 de Novembro de 2009. Na altura, visitou o centro de acolhimento de refugiados e encontrou-se com imigrantes no bairro Vale da Amoreira, na Moita. Elísio Assunção Fonte: Aqui

Vamos Construir uma Biblioteca em Vila D'Este

A campanha 'Vamos Construir uma Biblioteca em Vila D'Este' foi prolongada. Até Abril ainda é tempo de doar livros. Para chegar aos 8 mil! «A par dos programas de promoção da leitura lançados no quadro do “Plano Nacional de Leitura”, o Contrato de Desenvolvimento Social de V N Gaia – AGIR XXI inicia a Campanha para a Construção de uma Biblioteca Comunitária em Vila d’Este. Esse espaço pretende favorecer o acesso aos livros e à leitura e desenvolver uma série de programas educativos que diversifiquem as vivências culturais e estéticas dos cerca de 10.000 habitantes do território de Vila d’Este. Esta ideia alicerça-se também no desejo previamente manifesto pela comunidade, segundo o qual seria importante a criação de um espaço especificamente vocacionado para a leitura e onde o encontro entre as várias gerações fosse possível, fazendo coexistir a promoção de hábitos de leitura, com a ocupação de tempo livre. Esta campanha, que se iniciou em Janeiro, pretende recolher mais de oito mil livros». Os livros poderão ser entregues até ao final do mês de Abril, nos seguintes locais: Faculdade de Direito da Universidade do Porto; Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Instituto Politécnico do Porto; CPipp - Casa do Pessoal do Instituto Politécnico do Porto; Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto; Contrato de Desenvolvimento Social de V N Gaia: AGIR XXI; Para mais informações contactar directamente o AGIRXXI através do número de telefone 227843295 ou através do e-mail: agirxxi@gmail.com

sexta-feira, 12 de março de 2010

Troque de agenda! Por uma boa causa.

2010, como sabemos, é o Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social. A abertura oficial foi no dia 21 de Janeiro, em Madrid e, em Portugal, no dia 6 de Fevereiro. Para assinalar o Ano Europeu, a REAPN editou uma agenda onde estão assinalados os dias em que, especialmente, na Europa, se comemora a iniciativa: as "focus weeks". «Mas não só. A agenda acaba por ser um documento onde constam dados sobre a pobreza, em Portugal, e se assinalam dias estreitamente ligados à política social europeia», afirma Sandra Araújo, coordenadora nacional da Rede Europeia Anti-Pobreza [ REAPN], apelando para que todos troquem de agenda por uma boa causa. «Conseguimos, com muito esforço, fazer esta agenda e apelamos a que a adquiram, uma vez que, desta forma, estão a ajudar-nos a levar a cabo algumas acções previstas para este ano. Como sabem, a REAPN é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos e a venda da agenda irá ajudar-nos a viabilizar outras acções», explica Sandra Araújo. A REAPN convidou fotógrafos portugueses a cederem fotografias alusivas à pobreza e à exclusão social e o resultado está compilado neste suporte que, «mais do que uma agenda, é um documento com registos importantes sobre pobreza e exclusão social, explica o Presidente da REAPN, Padre Jardim Moreira, aproveitando esta oportunidade para «agradecer publicamente a todos os fotojornalistas que tiveram a amabilidade de nos cederem as fotografias que constam na agenda». A campanha está lançada. Agora espera-se que pessoas e empresas, troquem de agenda. São doze fotografias da autoria dos seguintes fotojornalistas: Alfredo Cunha; Fernando Veludo; João Pedro Marnoco; José Manuel Ribeiro; Leonel de Castro; Lucília Monteiro; Paulo Pimenta e Pedro Neves. A agenda pode ser adquirida pelo valor de 5 euros. Mais informações podem ser solicitadas através do e-mail comunicacao@reapn.com A REAPN solicita a todos ajuda na divulgação da iniciativa. Obrigado.

Concurso de desenho, fotografia e texto

[clicar na imagem para aumentar]
Mais informação aqui. PARTICIPE.

quinta-feira, 11 de março de 2010

...pobreza é aridez, é deserto, é vazio...

Uma parceria entre o Núcleo Distrital de Leiria da REAPN e o jornal Região de Leiria tem dado origem a uma rubrica naquele meio de comunicação social regional. O que é para si a pobreza? É a questão a que diversas pessoas têm respondido. Desta vez, na edição de 5 de Março, a resposta foi da socióloga Patrícia Ervilha. A iniciativa decorre no âmbito do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social.
«Para mim pobreza é aridez, é deserto, é vazio. A pobreza pode assumir tantas caras: pobreza de recursos, pobreza de sentimentos, pobreza de emoções, pobreza de espírito, miséria, fome, solidão. Ser pobre ou estar pobre é estar sozinho, é estar isolado, é não possuir recursos humanos ou físicos, sociais ou profissionais, competências ou qualidades. Ser pobre é também não ter sorte, como diria sabiamente, o cineasta Woody Allen». Patrícia Ervilha, Socióloga

A Criação de Riqueza como forma de combater a Pobreza

Dia 30 de Abril, o Teatro Municipal Pax-Julia, em Beja, recebe o Seminário Ibérico "A Criação de Riqueza como forma de combater a Pobreza". De acordo com a organização «o presente tema surge da preocupação manifestada pelos actores sociais da região, tendo em consideração a implementação de investimentos públicos e privados no Baixo Alentejo, nomeadamente a Barragem de Alqueva, o Porto de Sines, o Aeroporto de Beja e o IP 8. Pretendemos dar um cariz Ibérico à presente iniciativa, uma vez que o investimento realizado no Alqueva deverá modificar a estrutura agrícola alentejana e da região transfronteiriça espanhola (verifica-se um forte investimento espanhol agrícola na área de intervenção de Alqueva ao contrário do investimento português). Este conjunto de investimentos deverá lançar um novo rumo nas perspectivas dos alentejanos ao nível da criação de riqueza. Julgamos oportuno reflectir sobre estas alterações à luz da criação de riqueza como forma de combater a pobreza quer em Portugal, quer em Espanha. É nosso propósito suscitar o interesse da sociedade civil e da responsabilidade social de cada um e de todos para uma oportunidade que é cada vez mais transversal a toda a sociedade alentejana e portuguesa, independentemente da sua classe social, religião ou raça. Pretendemos à semelhança dos anos anteriores despertar as consciências e enaltecer esta oportunidade como forma de combater a pobreza, marcando presença na agenda regional, nacional e ibérica, manifestando a preocupação da sociedade civil em capacitar os actores para uma intervenção mais adequada». Esta iniciativa, organizada pelo Núcleo de Beja da REAPN, conta com a participação de diversas instituições. Mais informação pode ser solicitada através do e-mail n.beja@reapn.org e a ficha de inscrição pode ser encontrada AQUI.

(Re)Ver a Pobreza incentiva população a agir

«O Núcleo de Santarém da Rede Europeia Anti-Pobreza/Portugal (REAPN), vai promover o concurso “(Re)Ver a Pobreza”, no âmbito do Ano Europeu de Combate à Pobreza, que tem como objectivo sensibilizar e encorajar a participação de todos os segmentos da população na luta contra a pobreza e a exclusão social, contribuindo para uma qualidade de vida e bem-estar social, derrubando estereótipos. Em parceria com os Conselhos Locais de Acção Social da Lezíria do Tejo e a União Distrital das Instituições de Solidariedade Social, o concurso dirige-se aos alunos das escolas do 1º, 2º e 3º Ciclos, aos utentes de instituições sem fins lucrativos, bem como à população em geral da área da implementação do projecto, produzindo materiais alusivos à temática proposta que possam ser utilizados, ao longo do ano, em campanhas formativas/informativas para divulgação pelos vários meios de comunicação social. Os trabalhos podem ser apresentados individualmente e / ou em grupo, sob a forma de desenhos, pinturas, fotografias, textos em prosa ou poesia, ou slogans. O prazo de entrega das candidaturas a concurso termina a 15 de Abril. Deverão ser entregues no Núcleo Distrital de Santarém da REAPN, enviadas pelo correio para: REAPN, CNEMA, apartado 331, loja 2A, 2001-904 Santarém, Tel. 243 306 279; Fax: 243 306 284, ou por correio electrónico para: santarem@reapn.org, acompanhados do boletim de candidatura». Mais informações AQUI.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Dia Internacional da Mulher

DIVULGAÇÃO ANIMAR NO DOMÍNIO DA CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO

Igualdade, Paridade e Acção

«Para celebrar conquistas e assinalar as desigualdades que ainda nos afectam - violência no namoro, saúde sexual e reprodutiva, acesso ao primeiro emprego, desigualdade salarial, participação cívica e política», lê-se no comunicado emitido pela Rede Portuguesa de Jovens para a Igualdade de Oportunidades. Entre o Largo do Camões e a Baixa Lisboeta, jovens do projecto dMpM2 – De Mulher para Mulher - um projecto de empowerment para a participação cívica e política de jovens mulheres em Portugal - distribuem um jornal de sua autoria, crachás alusivos ao Dia Internacional das Mulheres e mobilizam a população em geral para a Igualdade, Paridade e Acção. Em frente à Esplanada da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, no Campo Pequeno, Avenida de Berna, haverá uma outra acção visando a mobilização e envolvimento das e dos estudantes nas questões da Igualdade», informa o referido documento. Esta iniciativa é promovida pela Rede Portuguesa de Jovens para a Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens em parceria com a Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Lisboa e com a colaboração de Anália Torres, Presidente da Associação Europeia de Sociologia e João Esteves, autor da obra Mulheres e Republicanismo, no âmbito do jornal.»

sexta-feira, 5 de março de 2010

As Ideias Republicanas e o seu Impacto nos Direitos das Mulheres

«A Provedoria dos Cidadãos com Deficiência em colaboração com Reitoria da Universidade do Porto e o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, inicia na próxima segunda-feira, dia 8 de Março, uma série de Tertúlias sobre a Cidadania de Todos e a República». Dia 8 de Março, a Tertúlia terá lugar no Café Piolho, no Porto, às 18.30 horas. O tema “As Ideias Republicanas e o seu Impacto nos Direitos das Mulheres” será apresentado por Beatriz Pacheco Pereira e por Lia Ferreira.

Financiamento para projectos

«O Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD) abriu candidaturas para co-financiamentos de projectos de Cooperação para o Desenvolvimento.
Mais informações AQUI.

quinta-feira, 4 de março de 2010

É Possível Acabar com a Situação Sem-abrigo!

«Acabar com a situação de pessoas sem-abrigo pode parecer, a alguns, um sonho pouco realista, mas na FEANTSA acreditamos que, se os objectivos aqui delineados se tornarem uma parte integrada das políticas para as pessoas sem abrigo, então a situação de sem-abrigo pode terminar. Ninguém a dormir na rua Ninguém deveria ver-se forçado a dormir nas ruas por falta de serviços de qualidade adaptados às suas necessidades e aspirações. Na Europa actual, é inaceitável que haja pessoas que tenham que comprometer a sua segurança, saúde e dignidade dormindo na rua. Ninguém a dormir em alojamento de emergência para além da “emergência” Ninguém deverá permanecer em alojamento de emergência para além do tempo que for considerado “emergência”. Os abrigos são concebidos como solução temporária para um fenómeno complexo. Não são criados como soluções de longo prazo para pessoas em situação de vulnerabilidade e não devem tornar-se substitutos da verdadeira “habitação”. Ninguém a viver em alojamento de transição para além do requerido para uma mudança de sucesso Albergues para sem-abrigo, alojamento temporário e alojamento apoiado transitório, todos oferecem passos intermediários em direcção à habitação permanente, e são desenhados para curto/médio termo. Infelizmente estas formas de alojamento podem tornar-se mais permanentes do que deveriam, o que leva a que haja pessoas que permanecem durante longos períodos a viver em situações inapropriadas. Ninguém tenha que abandonar instituições sem opções de habitação Ninguém que esteja numa instituição – seja um hospital, lar ou prisão – deve sair sem ter apoio suficiente e soluções de habitação adequadas. Jovens a sair de lares, pessoas doentes que saem de hospitais e ex-reclusos estão frequentemente vulneráveis e podem ser ajudados, através de apoios e boas oportunidades de habitação, a evitar o ciclo que vai dos cuidados institucionais à situação de sem-abrigo e desta, de volta aos cuidados institucionais. Nenhum(a) jovem se torne sem-abrigo como consequência da sua transição para a vida independente A transição para a vida independente é uma altura em que as pessoas se encontram vulneráveis a tornar-se semabrigo. Nenhum(a) jovem deverá correr o risco de se tornar sem-abrigo por falta de opções de primeira habitação, de serviços ou de direito a benefícios durante a transição para a vida independente. Pode ser feito mais para ajudar o(a)s jovens a viverem de forma independente e a acederem a opções de habitação adequadas. O que é a FEANTSA? A FEANTSA, Federação Europeia das Organizações Nacionais que trabalham com Sem Abrigo é uma rede de ONG (Organizações Não Governamentais) que trabalham na luta contra a existência de Sem Abrigo na Europa. O objectivo da FEANTSA é prevenir e/ou aliviar a pobreza e exclusão social das pessoas que vivem Sem Abrigo ou que estão em risco de cair nessa situação, encorajando e facilitando a cooperação de todos os actores europeus relevantes neste combate. Actualmente a FEANTSA é composta por mais de 100 organizações em quase todos os Estados-Membros. A maioria dos membros da FEANTSA são organizações nacionais ou regionais provedoras de um alargado conjunto de serviços de apoio aos Sem Abrigo que incluem Abrigo, Saúde, Emprego e Apoio Social. FEANTSA 194, Chaussée de Louvain 1210 Brussels Belgium Tel. : +32 2 538 66 69 Fax : +32 2 539 41 74 Email: information@feantsa.org Site web: www.feantsa.org

A necessidade de altruísmo

«Matthieu Ricard, o conhecido monge budista francês, estará no Porto para dar uma Conferência Pública, no dia 8 de Março numa organização conjunta da Fundação Kangyur Rinpoche da C.A.S.A. (Centro de Apoio ao Sem Abrigo). A conferência terá o título “A Necessidade de Altruísmo” e terá lugar na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda. Data: 8 de Março de 2010 às 18h30 Local: Fundação Dr. António Cupertino Miranda, Av. da Boavista, 4245, 4100-140 Porto Preço: 15 € / estudante: 10 € O valor angariado reverte a favor da instituição CASA - Centro de Apoio ao Sem Abrigo Bilhetes à venda no Quintal (Rua do Rosário, 177) Mais informações: T: 21 390 40 22 – 21 774 25 39 – 934 353 961 – Web: www.krfportugal.org – www.matthieuricard.org

Pobreza escreve-se no feminino

«No âmbito do Programa Nacional do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social, realiza-se, no próximo dia 11 de Março, um Encontro subordinado ao tema “Pobreza escreve-se no feminino”. A sessão terá lugar no Auditório da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo, situada na Praça da Liberdade, com o seguinte programa: 21.30 H – Sessão de Abertura - Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo - Dr. José Maria Costa - Governador Civil de Viana do Castelo - Dr. Pita Guerreiro - Coordenador Nacional do AECPES e Presidente do ISS, I.P. - Dr. Edmundo Martinho 21.45 H – Comunicações - Prof.ª Doutora Alice Bastos – Professora Coordenadora da Escola Superior de Educação do IPVC - Prof:ª Doutora Fernanda Rodrigues – Coordenadora do Programa Nacional de Acção para Inclusão (PNAI) 22.15 H - Apresentação do filme “Pobreza risca-se com igualdade de direitos“ 22.30 H – Debate

quarta-feira, 3 de março de 2010

A abordagem da qualidade no 3º sector

«A Economia Social integra actualmente um conjunto de actores fundamentais nos processos de desenvolvimento, inclusão e protecção social. A inevitabilidade da qualificação destas organizações levou a que se passasse de um quase desconhecimento sobre a qualidade, os modelos e instrumentos existentes, para o actual sentido de urgência na obtenção de conhecimentos a este nível. A passagem de uma lógica assistencialista para uma lógica de prevenção e de desenvolvimento social passa por uma intervenção ao nível da qualificação que motive e apoie as organizações a desenvolverem as mudanças necessárias, ganhando flexibilidade para responder continuamente a novos desafios, facultando respostas sociais mais eficazes e criando uma visão estratégica. É importante munir as organizações de um conjunto de ferramentas e instrumentos úteis para melhorar a sua gestão e, consequentemente, qualificar a organização e suas respostas. Esta melhoria deve permitir uma maior capacidade para fazer face aos problemas sociais com que se confrontam e promover respostas mais adequadas aos contextos e necessidades em que pretendem intervir». Objectivos: - Promover o debate e a reflexão sobre a implementação da qualidade nas organizações sociais sem fins lucrativos - Apresentar experiência de implementação de processos de qualificação organizacional Destinatários: - Dirigentes e quadros técnicos de organizações sociais sem fins lucrativos Local: Instituto Português de Juventude Rua Pedro Monteiro, 73 Coimbra 3000-329 COIMBRA Tel: 239 790 600 Fax: 239 704 607 Junto à Casa Municipal da Cultura, próximo da Praça da República Valor de Inscrição: 15 euros Não Associados 10 euros Associados Inscrição obrigatória até 15 Março. Para mais informações, contactar:Rede Europeia Anti-Pobreza/Portugal Rua de Costa Cabral 2368 4200-218 Porto Telf. 225420805 Fax:225403250 E-mail : Cláudia.albergaria@reapn.org Ficha de inscrição AQUI.

Um olhar sobre a pobreza

«Sendo 2010 o Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social e sabendo que a promoção da participação é um processo difícil, que necessita de muita persistência e maturação, a REAPN – Rede Europeia Anti-Pobreza / Portugal e a Biblioteca Municipal de Castelo Branco, promovem o projecto “Ateliês de Expressão – Um Olhar sobre a Pobreza”, destinado a toda a população idosa e com deficiência institucionalizada, ou seja, aos clientes das IPSS e Misericórdias do Distrito», lê-se na apresentação da iniciativa. Objectivos: Promover os mecanismos de participação cívica das organizações e dos cidadãos; Activar a participação das pessoas idosas e pessoas portadoras de deficiência face à pobreza e exclusão social; Monitorizar a avaliação do processo participativo das pessoas; Contribuir para uma cidadania activa que potencie o envolvimento das pessoas idosas e pessoas portadoras de deficiência num processo de inserção na sociedade; Debater vivências de pobreza e exclusão de forma a melhorar as medidas políticas inerentes à realidade desta população Datas: 11 de Março 15 de Abril 20 de Maio 17 de Junho 15 de Julho 19 de Agosto 16 de Setembro 07 de Outubro Mais informações,por favor, contactar castelobranco@reapn.org

"Os Esquecidos", amanhã, no Fantasporto

«Queria realizar um documentário sobre o mundo de hoje. Sobre um mundo de progresso que se esquece das pessoas. Queria mostrar gente que é gente, gente que se esconde e é escondida, gente que não se vê e é esquecida. Não quis nunca rotular nem limitar-me a expôr a miséria e a pobreza. Preferi sempre tentar compreender causas e consequências, entender como um determinado acontecimento na vida pode provocar mudanças profundas, como de um momento para o outro podemos cair no abismo. E como é difícil sair de lá. São gerações a crescer e viver dentro de um buraco sem fundo, de hábitos marcados pela impotência, muitas vezes pela apatia ou incapacidade de reagir. Conversei muito com muitas pessoas. Aprendi. Deixei falar muito mais do que falei. Filmei e voltei a filmar. Fui regressando aos locais, às pessoas, às conversas. Fui conhecendo os personagens, aprofundando relações. Deixaram-me entrar um pouco nas suas vidas, no quotidiano difícil da sua condição. É a habitação precária, o trabalho estilhaçado, o amor que se tem, o afecto que não existe. É a prisão sem grades e de muros transparentes. Neste filme fui a lugares onde morreu a esperança colectiva, onde há gente viva à beira da morte social. São rostos que encaram a vida como um castigo, actores sociais despidos de qualquer sucesso material. São olhares cansados de tanta falta de sorte, porque não se pode falar de má sorte quando nunca se entendeu o significado da palavra. São mulheres e homens, esquecidos.» Pedro Neves, jornalista e documentarista
[Para ler a sinopse e conhecer mais detalhes do filme "OS ESQUECIDOS" consultar o sítio AQUI.
AMANHÃ, às 17.15h., passa numa das salas do FANTASPORTO.]

terça-feira, 2 de março de 2010

Políticas do Habitat e Desqualificação Social

«O curso de Pós-graduação em “Políticas do Habitat e Desqualificação Social” realizar-se-á em colaboração com o Instituto de Urbanística da Universidad de Valladolid, organismo vocacionado para a investigação urbana da referida Universidade. Os principais objectivos do curso de Pós-graduação em “Políticas do Habitat e Desqualificação Social” do ISSSP são: - aprofundar as competências necessárias para analisar a relação complexa entre as dinâmicas globais das sociedades e os processos que excluem populações de aceder ao mercado de habitação imobiliário formal; - desenvolver os conhecimentos que permitam compreender de que forma o espaço urbana participa na produção e reprodução das desigualdades; - potenciar a realização de diagnósticos aprofundados acerca das carências habitacionais quantitativas e qualitativas e lógicas de apropriação do espaço habitacional, voltados para a definição de políticas habitacionais e de alojamento integradoras; - fornecer conhecimentos que permitam fazer a avaliação dos processos de realojamento realizados, nomeadamente em termos da rede de equipamentos sociais existente e participação dos moradores; - disponibilizar os saberes indispensáveis à promoção de parcerias capazes de accionarem vontades institucionais em torno de projectos de intervenção comunitária nos habitats social e fisicamente degradados.» Mais informações: INSTITUTO SUPERIOR DE SERVIÇO SOCIAL DO PORTO Av. Dr. Manuel Teixeira Ruela, 370 4460-362 Senhora da Hora Telf. 229577217 Fax: 229577219

Campanha a favor da comunidade cigana

Campanha internacional a favor da comunidade cigana, contra estereótipos. AQUI.

"Acabar com a pobreza já"

«A petição "Acabar com a Pobreza Já", que será apresentada pela Cáritas Portugal, está a ser promovida em 24 países europeus e visa consciencializar os cidadãos para as "diferentes e dramáticas" realidades que afectam diariamente milhões de pessoas em todo o mundo. Para a presidente executiva do Instituto de Apoio à Criança (IAC), Dulce Rocha, é ""urgente" rever políticas sociais e económicas, de forma a garantir uma redistribuição de rendimentos mais justa e equilibrada. "É altura de rever, com urgência, as políticas sociais e económicas. Era impensável há uns anos que as desigualdades aumentassem em vez de diminuírem", afirmou a magistrada do Ministério Público Dulce Rocha, desafiando os Governos a adoptarem políticas "mais justas e mais equilibradas" na redistribuição de rendimentos. A presidente do IAC falava à agência Lusa a propósito da apresentação oficial da Petição Europeia Contra a Pobreza, que se realiza hoje em Lisboa, seguida de um 'workshop', no qual o IAC vai relatar o trabalho que tem desenvolvido no combate à pobreza infantil. Os signatários pedem o empenho dos respectivos Governos na redução para metade, até 2015, das crianças a viver no limiar da pobreza e na redução da taxa de desemprego para menos de cinco por cento, entre outras matérias. "Tenho sempre a esperança que estas iniciativas mobilizem a sociedade civil, mas sirvam também para chamar a atenção de quem tem o poder de decisão", acrescentou.» PARA ASSINAR A PETIÇÃO NACIONAL, clique AQUI.

Indignados com a pobreza

Fonte: AQUI, no Blog da Amnistia Internacional

segunda-feira, 1 de março de 2010

Entre a Vítima e o Agressor: como avaliar o risco de Violência

«A violência e o grau de previsibilidade da agressão dão mote à próxima palestra “Hoscult”, um ciclo de palestras temáticas promovido mensalmente no Hospital de Faro, desta vez sob o título “Entre a Vítima e o Agressor: como avaliar o risco de violência”. A iniciativa decorre no próximo dia 4 de Março, pelas 16:00 horas, no auditório desta unidade de saúde e contará com as presenças de Aníbal Coutinho, médico do Gabinete Médico-Legal de Faro, e de Helga Nunes, psicóloga clínica e coordenadora pedagógica do Projecto Integrado de Violência Doméstica na Região do Algarve, os quais falarão das suas experiências enquanto profissionais que, no desempenho da sua actividade profissional, convivem de perto com casos de violência, em contexto hospitalar. A sessão contará ainda com a prelecção de Fernando Vieira, Director do Serviço de Psiquiatria Forense da Delegação do Sul do Instituto Nacional de Medicina Legal que abordará a questão da previsibilidade da violência. Esta é mais uma iniciativa inserida no "Hoscult", um ciclo de palestras temáticas promovidas pelo Hospital de Faro com o objectivo de cruzar diferentes perspectivas e saberes sobre um mesmo tema, envolvendo a comunidade hospitalar, com o seu conhecimento científico, e instituições ou indivíduos de outras áreas que, embora transversalmente, estejam relacionadas com a área da Saúde.» Gabinete de Comunicação e Relações Exteriores I /telef.: 289 001 970

Seminário Ibérico

«Os Núcleos Distritais de Bragança e de Vila Real da Rede Europeia Anti–Pobreza / Portugal, em parceria com a European Anti–Poverty Network (EAPN) Espanha, da Região de Castilla e Lyon, uniram esforços com o objectivo de organizar um seminário ibérico permitindo discutir objectivos comuns, estratégias e práticas diferentes de cada região / país. O espaço ibérico é, naturalmente, um espaço de modelos de governança diferentes, com aprendizagens e modos de funcionamento também eles diferentes. Como organizações que assumem um papel fundamental na luta contra a pobreza e exclusão social nos nossos territórios, consideramos primordial promover um debate sobre modelos de governança diferentes mas baseados num objectivo comum: a luta contra a pobreza e exclusão social. Com este seminário pretende-se enriquecer as nossas aprendizagens adaptando práticas aos contextos sociais marcados pela grave crise económica e financeira mundial. Reforçamos ainda a nossa vontade de, com este seminário, iniciar um trabalho de cooperação transfronteiriça entre as estruturas da EAPN / REAPN». Seminário Ibérico: Objectivos Comuns, Estratégias Diferentes – na linha do desenvolvimento rural e cooperação transfronteiriça. Data: 15 de Março de 2010 Local: auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Bragança Informações podem ser solicitadas através dos emails: braganca@reapn.org e vilareal@reapn.org

Ciclo de conferências em Serviço Social

Ciclo de Conferências em Serviço Social - 2010 Local: Auditório do Arquivo Distrital de Vila Real Início 2010-03-23 14:30 /Fim 2010-05-13 14:30 23 Março: Sociedade de Risco e Políticas Sociais para a Infância 28 Abril: Serviço Social na Contemporaneidade. Conhecimento, Coesão e Desenvolvimento 13 Maio: Identidade e Saber dos Assistentes Sociais Convidados: Manuel Jacinto Sarmento - professor associado com agregação do Instituto de Educação da Universidade do Minho. Jorge Ferreira - professor do Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa – Universidade Lusíada de Lisboa. Berta Granja - Professora Auxiliar – ISSSP e Professora convidada na UCP - Pólo de Viseu.

Programa e ficha de inscrição AQUI.

Pedidos de informação para: Prof. José Luís d'Almeida/Email: mmourao@utad.pt

As máscaras da exclusão

[clicar na imagem para ver programa]
«O Seminário "As Máscaras da Exclusão" é organizado pelo Grato - Grupo de Apoio aos Toxicodependentes, cujo principal objectivo consiste em apoiar a população carenciada e desfavorecida socialmente. Decorre no próximo dia 12 de Março, entre as 09h30 e as 17h00, no Teatro Municipal de Portimão. O Seminário é composto por dois paineis: I Painel - "O Dominó dos Medos" II Painel - "Desemprego vs Pobreza"». Para mais informações contacte "o Grato" através do e-mail gratorsi@gmail.com ou do telefone 282419306

Inteligência emocional

«A década de 90 foi considerada como a década do estudo do cérebro. Esta evolução do conhecimento veio confirmar a inegável importância das competências intrapessoais como elemento-chave da eficácia pessoal, interpessoal e empresarial, tornando-se a gestão intrapessoal como factor crítico de sucesso do Homem do século XXI. PROGRAMA: • A gestão do potencial humano • As emoções e o seu papel na optimização do potencial humano • Diferentes emoções e sentimentos e a sua relação com a facilitação e inibição do potencial humano • O stresse como estado emocional complexo • Técnicas para optimização do potencial emocional • Como maximizar as emoções positivas • Como eliminar as emoções negativas • A inteligência emocional e a liderança • O contágio de emoções nas equipas e nas organizações • O discurso racional vs. discurso emocional • O impacto das competências não verbai
Mais informação AQUI

Formação para Pais

«Os resultados que a criança alcança, em termos de desenvolvimento, são grandemente dependentes dos padrões de interacção familiar, nomeadamente da qualidade das relações Pais - Criança. Os Pais são tradicionalmente os primeiros prestadores de cuidados, os organizadores, os modelos de comportamento, os disciplinadores e os agentes de socilização, num papel de educadores dos seus filhos. Por vezes é dificil lidar com situações que constituem um desafio à capacidade de ser Pai e Mãe, valendo a pena procurar ajuda para as ultrapassar e tornar o dia-a-dia mais agardável para todos. Temas: Desenvolvimento Socio - Afectivo;Primeiros Socorros Pediátricos; Como Lidar com as Birras;Crianças Irrequietas ou Hiperactivas?Despiste da Dislexia Regras, Limites, Castigos e Recompensas;Falar de Sexualidade.» Mais informações AQUI.